Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-06-03T14:39:23-03:00
Estadão Conteúdo
Cripto na mira

XP estuda a criação de plataforma de bitcoin e outras criptomoedas

A ideia da empresa é pegar carona em um tipo de ativo que está atraindo cada vez mais interesse entre investidores brasileiros

3 de junho de 2021
14:39
criptomoedas e bitcoin
Essa lista de criptomoedas já rendeu 2.504,8% e pode ir além com onda de valorização do bitcoin. Imagem: Shutterstock - Imagem: Shutterstock

A corretora XP, de Guilherme Benchimol, tem na mesa de projetos a criação de uma plataforma de criptomoedas. A ideia da empresa é pegar carona em um tipo de ativo que está atraindo cada vez mais interesse entre investidores brasileiros, apurou o jornal O Estado de S. Paulo.

Na maior plataforma de investimentos do País, o assunto não é exatamente uma novidade: as criptomoedas já estavam havia alguns anos na mira, mas acabaram abandonadas. Agora, podem fazer um retorno - em condições mais favoráveis.

Os sócios da XP, que fazem parte da XP Controle, chegaram a montar uma corretora de criptomoedas, a Xdex, em 2018. No começo do ano passado, porém, a operação encerrou atividades.

Os motivos citados foram as dificuldades de empreender em um mercado não regulado. Agora, com esse investimento se popularizando ainda mais, atingindo milhões de investidores, a ideia é que a XP retome o projeto.

Saída do Itaú destrava projeto

Outra questão que teria afastado a XP da plataforma de cripto no passado seria um "veto" de seu sócio Itaú Unibanco, detentor de 49% das ações da XP.

Agora, com o maior banco da América Latina começando a se desfazer dessa posição na XP e perto de repassar a participação para que seus acionistas possam deter os papéis diretamente, as portas abriram-se de vez para o investimento.

A XP ainda não bateu o martelo sobre o assunto nem o formato da aposta nas criptomoedas, comentou uma fonte, mas uma movimentação é esperada para o curto prazo. De qualquer forma, a visão é que, em relação à regulação, a visão do Banco Central sobre o tema está mais "pacificada".

Acesso

Atenta ao maior interesse de seus investidores para o mercado de criptoativos, a XP, nesse meio tempo, tem adicionado fundos de investimento desses ativos em sua plataforma, com valores de entrada acessíveis às pessoas físicas.

O mercado de bitcoin, a criptomoeda mais famosa em todo o mundo, vem crescendo ano a ano, impulsionado pela valorização do ativo - que, de qualquer forma, é visto por especialistas, como volátil.

Além do bitcoin, há atualmente uma gama de criptoativos disponíveis para investimentos. Mesmo no Brasil, a quantidade de corretoras especializadas nessa área está em forte expansão.

O assunto ficou ainda mais quente dentro da XP depois da abertura de capital da Coinbase, a maior plataforma desse tipo nos Estados Unidos - a operação ocorreu na bolsa norte-americana Nasdaq, voltada a negócios de tecnologia.

Após uma forte valorização desde sua estreia, em abril, a companhia já tem valor de mercado na casa de US$ 100 bilhões, montante superior ao de quase todas as empresas listadas na Bolsa brasileira.

Por aqui, uma das maiores desse mercado, o Mercado Bitcoin, que estava acompanhando de perto essa operação no exterior, já está com bancos contatados para fazer seu IPO (oferta inicial de ações) ainda este ano. A estimativa é de que essa oferta poderá girar até R$ 10 bilhões.

A leitura é de que a operação da Coinbase, a primeira plataforma de criptomoedas a abrir capital, servirá para criar "massa" crítica para outras transações ao redor do mundo.

Conflito à vista?

Os estudos em torno da criação da plataforma teria sido a razão para que o presidente do Banco XP, José Berenguer, que comandou por anos a operação no Brasil do JP Morgan, renunciasse ao cargo de conselheiro da Bolsa brasileira, a B3, cadeira que ocupava desde 2013.

Segundo fontes, a renúncia ocorreu para se evitar potenciais futuros conflitos que podem surgir entre os dois cargos com a possível criação dessa plataforma de criptoativos.

A saída do executivo do colegiado criou tensão na quarta entre investidores, que passaram a acreditar que a decisão poderia ter relação com a chegada de uma competidora ao mercado de bolsas no Brasil.

Em relatório na manhã da quarta-feira, o JP Morgan afirmou que a saída do executivo, "mesmo que não esteja ligada à competição no curto prazo, poderia facilitar tal empreendimento, uma vez que não representa mais conflito de interesses.".

Procurada, a XP não comentou o assunto. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

CARNE FORTE

Marfrig sobe mais de 5% hoje, mas ainda deve saltar 60% nos próximos meses, projeta Bank of America

O Bank of America recalculou as projeções financeiras para o próximo ano e vê a empresa lucrando muito mais do que o previsto no cálculo anterior

DESTAQUES DO DIA

Varejo abaixo do esperado derruba Magazine Luiza (MGLU3), mas companhias aéreas sobem forte com vacinas eficazes contra a ômicron

Enquanto o Magalu recua mais de 8%, as empresas do setor aéreo aproveitam para engatar uma recuperação

bitcoin (BTC) hoje

O rali de fim de ano do bitcoin (BTC) derrapou. E você, novato em criptomoeda, pode ser o culpado

O movimento de queda do bitcoin das últimas semanas veio dos novos investidores em cripto, chamados de short-term holders, segundo a Glassnode

DE OLHOS BEM FECHADOS

O IPO do cheque em branco chega ao Brasil: Alvarez & Marsal quer fazer oferta pública para lançar Spac na B3

Modalidade existe há mais de 20 anos nos EUA, mas ainda é inédita no Brasil; entenda como funciona

EXILE ON WALL STREET

Ele ainda vai te trazer boas lembranças: o Tesouro Direto em seu ano de ouro para a rentabilidade

Conheça o Super Renda Fixa, que apresenta as melhores oportunidades para investir na modalidade, seja nos títulos do Tesouro ou nos de emissores privados

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies