2022-04-29T20:22:14-03:00
NOITE CRIPTO

Bitcoin (BTC) não escapa de mês trágico das bolsas dos EUA e volta para a casa dos US$ 38 mil; veja a performance de outras criptomoedas

Os mercados acionários norte-americanos enfrentaram uma nova onda de vendas do setor de tecnologia puxada pela Amazon, além de dados de inflação que pesam sobre o futuro da política monetária do país

29 de abril de 2022
20:22
Imagem: Shutterstock

O bitcoin (BTC) não conseguiu escapar do final de mês trágico das bolsas dos EUA — que tiveram desempenhos comparáveis aos da crise financeira de 2008 e do auge da pandemia. A maior criptomoeda do mundo aprofundou as perdas na noite desta sexta-feira (29), voltando para a casa dos US$ 38 mil. 

Entre as dez maiores expoentes desse mercado, as perdas variam de 2% até mais de 10% nos últimos sete dias — e os investidores entram no próximo mês à espera de um milagre para o bitcoin.

Isso porque na semana que vem acontece a reunião de maio do Federal Reserve. A expectativa é de que o banco central norte-americano anuncie um aperto monetário ainda mais forte do que o realizado em março.

Naquela ocasião, o Fed elevou os juros em 25 pontos-base — a primeira alta em três anos em uma tentativa de controlar a inflação nos EUA. Agora, o aumento contratado é de 50 pontos-base, elevando a faixa dos juros para 0,75% a 1,00% ao ano. 

Por volta de 19h35, o bitcoin (BTC) caía 2,9%, a US$ 38.631,95. Confira a cotação das principais criptomoedas do mundo:

NomePreço24h %7d %
Bitcoin (BTC)US$ 38.631,95-2,90%-2,78%
Ethereum (ETH)US$ 2.819,99-3,84%-4,73%
Tether (USDT)US$ 1,00-0,01%-0,02%
BNB (BNB)US$ 393,66-3,21%-3,41%
USD Coin (USDC)US$ 1,00+0,01%-0,01%
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente

Bitcoin contra Federal Reserve

O início do aperto monetário dos EUA era previsto pelos investidores no início de 2022. Mas a inflação acelerada dos últimos meses injetou ainda mais cautela no mercado de ativos digitais nas últimas semanas.

Jerome Powell, presidente do Fed, entende que a economia norte-americana é robusta o bastante para aguentar os juros mais altos. Somado a isso, a autoridade monetária pode estar “atrás da curva” da inflação, o que exige medidas mais drásticas contra a alta dos preços. 

Em outras palavras, isso significa que a alta de 50 pontos-base não deve encerrar o ciclo de elevação nos juros americanos. Algumas casas dão conta de uma alta de até 3% no final de 2022.

Fechando a torneira do dinheiro

Os estímulos à economia por parte do  BC americano também devem acabar antes do esperado. Essa “torneira” de dinheiro nos EUA fez com que bolsas e criptomoedas tivessem um bom desempenho entre 2020 e 2021 e a retirada de todos esses recursos deve ser outro fator para ampliar a queda do mercado.

De acordo com a última ata da reunião do Fomc, o Copom americano, o Fed irá reduzir em seu balanço patrimonial e se “livrar” dos US$ 4,6 trilhões em Treasuries e títulos lastreados em hipotecas acumulados desde março de 2020.

Papo Cripto #17 — Bitcoin (BTC) deve disparar em 2022

Não deixe de conferir o último Papo Cripto, em que eu converso com João Canhada, CEO da Foxbit.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

NOVO MODELO DE NEGÓCIOS

Varejo adota ‘loja-contêiner’ para fugir dos custos de shoppings e aluguéis; conheça o que são os estabelecimentos modulares

A estreante no formato é a Chilli Beans, de óculos de sol. “Acho que não teria uma Eco Chilli se não houvesse pandemia”, afirma o CEO, Caito Maia

NÃO MEXE NO MEU QUEIJO

Membros do mercado financeiro defendem Lei das Estatais em documento enviado ao ao Congresso; revogação seria ‘retrocesso’

O texto também cita o relatório de 2020 em que a OCDE afirma que a Lei das Estatais deixou os conselhos de empresas públicas mais independentes de interferências

NESTA SEGUNDA-FEIRA

Governador de São Paulo fará coletiva nesta segunda-feira após Bolsonaro aprovar isenção do ICMS sem garantia de compensação aos estados

O presidente da República vetou o fundo de ajuda aos estados após sancionar o teto do imposto estadual

SEU DOMINGO EM CRIPTO

‘Compre na baixa’ anima e bitcoin (BTC) busca os US$ 22 mil; criptomoedas aguardam semana de olho no Fed

Entre os destaques da próxima semana estão o avanço dos juros nos Estados Unidos e um possível default da Rússia

DE OLHO NO FUTURO

Goldman Sachs quer entrar no mundo da ‘renda fixa’ em criptomoedas e lidera grupo para comprar a Celsius por US$ 2 bilhões

O staking vem crescendo nos últimos meses e é motivo de certa preocupação após o caso da Celsius — e o banco de Wall Street quer um pedaço dele