🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-03-09T17:06:51-03:00
Guilherme Valle
FECHAMENTO DO CÂMBIO

Dólar volta a ficar próximo dos R$ 5,00 com saída para guerra na Ucrânia no radar. Euro vale R$ 5,52; confira o que movimentou o mercado de câmbio nesta quarta-feira

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky tem feito alguns acenos que podem indicar uma saída diplomática para a guerra

9 de março de 2022
17:03 - atualizado às 17:06
dólar e euro
O dólar voltou a apresentar desvalorização importante nesta quarta-feira - Imagem: Shutterstock

O dólar fechou o pregão desta quarta-feira (09) negociado a R$ 5,0106, recuo de 0,84%. Já o euro terminou o dia valendo R$ 5,5205, o que representa uma leve desvalorização de 0,04%.

A terça-feira havia sido de considerável pressão sobre a moeda americana, principalmente porque Joe Biden, presidente dos Estados Unidos, decidiu barrar todas as importações de hidrocarbonetos da Rússia e o Reino Unido sinalizou que faria o mesmo até o final do ano. 

Mesmo assim, a moeda americana registrou valorização tímida por aqui, já que parte importante das empresas do Ibovespa pode se beneficiar com commodities mais caras e o aperto monetário por aqui está consideravelmente mais avançado que em outras economias pelo mundo.

Guerra na Ucrânia

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky tem feito alguns acenos que podem indicar uma saída diplomática para a guerra. Apesar de ter sido aplaudido de pé após discurso inflamado em que sugeriu ao parlamento britânico que a Rússia fosse considerada um estado terrorista, o líder ucrâniano afirmou à Bloomberg que estaria discutindo uma “alternativa segura” para o fim do conflito.

Do lado russo, o Ministério das Relações Exteriores informou que a operação em curso não teria como objetivo ocupar o país definitivamente ou derrubar o governo. 

O porta-voz do Kremlin também sinalizou que o reconhecimento da independência das auto proclamadas Repúblicas Populares de Donetsk e Lugansk, o reconhecimento da Crimeia como território russo e a inclusão de um dispositivo na constituição ucraniana que impeça sua adesão à Otan seriam suficientes para a interrupção dos ataques.

Isso tudo melhorou o clima nos mercados, o petróleo devolveu parte da valorização observada ontem e as bolsas internacionais passaram a operar com ganhos, por aqui, o dólar retomou a trajetória que vinha se desenhando antes da escalada do conflito e voltou a estar próximo dos R$ 5,00.

O dólar registrou máxima de R$ 5,0358, ao passo que a mínima foi de R$ 4,9851. O euro chegou a ser negociado a R$ 5,5598 no valor mais alto do dia e sua mínima foi de R$ 5,5063.

Acompanhe a nossa cobertura completa de mercados para acompanhar o desempenho de bolsa, dólar e juros hoje. Confira também o fechamento dos principais contratos de DI:

CÓDIGONOME ULT  FEC 
DI1F23DI jan/2312,91%13,05%
DI1F25DI Jan/2512,12%12,30%
DI1F26DI Jan/2612,00%12,15%
DI1F27DI Jan/2712,04%12,16%
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa despenca mais de 11% e tem o pior mês desde março de 2020; dólar sobe a R$ 5,23

O início do aperto monetário do Federal Reserve levou os ativos globais a ter um semestre para esquecer – e o Ibovespa não escapou disso

Proventos

Dividendos: Rede D’Or (RDOR3) e Raia Drogasil (RADL3) vão distribuir quase R$ 300 milhões em juros sobre capital próprio; veja detalhes

Pagamento de nova leva de proventos aos acionistas está previsto para o dia 16 de julho, no caso da Rede D’Or

ALTAS E BAIXAS

Destaques da bolsa: Fleury (FLRY3) e Hermes Pardini (PARD3) disparam com fusão; TC (TRAD3) e Light (LIGT3) despencam

A nova consolidação no setor de saúde mexeu com o segmento nesta quinta; a renúncia do CEO da Light pesou sobre as ações da empresa

FECHAMENTO DO DIA

Banho de sangue lava Wall Street e S&P 500 tem o pior semestre em mais de 50 anos; saiba o que aconteceu

O combo de péssimas notícias também fez o S&P 500 e o Dow Jones terem o pior período de três meses desde o primeiro trimestre de 2020, marcado pelo auge da pandemia de covid-19

PETRÓLEO EM QUEDA

Seguindo os planos: Opep+ vai produzir 648 mil barris a mais por dia em agosto

O grupo manteve a decisão de elevar a produção de petróleo entre julho e agosto; a Opep+ tem realizado sucessivos aumentos para conter a alta dos preços dos combustíveis no mercado internacional

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies