Menu
2021-03-23T07:15:45-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
um respiro

IRB começa 2021 com aumento do lucro e do faturamento

Resseguradora registra lucro em janeiro, após 2020 marcado por prejuízo bilionário e fraudes contábeis e mentira envolvendo Warren Buffett

23 de março de 2021
7:15
Logo do IRB

Após amargar prejuízo de R$ 1,5 bilhão em 2020, em meio à descoberta da prática de fraudes contábeis em seus balanços, e ter seu nome envolvido na tentativa de realizar a versão tupiniquim do episódio “Gamestop”, o IRB Brasil (IRBR3) iniciou 2021 em tom mais positivo, registrando lucro e crescimento de faturamento.

A resseguradora informou na segunda-feira (22) à noite que, em janeiro, registrou lucro líquido de R$17,9 milhões ante um prejuízo líquido em janeiro de 2020 de R$132,0 milhões.

O resultado antes da incidência de impostos também foi positivo, em R$30 milhões, uma melhora ante o mesmo período do ano passado, quando apresentou resultado negativo de R$190,2 milhões.

Segundo o IRB, o desempenho de janeiro não foi prejudicado por eventos não recorrentes, o que permitiu que a companhia aproveitasse o aumento do faturamento.

Na ocasião, os prêmios emitidos pelo IRB, que representam seu faturamento bruto, totalizaram R$ 813,6 milhões, um crescimento 30% em base anual.

Do montante apurado em janeiro, R$ 463,8 milhões foram originados no Brasil e R$ 349,8 milhões no exterior, crescimento de 110,7%, e redução de 14%, respectivamente. No caso do exterior, o IRB informou que a queda está em linha com a estratégia de “focar em negócios, linhas e mercados que possam agregar valor”.

Já os prêmios ganhos, o faturamento de competência, somaram R$ 411 milhões, alta de 21% em base anual.

Ano duro e bizarro

O IRB teve um ano difícil. Enquanto as outras empresas tiveram que lidar com os efeitos da pandemia, a resseguradora teve que lidar com a descoberta de fraudes contábeis, reveladas pela gestora carioca Squadra. A situação envolveu até a bizarra mentira de que o bilionário americano Warren Buffett tinha participação na companhia.

Todo o episódio levou as ações do IRB a desabaram 80% na B3 no ano passado. E nisso surge o segundo “ponto alto” envolvendo a resseguradora – o movimento de um grupo de investidores para usar suas ações para replicar o caso “Gamestop” por aqui.

Para quem não se lembra, a “Gamestop” é uma varejista de jogos eletrônicos que passa por dificuldades financeiras e que viu suas ações dispararem no ano passado depois que um grupo de admiradores da rede reunidos em um fórum no site Reddit estimulou a compra das ações.

No caso do IRB, um grupo de investidores, principalmente pessoas físicas atraídas por fóruns de internet, decidiu criar um canal no Telegram para tentar especular com as ações da empresa. A resseguradora garantiu na ocasião que não tinha nenhum envolvimento ou ingerência nesse movimento.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Carteira digital

PicPay entra com pedido de IPO na Nasdaq

Aplicativo atingiu recentemente a marca de 50 milhões de usuários, mas crescimento veio acompanhado de um prejuízo de mais de R$ 800 milhões só no ano passado

Mercados hoje

Bolsas sobem em Nova York após dois dias de queda; índice de empresas brasileiras avança apesar do petróleo

Otimismo com retomada da economia norte-americana impulsiona bolsas. A maior surpresa do dia é o Nasdaq, que sobe mesmo com o peso das ações da Netflix

O varejo ferve

Renner mira compra da Dafiti com recursos da oferta de ações

Varejista anunciou captação de até R$ 6,5 bilhões na bolsa e pode usar os recursos para fazer uma proposta pelo e-commerce de moda

Pouso forçado

Demanda por voos deve encerrar o ano em menos da metade do nível pré-pandemia

O prejuízo total das companhias aéreas em 2021 deve ficar entre US$ 47 bilhões e US$ 48 bilhões, de acordo com a ação Internacional de Transporte Aéreo (Iata)

Agora vai?

Governo vai reduzir valor de arrecadação por áreas “micadas” do pré-sal em novo leilão

A arrecadação que o governo pretende receber pela exploração de dois campos do pré-sal foi reduzida em R$ 25,5 bilhões; novo leilão deve acontecer em dezembro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies