🔴 ESTA CRIPTOMOEDA DISPAROU 4.200% EM 2 DIAS – VEJA SE VALE INVESTIR

Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
ano gordo na bolsa

IPOs não param: Mosaico levanta R$ 1,2 bilhão e Mobly arrecada R$ 812 milhões

No final do ano passado, na fila para abertura de capital, havia quase 50 companhias com documentação entregue à CVM

Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
4 de fevereiro de 2021
10:27 - atualizado às 11:26
Ilustração relaciona IPO a casamento
IPO representa uma espécie de "casamento" das empresas com investidores na bolsa - Imagem: Pomb

O mercado de ofertas públicas iniciais de ações (IPO, na sigla em inglês) está quente neste começo de 2021, com mais duas empresas prontas para estrearem na B3: a Mosaico e a Mobly.

A Mosaico, dona dos serviços de comparativos de preços Zoom, Buscapé e Bondfaro, estabeleceu na quarta-feira (3) o preço dos papéis em R$ 19,80, movimentando um total de R$ 1,2 bilhão, segundo dados no site da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

A operação constituiu na distribuição primária (em que os recursos vão para o caixa da companhia) de 29.220.780 ações, somando R$ 578,6 milhões, e de uma oferta secundária (quando os acionistas vendem participação) de 32.142.862 papéis, totalizando R$ 636,4 milhões.

A oferta foi coordenada por BTG Pactual em conjunto com Itaú BBA, J. P. Morgan, XP Investimentos e Goldman Sachs.

A Mosaico pretende usar 15% do valor da oferta para quitar o financiamento usado na compra do Buscapé e o restante em investimentos para ampliar a participação no mercado.

As ações estreiam na sexta-feira (5) na B3, com o código “MOSI3”. Elas estarão listadas no Novo Mercado, segmento mais elevado de governança da Bolsa.

Mobly

Já o IPO da loja online de móveis Mobly movimentou um total de R$ 812 milhões, depois que as ações foram precificadas em R$ 21,00, de acordo com as informações disponibilizadas no site da CVM.

O valor ficou na parte de cima da faixa indicativa de preço, que ia de R$ 17,00 a R$ 23,50. A oferta era basicamente primária, com a distribuição de de 37.037.038 ações.

Fundada em 2011, a Mobly possui cerca de 925 mil usuários ativos. No mundo físico possui duas megastores. Contando com elas, possui, no total, 11 lojas físicas.

Nos nove primeiros meses do ano, a receita líquida da empresa cresceu 50% e atingiu R$ 420,8 milhões. As pessoas em casa, muitas de home office, buscaram pequenas mudanças em suas casas. A empresa tenta evidenciar seu perfil "tech".

As ações também estreiam amanhã na B3, com o código "MBLY3". A operação foi coordenada por Morgan Stanley, Bradesco BBI, Itaú BBA e Goldman Sachs.

Começo de ano movimentando

Depois de um 2020 surpreendente, em que muitas companhias optaram por abrir capital mesmo diante das difíceis condições dos mercados, 2021 mantém essa toada. No final do ano passado, na fila para abertura de capital, havia quase 50 companhias já com documentação entregue à CVM.

Logo no começo de 2021, três companhias estrearam na B3 – HBR Realty (HBRE3), Vamos (VAMO3) e Espaçolaser (ESPA3).

E hoje está prevista a estreia da Intelbras (INTB3) no mercado. Uma das maiores fabricantes de câmeras e equipamentos de segurança eletrônica e comunicação do Brasil, a companhia levantou um total de R$ 1,3 bilhão com sua oferta, que foi concluída na noite de terça-feira (2).

Compartilhe

ATENÇÃO, INVESTIDOR

Dividendos: Banco do Brasil (BBAS3) anuncia R$ 1,1 bilhão em JCP — em proventos antecipados do 2T24

24 de maio de 2024 - 18:52

Para ter direito à remuneração, é necessário possuir ações do BB até o fim do pregão de 23 de junho

TRAGAM A COROA

Tchau, Itaú (ITUB4): Nubank (ROXO34) se torna o banco mais valioso da América Latina pela primeira vez em dois anos

24 de maio de 2024 - 17:24

Atualmente, o banco digital é avaliado em US$ 56,19 bilhões, equivalente a R$ 290,52 bilhões nas cotações atuais

DONA DO CHATGPT

De demissões a polêmicas em Hollywood: por que a gestão de Sam Altman à frente da OpenAI vem sendo alvo de críticas

24 de maio de 2024 - 16:24

Desde que recuperou o trono de CEO em novembro, Sam Altman viu a empresa que fundou adentrar uma nova onda de intrigas — incluindo uma controvérsia com a atriz Scarlett Johansson e acordos altamente restritivos com antigos funcionários

APERTO DE MÃOS

Azul (AZUL4) e Gol (GOLL4) anunciam acordo de cooperação para ‘mesclar’ malhas aéreas em meio a rumores de fusão das empresas

24 de maio de 2024 - 8:34

Entre as novas rotas compartilhadas, os clientes terão à disposição também oportunidades mais convenientes de conexão

UMA BATALHA DE GIGANTES

Mercado Livre quer se tornar maior banco digital do México — mas expansão do Nubank pode atrapalhar os planos

23 de maio de 2024 - 20:04

O banco do cartão roxo liderou a adição de usuários ativos mensais (MAU) no país, de acordo com relatório do Bank of America

UM AUXÍLIO PARA A DANÇA DAS CADEIRAS

Vale (VALE3) contrata consultoria internacional para seleção de novo CEO e dá mais um passo no processo de sucessão do comando

23 de maio de 2024 - 19:22

A escolhida para assessorar o conselho de administração na busca foi a Russell Reynolds, que entregará uma lista de três possíveis nomes para o cargo ao CA

Mais uma espera

Americanas (AMER3) adia novamente a divulgação dos balanços de 2023 e do primeiro trimestre de 2024

23 de maio de 2024 - 19:13

Previsão da empresa era divulgar seus números em 28 de maio, mas investigação de comitê independente ainda não terminou

NOVAS ESTRUTURAS?

Sanepar (SAPR11) estuda criar holding e outras empresas para segregar negócios; entenda

23 de maio de 2024 - 18:46

O levantamento será elaborado pela Fundação Instituto de Administração (FIA), que terá um prazo de 240 dias para concluir os trabalhos

CHUVA DE PROVENTOS?

Petrobras (PETR4) é a segunda empresa que mais pagou dividendos no 1T24 apesar da polêmica com governo; saiba quem foi a campeã

23 de maio de 2024 - 16:15

Entre janeiro e março deste ano, a estatal depositou um total de US$ 2,03 bilhões em remuneração aos acionistas; veja a lista completa

PAPEL FICOU BARATO?

XP quer recomprar até R$ 1 bilhão em ações após papéis despencarem 14% com o balanço do 1T24

23 de maio de 2024 - 13:28

O conselho de administração da companhia aprovou um programa de recompra de ações de papéis classe A no mercado norte-americano

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar