🔴 RECEBA ANÁLISES DE MERCADO DIÁRIAS: CLIQUE AQUI E SIGA O SEU DINHEIRO NO INSTAGRAM

2022-06-19T12:50:09-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
CRIPTOMOEDAS HOJE

Bitcoin (BTC) sobe, mas não o suficiente para sair da marca de US$ 19 mil; ethereum (ETH) volta para os US$ 1 mil

Além das preocupações macroeconômicas que também afetam o mercado de ações, a maior criptomoeda do mundo sente o impacto da perda de credibilidade de diversas corretoras do setor

19 de junho de 2022
9:22 - atualizado às 12:50
Bitcoin (BTC) sofre ajuste hoje e criptomoedas acompanham
Imagem: Shutterstock

Nada é tão ruim que não possa piorar. Essa frase popular nunca foi tão verdadeira para o bitcoin (BTC) como agora. A maior criptomoeda do mundo baixou para a marca de US$ 19 mil no sábado (18) e é onde permanece apesar de estar subindo na manhã deste domingo (19).

Assim como acontece nas bolsas, o temor de que a inflação siga alta e a atuação do Federal Reserve (Fed) leve a uma recessão levou o bitcoin a recuar ao seu menor nível desde o fim de 2020, abaixo dos US$ 20 mil.

Ao perder a marca psicologicamente significativa de US$ 20 mil, o BTC também caiu abaixo da alta do halving anterior pela primeira vez na história.

Por volta de 9h20, o bitcoin subia 2,84%, cotado a US$ 19.768,49. Confira a cotação de algumas das principais criptomoedas do mundo:

NomePreço24h %7d %
Bitcoin (BTC)US$ 19.768,49+2,84%-28,14%
Ethereum (ETH)US$ 1.058,92+5,40%-28,01%
Tether (USDT)US$ 0,9989-0,01%-0,01%
USD Coin (USDC)US$ 1,00+0,05%+0,04%
BNB (BNB)US$ 209,37+3,52%-19,23%
Binance USD (BUSD)US$ 1,00-0,15%-0,03%
Cardano (ADA)US$ 0,4696+0,64%-9,24%
XRP (XRP)US$ 0,3135+2,34%-10,33%
Solana (SOL)US$ 32,42+8,04%-0,99%
Dogecoin (DOGE)US$ 0,05752+6,07%-12,84%
Fonte: coinmarketcap.com

O que é halving do bitcoin?

O halving é um evento programado na blockchain do bitcoin que, a cada quatro anos, corta pela metade a recompensa gerada por bloco minerado, diminuindo a emissão de novas moedas no mercado.

O último halving do bitcoin aconteceu em maio de 2020, e o topo histórico do ciclo anterior foi de US$ 19.783, registrado no dia 17 de dezembro de 2017, segundo dados do CoinDesk Bitcoin Price Index.

A maior criptomoeda vinha evitando esse movimento até agora, sendo reservado para altcoins, principalmente o ethereum (ETH) no início da semana, que também caiu abaixo da marca de US$ 1.000 pela primeira vez desde janeiro de 2021.

Bitcoin (BTC) e a falta de confiança

Além das preocupações macroeconômicas que também afetam o mercado de ações, o bitcoin sente o impacto da perda de credibilidade de diversas corretoras do setor.

A forte queda na cotação fez com que diversas exchanges vetassem operações com criptomoedas. 

Na semana passada, a Celsius congelou os recursos de seus clientes, impedindo saques, transferências e outras formas de retirada.

Binance troca parceiro no Brasil

Na sexta-feira (17), a Binance informou que vai trocar o atual parceiro de pagamentos no Brasil. 

A maior exchange de criptomoedas do mundo vai substituir a Capitual por um provedor de pagamentos local "com experiência". O nome do provedor será anunciado em breve, segundo a Binance.

A Binance informou que vai promover uma transição suave nas próximas semanas e que está tomando todas as medidas necessárias.

Para depósitos e saques, os usuários podem ainda realizar transações via sistema P2P. Para compra direta de criptomoedas, a Binance tem Pix e transferências bancárias disponíveis por meio de um provedor alternativo.

Para saques, existe a opção “vender para cartão” disponível para o Visa, um recurso sem custo.

Papo Cripto #21: Bitcoin (BTC) em pânico — o que esperar das criptomoedas a partir de agora?

Confira o que passou e o que virá no mercado cripto, segundo o analista de criptomoedas da VG Research, Felipe Fernandez. Aperte o play!

*Com informações do Estadão e do Portal do Bitcoin

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Taxas gordas

Com risco fiscal, retorno de 6% + IPCA volta a ser comum entre títulos Tesouro IPCA+ de longo prazo

6 de julho de 2022

Todos os vencimentos de títulos públicos Tesouro IPCA+ a partir de 2035 já voltaram a pagar a rentabilidade “mágica” desse tipo de ativo

QUEDA DE APORTES

Crise dos unicórnios e demissões em massa têm explicação: investimentos em startups caíram 44% no primeiro semestre

6 de julho de 2022

Inflação global, escalada da alta de juros e a Guerra da Ucrânia geraram incertezas no mercado e “seguraram” os investimentos; as mais afetadas são as startups de late stage e unicórnios

CARA CADÊ MEU DEFI?

Roubo de criptomoedas com ataque hacker levou US$ 1,3 bilhão de plataformas de DeFi em 2022; maior crime foi de US$ 180 milhões

6 de julho de 2022

Mesmo com a alta do dia, os investidores acompanham os desdobramentos do pedido de falência da Voyager Digital

O FANTASMA DA RECESSÃO

Ata do Fed manda recado: saiba se os próximos passos do BC dos EUA podem tirar o sono dos investidores

6 de julho de 2022

Na reunião de junho, o banco central norte-americano elevou a taxa de juro em 0,75 ponto percentual, o maior aumento desde 1994, na tentativa de conter uma inflação que não dá tréguas; será que vem mais por aí?

Está vindo aí

Risco de recessão volta a assustar, petróleo amplia perdas e petroleiras lideram quedas do dia; Hypera (HYPE3) e Americanas (AMER3) sobem forte

6 de julho de 2022

Com a queda do petróleo no mercado internacional, papéis de commodities no Brasil têm maiores quedas nesta quarta-feira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies