Menu
2021-01-09T13:29:48-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
boas perspectivas

Produção da PetroRio sobe 23% em 2020, ano em que ações dobraram de valor

Empresa adiciona ativos ao longo do ano passado e planeja expandir portfólio com recursos de oferta subsequente de ações em dólares

9 de janeiro de 2021
13:29
PetroRio
Imagem: Divulgação

A PetroRio (PRIO3), uma das maiores produtoras privadas de petróleo do Brasil, fechou 2020 com um aumento de 23% na produção diária de petróleo, frente ao mesmo período de 2019, graças a investimentos que realizou em ativos.

Segundo o comunicado que a companhia divulgou na sexta-feira (9) à noite, a produção alcançou 26.570 barris de óleo equivalente por dia (boepd), graças ao campo de Tubarão Martelo, cuja operação ela assumiu no terceiro trimestre do ano passado. No quarto trimestre, a produção subiu 25%, a 29.990 boepd.

A boa gestão é um dos fatores que anima os investidores em relação à tese de investimento da PetroRio desde 2020. Em um ano de pandemia e brusca oscilação do petróleo no mercado internacional, os papéis da companhia registraram uma alta acumulada de 104,4%.

A tendência positiva se mantém em 2021 – até sexta-feira (8), as ações subiram 11,9%, que ganharam um impulso com a alta do barril de petróleo no mercado internacional.

O mercado demonstrou particular entusiasmo quanto à mais recente aquisição da PetroRio, a participação da petroleira britânica BP em dois blocos onde foram feitas as descobertas nos campos do pré-sal de Wahoo e Itaipu, ambos localizados na Bacia de Campos, se tornando operadora de ambos.

No dia em que a compra foi anunciada, em 19 de novembro, as ações da PetroRio fecharam com alta de 29,9%.

O pré-sal é a principal aposta da Petrobras (PETR4) para o seu futuro, e a PetroRio parece seguir pelo mesmo caminho com esta aquisição. Apenas o campo de Wahoo tem potencial para produzir mais de 140 milhões de barris de óleo, considerando a sua totalidade (a empresa tem uma participação de 35,7% nele).

A aquisição de novos ativos parece estar no radar da empresa. Em 15 de dezembro, ela anunciou o início das preparações para uma oferta subsequente de ações (follow on) de US$ 250 milhões, visando investir em ativos que já possui e em potenciais novos negócios.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Reação ao balanço

Lucrou, mas não empolgou. Ações do IRB caem mesmo com melhora no resultado

Papéis da resseguradora (IRBR3) estavam entre as maiores quedas do Ibovespa nesta sexta-feira; Credit Suisse vê piora operacional da companhia

Prepare o bolso

Petrobras diz que manterá ritmo de reajustes nos preços de combustíveis

Um executivo confirmou que não haverá mudanças na política de preços da estatal, que segue sem frequência definida

Educação

Ações da Cogna avançam, mesmo com prejuízo líquido de R$ 90,975 milhões no 1º trimestre

Confira outros destaques do balanço da empresa, que viu uma queda de 18,1% nos investimentos

Exile on Wall Street

As bolsas deixaram os fundamentos de lado esta semana — mas você não deve!

A semana é de resultados, mas não se fala em outra coisa a não ser na alta de juros, após reunião do Copom que levou a Selic para 3,5% ao ano. Além disso, a inflação americana, que veio acima da expectativa, elevou as estimativas de juros futuros nos Estados Unidos.  Com isso, mesmo empresas com […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies