🔴 RECEBA ANÁLISES DE MERCADO DIÁRIAS: CLIQUE AQUI E SIGA O SEU DINHEIRO NO INSTAGRAM

2022-05-18T20:40:26-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
NOITE CRIPTO

Não durou muito: bitcoin (BTC) opera em queda e volta a ficar abaixo do nível de US$ 30 mil; veja a performance das outras criptomoedas

O peso da perda de confiança do mercado é um dos pontos que mais afastam o investidor do mercado de criptomoedas atualmente

18 de maio de 2022
20:40
bitcoin (BTC) amplia perdas da semana e criptomoedas são negociads em queda hoje.
Imagem: Shutterstock

Assim como não durou muito a alegria das bolsas nos EUA, o mercado de criptomoedas também voltou a amargar perdas. O bitcoin (BTC) perdeu a sustentação no patamar de US$ 30 mil e entrou na noite desta quarta-feira (18) operando em baixa. 

Até então, as previsões eram levemente otimistas para que o BTC retomasse o patamar de US$ 32 mil até o final da semana, mas o panorama macroeconômico não melhorou como esperado.

No caso das bolsas dos EUA, a inflação — e a perspectiva de um aperto monetário agressivo que jogue a economia na recessão — afastou os investidores de ações e ativos mais arriscados. 

Entre as criptomoedas, o mercado segue pressionado tanto por fatores externos quanto por fatores internos, como foi a implosão do protocolo da Terra Network. 

O peso da perda de confiança do mercado é um dos pontos que mais afastam o investidor do mercado de criptomoedas atualmente.

Por volta de 20h25, o bitcoin (BTC) caía 4,68%, cotado a US$ 29.037,88. Confira a variação de algumas das principais criptomoedas do mundo:

NomePreço24h %7d %
Bitcoin (BTC)US$ 29.037,88-4,68%+0,61%
Ethereum (ETH)US$ 1.928,99-7,86%-6,38%
Tether (USDT)US$ 0,9986-0,03%+0,24%
USD Coin (USDC)US$ 1,00-0,03%-0,02%
BNB (BNB)US$ 290,38-5,44%+8,46%
Fonte: coinmarketcap.com

Dúvidas recaem sobre o bitcoin

Muitos entusiastas de criptomoedas se perguntam por que o mercado está em queda há tanto tempo, sendo que foi um protocolo separado do bitcoin — a Terra Network — que acabou sendo afetado.

Vale lembrar que o bitcoin e a Terra são criptomoedas de redes (blockchains) diferentes e não possuem uma correlação tão próxima.

O que aconteceu foi que o pânico gerado pelo sumiço de uma criptomoeda afetou o sentimento geral da nova classe de investidores: os institucionais. Em 2021, empresas e fundos passaram a investir em moedas digitais — mas isso não significa que eles entendam a dinâmica por trás desse mercado.

Em números: bitcoin nas mãos dos grandes

Com isso, quaisquer movimentações mais intensas nas criptomoedas geram movimentos de pânico, intensificados por empresas que entraram no ramo recentemente. Segundo o Buy Bitcoin Worldwide, o total de bitcoins distribuídos entre fundos de índice (ETFs, em inglês), países e companhias de capital aberto e fechado somam cerca de US$ 46 bilhões.

Esse número representa aproximadamente 7,5% do total de bitcoins disponíveis no planeta. E o pânico em geral faz pressão vendedora desses valores — como foi o caso da Regra da Morte da Microstrategy, que assustou ainda mais o mercado nesses tempos.

Muito além das criptomoedas

O presidente do Banco Central americano, Jerome Powell, e diretores do Federal Reserve também não ajudaram no sentimento geral do mercado.

Assim como no setor de tecnologia da bolsa — com quem o bitcoin e as criptomoedas guardam uma correlação de praticamente 1 para 1 —, os juros mais altos devem afetar as moedas digitais mais intensas e limitar o crescimento desse segmento.

Com o aperto monetário mais intenso, os investidores podem esperar por tempos difíceis para as criptomoedas — momento conhecido como Longo Inverno Cripto.

Papo Cripto #018 — Por que olhar para Helium (HNT)

Não perca o último Papo Cripto com a entrevista com o CEO da Dux, Luiz Octavio Gonçalves Neto:

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

FII DO MÊS

Fundos de papel retornam ao topo da preferência dos analistas; veja quais são os FIIs favoritos para julho

6 de julho de 2022

Em meio ao temor de recessão global, as corretoras consultadas pelo Seu DInheiro voltaram-se novamente para a proteção do papel

ESQUENTA DOS MERCADOS

Bolsas estrangeiras patinam à espera da ata do Fed e dos dados de desemprego nos Estados Unidos

6 de julho de 2022

Investidores preparam-se para a divulgação da ata do Fed na tentativa de prever os próximos passos da política monetária norte-americana

Especiais SD

Onde investir no 2º semestre: Renda fixa, nós gostamos de você! Com juros altos, ativos mais rentáveis do ano continuam atraentes

6 de julho de 2022

No difícil primeiro semestre de 2022, ativos de renda fixa foram os únicos a se salvarem, especialmente aqueles que se beneficiam da alta dos juros; para o resto do ano, esses investimentos permanecem interessantes, e investidor não precisa correr muito risco para ganhar dinheiro

NOITE CRIPTO

Parece, mas não vai: bitcoin segue preso ao patamar de US$ 20 mil; saiba o que está no caminho do BTC

5 de julho de 2022

Investidores devem ficar atentos à divulgação da ata da reunião do junho do Federal Reserve, prevista para amanhã — documento tem potencial para aumentar a volatilidade do mercado

AGORA É PRA VALER

Petrobras (PETR4) conclui a venda de participação na Deten Química — veja quanto entrou no caixa da estatal

5 de julho de 2022

O negócio, que tinha sido anunciado em abril, encerra a presença da petroleira na fabricante das principais matérias-primas para o segmento de limpeza doméstica e comercial no Brasil

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies