Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-02-02T07:04:31-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
DINHEIRO NO BOLSO

Após balanço de 2020, Itaú Unibanco vai pagar mais R$ 1,3 bi a acionistas

Considerando os dividendos e JCP previamente pagos, banco vai distribuir o equivalente a 25% do lucro líquido de 2020

2 de fevereiro de 2021
7:04
Agência do Itaú
Imagem: Shutterstock

Junto com os resultados de 2020, o Itaú Unibanco (ITUB4) anunciou na segunda-feira (1º) à noite que vai repassar R$ 1,3 bilhão aos seus acionistas, o equivalente a R$ 0,1394 por ação, líquidos de impostos.

Segundo o comunicado do banco, o conselho de administração irá declarar a forma como essa distribuição será feita – dividendos ou juros sobre o capital próprio (JCP) – em uma próxima reunião, mas a data do pagamento já está definida – ela acontecerá em 12 de março, tendo como base de cálculo a posição acionária final registrada no dia 25 de fevereiro.

O conselho de administração do Itaú Unibanco aprovou, ainda, que os JCP declarados em 26 de novembro, no valor líquido de R$ 0,054366 por ação, e em 14 de janeiro, no valor líquido de R$ 0,042636 por ação, também serão pagos em 12 de março.

De acordo com o banco, considerando os dividendos e JCP previamente pagos e os que ainda vai pagar, o montante que os acionistas receberão totalizará R$ 0,4614 por ação (líquido de imposto de renda), perfazendo R$ 4,5 bilhões.

“O valor distribuído equivale a 25% do lucro líquido do Itaú Unibanco Holding no exercício de 2020”, diz trecho do comunicado.

Provisões pesadas

O Itaú Unibanco registrou lucro líquido recorrente de R$ 18,536 bilhões em 2020. Parece bom, mas trata-se de uma queda de 34,6% em relação ao ano anterior.

O resultado do banco foi bastante afetado pela pandemia de covid-19, que forçou a formação de bilhões de reais em provisões para fazer frente a possíveis calotes de clientes.

No quarto trimestre, o lucro do maior banco privado brasileiro atingiu R$ 5,388 bilhões, um recuo de 26,1% na comparação com o mesmo período de 2019. O resultado ficou pouco abaixo das expectativas do mercado de R$ 5,440 bilhões.

O resultado contábil — que inclui a receita com a XP mas também outros gastos como a doação de quase R$ 1 bilhão feita pelo banco para o tratamento da covid-19 — foi de R$ 7,592 bilhões no quarto trimestre e de R$ 18,909 bilhões em 2020.

O lucro menor também derrubou a rentabilidade do Itaú, de 23,7% em 2019 para 14,5% no ano passado.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Antiga InfraCo

Unidade de fibra ótica da Oi (OIBR3) muda de nome para V.tal e sonha com IPO

O novo ativo já nasce com a maior infraestrutura de fibra ótica do Brasil e deve receber cerca de R$ 30 bilhões em investimentos nos próximos quatro anos

sinal verde

Câmara aprova texto-base de projeto que abre caminho para venda dos Correios; veja os próximos passos para a privatização

Aprovação do projeto representa uma vitória para a agenda de privatizações do governo Bolsonaro, mas acontece sob críticas da oposição

no prelo

Biografia: autor de livro sobre Steve Jobs escreverá sobre Elon Musk

Segundo o bilionário, o autor Walter Isaacson o seguiu por vários dias para recolher material para o novo livro

ONDE INVESTIR EM AGOSTO

Onde investir em agosto de 2021: ações de tecnologia, o coração do bitcoin e um combo de ‘retorno absoluto’; veja recomendações

O CIO da Vitreo, Jojo Wachsmann, separou as três melhores pedidas para investidores no mês de agosto; Confira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies