Menu
2021-01-20T18:33:43-03:00
Rafael Lara
Rafael Lara
Estudante de jornalismo na Faculdade Cásper Líbero de São Paulo. Trabalhou em empresas como: TV Gazeta, Suno Research e Portal iG.
Nocauteou

O Gambito da Netflix: ações da empresa sobem quase 17% após bons resultados do 4T20

As ações da empresa de streaming (NFLX) estão em forte alta nesta quarta-feira (20), após o resultado surpreendente do quarto trimestre de 2020, anunciado na última terça (19).

20 de janeiro de 2021
12:43 - atualizado às 18:33
Daniel_Johnny_Cobra_Kai
Johnny Lawrence X Daniel Larusso - Imagem: Reprodução/Netflix

Acerte primeiro, acerte forte, sem piedade. Este é o lema do dojô Cobra Kai, do clássico filme Karatê Kid e que dá nome para uma das séries mais badaladas do momento. Pressionada pelo aumento da concorrência, a Netflix parece ter seguido os mesmos preceitos do mestre Johnny Lawrence.

As ações da empresa de streaming (NFLX) fecharam em forte alta nesta quarta-feira (20), após o resultado surpreendente do quarto trimestre de 2020, anunciado na última terça (19).

Leia também:

As ações negociadas na Nasdaq (NFLX) subiram 16,85%, cotadas a US$ 586,34. Já seu BDR, negociado aqui na B3 (NFLX34), fechou em alta de 12,27% cotado a R$ 60,20.

Receita no 4T20 surpreende

A Netflix registrou lucro líquido de US$ 542,2 milhões no quarto trimestre de 2020, uma queda de 7,7% em relação a igual período de 2019. O lucro por ação diluído foi de US$ 1,19, inferior à expectativa de US$ 1,35 dos analistas ouvidos pelo FactSet.

No entanto, a receita do serviço de streaming somou US$ 6,6 bilhões entre outubro e dezembro do ano passado, uma alta de 21,5% na comparação com os três últimos meses do ano anterior.

O número de assinantes da Netflix no mundo teve um aumento líquido de 8,51 milhões no período, a 203,66 milhões, uma variação positiva de 21,9% na comparação com igual período de 2019.

"Somos imensamente gratos por, nestes tempos desafiadores, termos sido capazes de fornecer aos nossos membros em todo o mundo uma fonte de fuga, conexão e alegria enquanto continuamos a construir nosso negócio", diz um comunicado da empresa, em referência ao aumento da demanda por plataformas de streaming durante a pandemia de covid-19.

Goldman Sachs recomenda compra

O Goldman Sachs divulgou um relatório em que indica a compra das ações da Netflix, baseado no argumento de que "os investimentos maciços em conteúdo, o ecossistema de distribuição global e a melhoria da posição competitiva impulsionarão os resultados financeiros significativamente acima das expectativas". O preço-alvo, para as ações norte-americanas (NFLX), é de US$ 710.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Sem trégua

Brasil passa de 254 mil mortes por covid-19

Número de casos da doença supera a marca de 10,5 milhões

Estrada do futuro

Em breve, você ganhará dinheiro investindo em uma Mona Lisa

Recebíveis de tecnologia, obras de arte, criptomoedas… o mundo dos investimentos está mudando numa velocidade avassaladora. E pela primeira vez na história os investidores individuais estão fazendo parte dessa mudança

Orçamento em foco

Presidente da Câmara defende a desvinculação total do orçamento

Arthur Lira (PP-AL) rejeita tese segundo a qual desvinculação deixaria setores essenciais sem recursos

Liminar

Tribunal de Contas de São Paulo suspende leilão de linhas da CPTM

Leilão estava previsto para a próxima terça-feira

Contra a pandemia

Câmara dos EUA aprova pacote de US$ 1,9 trilhão

Projeto de lei segue agora para o Senado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies