🔴 É HOJE! PLANO PRÁTICO PARA GERAR RENDA EM DÓLAR SERÁ REVELADO – VEJA COMO ACESSAR

Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
voltando ao normal?

IRB Brasil registra segundo mês consecutivo de lucro líquido

Ressegurador vai se reerguendo depois de 2020 difícil, marcado por prejuízo bilionário e fraudes contábeis

Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
22 de abril de 2021
9:16 - atualizado às 17:56
Tela de celular mostra logotipo do IRB Brasil RE com gráfico ao fundo
Imagem: Shutterstock

O IRB Brasil (IRBR3) segue demonstrando sinais de recuperação, registrando lucro pelo segundo mês seguido, ainda que o faturamento tenha recuado.

O ressegurador informou nesta quinta-feira (22) que fechou fevereiro com lucro líquido de R$ 20,8 milhões, ante um ganho de R$ 700 mil no mesmo período de 2020.

No acumulado do bimestre, o lucro líquido acumulado de R$ 38,8 milhões ante um prejuízo líquido no mesmo período de 2020 de R$ 131,3 milhões, sendo que no ano passado houve um ganho referente à venda de participação em shoppings centers no montante de R$ 169,4 milhões.

O desempenho representa um alívio para o IRB depois de um 2020 conturbado, marcado pela descoberta de fraude contábil, prejuízo bilionário e ver seu nome envolvido na tentativa de realizar a versão tupiniquim do episódio “Gamestop”.

A companhia está se recuperando, a ponto de a Susep, o órgão que regula do setor, ter encerrado o processo de fiscalização especial imposto por conta das fraudes contábeis.

Se reerguendo

A reestruturação iniciada em março do ano passado, com a chegada de Antônio Cássio dos Santos para ocupar o cargo de presidente do conselho de administração do IRB, começou a surtir efeitos na companhia.

O resultado antes da incidência de impostos foi positivo em fevereiro e no primeiro bimestre, em R$ 29,3 milhões e R$ 59,3 milhões, respectivamente. Em 2020, o desempenho em fevereiro havia sido negativo em R$ 8,7 milhões, com prejuízo de R$ 199 milhões nos primeiros dois meses daquele ano.

Os prêmios emitidos pelo IRB, que representam seu faturamento bruto, totalizaram R$ 528,6 milhões, queda de 12,3% em base anual. Deste total, o montante de R$ 255,8 milhões veio do Brasil e R$ 272,7 milhões do exterior, redução de 5,4% e 17,9%, respectivamente.

No bimestre, o prêmio emitido atingiu o montante de R$ 1,3 bilhão, crescimento de 9,2% em relação ao mesmo período de 2020, sendo R$ 719,7 milhões no Brasil e R$ 622,5 milhões no exterior, crescimento de 46,7% e redução de 15,7% respectivamente, em relação ao mesmo período de 2020.

“A redução no exterior está em linha com a estratégia de re-underwriting amplamente divulgada pela companhia”, diz trecho do comunicado.

Os prêmios ganhos, o faturamento de competência, somaram R$ 537,2 milhões em fevereiro, queda de 1,7% em base anual, e R$ 948,1 milhões no primeiro bimestre, alta de 7%.

O índice de sinistralidade, calculado pela divisão entre as despesas de sinistros e prêmio ganho, foi de 70,7% em fevereiro, equivalente a uma despesa de sinistro de R$ 379,6 milhões.

No acumulado dos dois primeiros meses do ano, o índice de sinistralidade foi de 70,6%, equivalente a uma despesa de sinistro de R$ 669,6 milhões.

Compartilhe

MAIS UM CAPÍTULO DA NOVELA

Petrobras (PETR4): dividendos comprometidos… de novo? O pagamento de R$ 19,8 bilhões à Receita que pode cortar a remuneração extra aos acionistas

17 de junho de 2024 - 20:09

Cálculos da própria estatal mostram que o impacto após os efeitos tributários será de R$ 11,87 bilhões no lucro líquido do segundo trimestre de 2024

É TUDO CULPA DA IA

Nem Japão, nem Cingapura: o país asiático que está se tornando a nova potência em data centers e já atraiu bilhões de big techs como Google e Microsoft

17 de junho de 2024 - 20:00

Uma cidade com quase 800 mil habitantes se tornou um dos principais destinos dos investimentos bilionários de grandes empresas de tecnologia em centros de dados

ATENÇÃO, ACIONISTA!

Dividendos e JCP: Itaúsa anuncia provento bilionário e Cemig (CMIG4) marca data do pagamento; confira os detalhes

17 de junho de 2024 - 19:15

O valor total de Juros sobre Capital Próprio e dividendos a ser pago pelas duas empresas ultrapassa R$ 3 bilhões

TECH EM FOCO

A bateria do iPhone finalmente vai melhorar? Fornecedora da Apple desenvolve bateria revolucionária — e segura —, que promete armazenar mais energia

17 de junho de 2024 - 18:29

As chamadas solid-state battery são consideradas a nova fronteira da tecnologia, ao menos no ramo de capacitância

AS RAINHAS DOS PROVENTOS

Dinheiro no bolso: As 7 ações que prometem pagar os melhores dividendos na visão do Itaú BBA

17 de junho de 2024 - 17:00

O Índice Dividendos (IDIV) do banco, que superou o Ibovespa, tem empresas de serviços públicos essenciais e de construção entre os setores de destaque

BATALHA DAS CONSTRUTORAS

Meus dividendos, minha vida: Bank of America escolhe ação favorita entre Cury (CURY3) e Direcional (DIRR3) e prevê proventos robustos para a top pick

17 de junho de 2024 - 16:35

O banco atualizou seus números para incorporar o crescimento recente do programa habitacional e o otimismo dos analistas com as construtoras de baixa renda

PAPEL QUE RELUZ

Ouro nas alturas: Metal precioso já subiu 15% em 2024 e valorização abre oportunidade para se tornar sócio desta gigante da mineração

17 de junho de 2024 - 16:16

Segundo o BTG Pactual, este é o “tão esperado ponto ideal” para quem quer se tornar sócio desta mineradora canadense; descubra qual é o papel

DIREITOS TRABALHISTAS

Vale (VALE3) consegue aval da Justiça para sair da “lista suja” do trabalho escravo — pelo menos por enquanto

17 de junho de 2024 - 10:16

A mineradora foi incluída no cadastro de trabalho escravo devido a uma situação ocorrida em fevereiro de 2015 com uma de suas contratadas em Minas Gerais; entenda a situação

PAPÉIS NO VERMELHO

Ficou barato? Cogna (COGN3) lança programa de recompra após ações perderem metade do valor na B3

17 de junho de 2024 - 9:59

De olho na maximização do retorno dos acionistas, a companhia de educação decidiu tirar 44,2 milhões de papéis de circulação do mercado

O SEGREDO DO SUCESSO

Jensen Huang: como um jardineiro ajudou o dono da Nvidia (NVDC34) a manter a gigante dos chips de pé

16 de junho de 2024 - 16:57

Sob a liderança de Huang, a Nvidia se tornou na semana passada uma das poucas empresas do mundo a ultrapassar o valor de mercado de US$ 3 trilhões

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar