Menu
2021-02-06T20:53:44-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
mudança na política de preços?

Petrobras amplia prazo para cálculo de paridade de combustível, diz agência

Medida, que vale para o diesel e a gasolina, seria uma tentativa de evitar transferir a volatilidade dos preços internacionais a consumidores

5 de fevereiro de 2021
18:00 - atualizado às 20:53
Petrobras
Imagem: shutterstock

A Petrobras ampliou o prazo para o cálculo de paridade internacional de preço dos combustíveis de três meses para um ano, disse a agência Reuters - que afirma ter ouvido fontes próximas ao assunto.

A medida, que vale para o diesel e a gasolina, seria uma tentativa de evitar transferir a volatilidade dos preços internacionais a consumidores. O Seu Dinheiro entrou em contato com a Petrobras. O espaço está aberto para manifestação.

Se confirmada, a mudança na política de preços acontece no mesmo dia em que o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, afirmou que o governo do presidente da República, Jair Bolsonaro, "nunca interferiu em preços ou atos internos da estatal".

As ações da Petrobras (PETR4) fecharam em alta de 0,69%, cotadas a R$ 29,02 e ficando bem abaixo das máximas do dia, que ficaram entre 3% e 4%. Veja nossa cobertura de mercados.

O que diz a Petrobras

Em comunicado, a Petrobras reafirmou que pratica preços alinhados à paridade de importação.

"No primeiro semestre de 2020, dada a alta significativa da volatilidade de preços de combustíveis, a Petrobras decidiu estender de trimestral para anual o período limite de apuração da aplicação da política de preços de combustíveis".

A estatal também disse que adota métricas de monitoramento de preços de curto prazo. "A prática de acompanhamento do alinhamento de preços está em vigor, mas pode ser alterada observando o melhor interesse dos seus acionistas".

"Desse modo, em dado trimestre os preços domésticos podem eventualmente se situar abaixo do preço de paridade de importação desde que essa diferença seja mais do que compensada nos trimestres seguintes."

Segundo a empresa, a medida não afetou o desempenho financeiro. "A companhia apresentou uma sólida performance nos nove primeiros meses de 2020, com forte geração de caixa operacional e redução de dívida bruta em meio a uma crise sem precedentes na indústria global de petróleo e gás natural".

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Denúncia a MP da eletrobras

Aeel protocola denúncia no TCU contra venda da Eletrobras por ferir Constituição

Em 28 páginas, a Aeel explica ao TCU cada artigo da Constituição que estaria sendo afrontado, e questiona a falta de transparência do processo.

Exile on Wall Street

Fusões e aquisições: Invista enquanto essas ações estão solteiras

Durmo muito mal. Cada hora é uma coisa. Quando não é a preocupação com a Covid, é o medo da inflação. Primeiro é a incerteza sobre o deal, depois o autoquestionamento sobre a capacidade de entregar o que me foi confiado. Como é duro conviver consigo mesmo. Nas últimas semanas, vivo uma mistura de empolgação […]

Dinheiro na conta

Construtora Even pagará R$ 40 milhões em dividendos aos acionistas

Incorporadora distribuirá proventos com base no resultado do primeiro trimestre de 2021 com base na posição acionária de 18 de junho

Mercados HOJE

Ibovespa fica instável e próximo do zero a zero antes das decisões de juros da Super Quarta

Os investidores adotam uma postura mais cautelosa enquanto ficam de olho no Fed e no Copom,

O melhor do seu dinheiro

De volta para o futuro com a Embraer, a expectativa para a Super Quarta, Eletrobras e outras notícias que mexem com seus investimentos

Diz a lenda que os produtores do filme De Volta para o Futuro recusaram uma oferta milionária da Ford para transformar a máquina do tempo em um Mustang. Mesmo sem receber um centavo, eles preferiram usar um DeLorean DMC-12, carro que teve menos de 10 mil unidades fabricadas e se tornou artigo de colecionador. Afinal, se você […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies