';

🔴 O ‘NOVO PETRÓLEO’ FOI ENCONTRADO E JÁ É MOTIVO DE DISPUTA NO MUNDO — DESCUBRA AQUI

Cotações por TradingView
2021-07-19T12:49:08-03:00
Estadão Conteúdo
Números do varejo

Vendas do Comércio crescem 10,1% no 1º semestre, diz Serasa Experian

Foi a maior expansão semestral do indicador desde 2010. Nos seis primeiros meses do ano passado, o índice registrou queda de 15,7% em relação ao mesmo período de 2019

19 de julho de 2021
12:49
Comércio (1)
Imagem: Shutterstock

As vendas do varejo físico brasileiro cresceram 10,1% no primeiro semestre de 2021 em relação a igual período de 2020, segundo o Indicador de Atividade do Comércio (IAC) do Serasa Experian.

Foi a maior expansão semestral do indicador desde 2010. Nos seis primeiros meses do ano passado, o índice registrou queda de 15,7% em relação ao mesmo período de 2019.

"É preciso levar em consideração que a alta observada é uma recuperação parcial, pois não compensa a queda expressiva relacionada à pandemia em 2020", avalia Luiz Rabi, economista da Serasa Experian, em nota.

"Os números do acumulado de janeiro a junho de 2021 poderiam estar melhores, mas a segunda onda de covid-19 e as restrições de funcionamento impostas ao varejo impactaram a retomada."

O setor de móveis, eletrodomésticos, eletroeletrônicos e informática foi o destaque da primeira metade do ano, com expansão de 13,6%, após retração de 18,6% em igual período de 2020.

Também registraram crescimento os supermercados, hipermercados, alimentos e bebidas (10,7%, ante -9,2%), veículos, motos e peças (12,1%, de -20,7%) e material de construção (12,1%, ante -14,8%).

Na outra ponta, o Serasa Experian calcula queda das vendas de dois setores do varejo. Tecidos, vestuário, calçados e acessórios tiveram contração de 6,5% no primeiro semestre do ano, após cederem 19,9% em igual período de 2020. Os combustíveis e lubrificantes também registraram retração, de 3,5%, após caírem 10,1% no primeiro semestre do ano passado.

Junho

O IAC avançou 1,1% na margem em junho, uma desaceleração em relação à alta de 3,6% apurada em maio. Na leitura mensal, o índice registrou arrefecimento das taxas de supermercados, hipermercados, alimentos e bebidas (1,7% para -2,0%), material de construção (2,4% para -0,4%) e veículos, motos e peças (2,8% para 2,6%).

Outros três setores do varejo tiveram aceleração das vendas no período: móveis, eletrodomésticos, eletroeletrônicos e informática (0,8% para 2,3%), combustíveis e lubrificantes (-6,8% para 2,7%) e tecidos, vestuário, calçados e acessórios (3,2% para 30,9%).

"Com o alto nível de desemprego e a diminuição do auxílio emergencial, as pessoas ainda estão seguindo o modelo de consumo por necessidade, o que afeta as vendas do varejo. A alta expressiva do setor de Tecidos, Vestuários, Calçados e Acessórios pode estar ligada ao período de frio iniciado em Junho, que reforçou a demanda por esses itens", avalia Rabi.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

DIAS 28 E 29

Lula tem fim de semana com folga na agenda, #TBT e Kid Bengala no site do PT

29 de janeiro de 2023 - 15:09

Única perturbação ao fim de semana de Lula parece ter sido a invasão do site do PT por hackers, na madrugada de domingo

JÁ É RECORDE NA AUSTRÁLIA

Quase bilionário, Djokovic iguala recorde de Rafa Nadal em Grand Slams

29 de janeiro de 2023 - 11:18

Djokovic dá a volta por cima, vence mais uma final na Austrália e chega à marca de 22 conquistas de Grand Slam na carreira

FIM DE SEMANA EM CRIPTO

Bitcoin (BTC) firma-se acima dos US$ 23 mil com investidores de olho no Fed

29 de janeiro de 2023 - 9:32

Depois de passar o sábado sem estabelecer uma direção clara, o bitcoin amanheceu no azul hoje, com alta de quase 2% nas últimas 24 horas

ANOTE NO CALENDÁRIO

Agenda econômica: a primeira super-quarta do ano trará decisões de juros no Brasil e nos EUA; BCE também se reúne

29 de janeiro de 2023 - 8:11

O Copom, o Fed, o Banco Central Europeu (BCE) e o Banco da Inglaterra (BoE) definem suas novas taxas de juros; dados do mercado de trabalho nos EUA também estarão no radar

LOTERIAS

Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 115 milhões; Lotofácil tem 3 ganhadores

29 de janeiro de 2023 - 7:49

Enquanto a Lotofácil segue fazendo a alegria dos apostadores, Mega-Sena está acumulada desde o sorteio da virada

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies