2021-06-03T14:05:56-03:00
Pacote turbinado

Twitter anuncia lançamento de novo serviço de assinatura mensal paga

O “Twitter Blue” foi lançado no Canadá e na Austrália e oferece funcionalidades extra aos assinantes. A versão gratuita segue normalmente

3 de junho de 2021
14:05
Imagem: Shutterstock

O Twitter anunciou nesta quinta-feira (3) o lançamento de um novo serviço que prevê o pagamento de assinatura mensal pelos usuários, o Twitter Blue. O lançamento ocorre hoje no Canadá e na Austrália — a ideia é que se expanda para outros mercados nos próximos meses.

O custo inicial do serviço será de 3,49 dólares canadenses (R$ 14,60) por mês — os usuários da Austrália pagarão uma quantia mensal de 4,49 dólares australianos (R$ 17,45).

Com a proposta, a empresa abre espaço para que os usuários organizem tweets salvos em pastas e definam um cronômetro de até 30 segundos para desfazer as mensagens após o envio. Além disso, será oferecido um novo "Modo Leitor", que facilita a leitura de threads — sequências de tweets conectados.

O Twitter disse que a versão gratuita do site vai continuar funcionando, mas o serviço dá aos usuários uma opção de acessar recursos mais avançados na utilização da plataforma.

"Esta oferta de assinatura visa simplesmente adicionar recursos aprimorados e complementares à experiência já existente do Twitter para aqueles que a desejam", disse a empresa.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente

Os planos do Twitter

A iniciativa é parte de um esforço da companhia para dobrar sua receita anual até 2023. Em fevereiro, a empresa afirmou que queria atingir pelo menos US$ 7,5 bilhões em receita anual até 2023, mais do que o dobro dos US$ 3,7 bilhões gerados no ano passado.

O Twitter também anunciou que planeja oferecer um plano de assinatura para criadores de conteúdo, chamado Super Follows, que visa permitir que as pessoas recebam pagamentos por itens compartilhados no site.

O mercado financeiro recebeu bem a novidade: por volta das 14h, as ações do Twitter (TWTR) operavam em alta de 0,60% e iam na contramão das demais big techs, que têm um dia negativo — o Nasdaq, índice que concentra papéis de empresa com esse viés, recua 0,75%.

*Com Estadão Conteúdo

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Dê o play!

A bolsa ainda pulsa, mas será um último suspiro? O podcast Touros e Ursos discute o cenário para o Ibovespa

No programa desta semana, a equipe do Seu Dinheiro discute o cenário para o Ibovespa e os motivos que fazem a bolsa brasileira subir

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

O respiro da bolsa brasileira, o tropeço do bitcoin e o vazamento de dados do PIX: confira as principais notícias do dia

Para quem não aguentava mais ver a bolsa brasileira apanhando enquanto Wall Street renovava recordes, este início de ano está sendo o momento da revanche. Ou melhor, de o Ibovespa “correr atrás do prejuízo”. Nesta terceira semana de janeiro, o principal índice da B3 mais uma vez contrariou o exterior e enfileirou altas, enquanto as […]

Fechamento da semana

Ibovespa tem dia morno com exterior negativo, mas termina semana com ganho de 1,88%; dólar fecha em alta, mas acumula queda de 1,05% no período

Bolsa terminou o dia em baixa, com dólar e juros em alta, com piora no exterior e preocupações fiscais

CASOS DE FAMÍLIA

Elon Musk pega pesa pesado com o Twitter após integração de NFTs; veja o que o bilionário falou

Rede social passou a permitir que usuários do iOS, sistema da Apple, utilizassem os chamados tokens não fungíveis como fotos de seus perfis

Renda fixa

Nubank lança fundo para reserva de emergência que busca retorno entre 100% e 105% do CDI – mas tem uma pimentinha

Nu Reserva Imediata é o primeiro fundo de renda fixa da família Nu Reserva; embora seja de baixo risco, ele tem opção de investir em títulos privados