Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-07-05T10:29:59-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Boletim focus semanal

Projeção para inflação sobe e fica mais distante da meta, segundo Boletim Focus

Os economistas do mercado financeiro alteraram a previsão para o IPCA , de alta de 5,97% para 6,07%

5 de julho de 2021
10:23 - atualizado às 10:29
Focus (1)
Imagem: Shutterstock

Boletim Focus, divulgado semanalmente pelo Banco Central (BC), elevou as projeções para inflação, distanciando-a ainda mais da meta.

Os economistas do mercado financeiro alteraram a previsão para o IPCA - o índice oficial de preços - este ano, de alta de 5,97% para 6,07%. Há um mês, estava em 5,44%. A projeção para o índice em 2022 foi de 3,78% para 3,77%. Quatro semanas atrás, estava em 3,70%.

O relatório Focus trouxe ainda nesta segunda-feira, 5, a estimativa para o IPCA em 2023, que seguiu em 3,25%. No caso de 2024, a expectativa permaneceu em 3,25%. Há quatro semanas, essas projeções eram de 3,25% para ambos os casos.

A expectativa dos economistas para a inflação já está bem acima do teto da meta de 2021, de 5,25%. O centro da meta para o ano é de 3,75%, sendo que a margem de tolerância é de 1,5 ponto (de 2,25% a 5,25%).

A meta de 2022 é de 3,50%, com margem de 1,5 ponto (de 2,00% a 5,00%), enquanto o parâmetro para 2023 é de inflação de 3,25%, com margem de 1,5 ponto (de 1,75% a 4,75%). Já para 2024 a meta é de 3,00%, com margem de 1,5 ponto (de 1,5% para 4,5%).

Crescimento da economia

A expectativa para a economia este ano passou de alta de 5,05% para elevação de 5,18%. Há quatro semanas, a estimativa era de 4,36%. Para 2022, o mercado financeiro alterou a previsão do PIB (Produto Interno Bruto) de expansão de 2,11% para 2,10%. Quatro semanas atrás, estava em 2,31%.

No Focus divulgado nesta segunda-feira, 5, a projeção para a produção industrial de 2021 foi de alta de 6,23% para 6,30%. Há um mês, estava em elevação de 6,10%. No caso de 2022, a estimativa de crescimento da produção industrial passou de 2,36% para 2,25%, ante 2,40% de quatro semanas antes.

A pesquisa Focus mostrou ainda que a projeção para o indicador que mede a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB para 2021 seguiu em 61,60%. Há um mês, estava em 62,48%. Para 2022, a expectativa passou de 63,40% para 63,60%, ante 64,40% de um mês atrás.

Déficit primário

A relação entre o déficit primário e o PIB este ano foi de 2,50% para 2,39%. No caso de 2022, seguiu em 1,65%. Há um mês, os porcentuais estavam em 2,85% e 1,90%, respectivamente.

Já a relação entre déficit nominal e PIB em 2021 foi de 6,81% para 6,55%, conforme as projeções dos economistas do mercado financeiro. Para 2022, passou de 6,50% para 6,20%. Há quatro semanas, estas relações estavam em 7,10% e 6,55%, nesta ordem.

O resultado primário reflete o saldo entre receitas e despesas do governo, antes do pagamento dos juros da dívida pública. Já o resultado nominal reflete o saldo já após as despesas com juros.

Balança comercial

Os economistas do mercado financeiro alteraram a projeção para a balança comercial em 2021, de superávit comercial de US$ 68,80 bilhões para US$ 68,41 bilhões. Um mês atrás, a previsão era de US$ 68,00 bilhões. Para 2022, a estimativa de superávit foi de US$ 60,00 bilhões para US$ 60,20 bilhões. Há um mês, estava em US$ 60,35 bilhões.

No caso da conta corrente do balanço de pagamentos, a previsão contida no Focus para 2021 passou de déficit de US$ 0,27 bilhão para déficit de US$ 0,41 bilhão, ante US$ 1,08 bilhão de um mês antes. Para 2022, a projeção de rombo foi de US$ 18,51 bilhões para US$ 16,00 bilhões. Um mês atrás, o rombo projetado era de US$ 18,60 bilhões.

Para os analistas consultados semanalmente pelo BC, o ingresso de Investimento Direto no País (IDP) será suficiente para cobrir o resultado deficitário nestes anos. A mediana das previsões para o IDP em 2021 foi de US$ 58,00 bilhões para US$ 55,50 bilhões. Há um mês, estava em US$ 57,65 bilhões. Para 2022, a expectativa foi de US$ 67,95 bilhões para US$ 69,00 bilhões, ante US$ 65,70 bilhões de um mês antes.

Selic

Os economistas do mercado financeiro mantiveram suas projeções para a Selic (a taxa básica da economia) no fim de 2021, mas alteraram os cálculos para 2022.

A previsão neste ano seguiu em 6,50% . Há um mês, estava em 5,75%. No caso de 2022, a projeção foi de 6,50% para 6,75% ao ano, ante 6,50% de um mês antes. Para 2023, seguiu em 6,50%, igual a quatro semanas atrás. Para 2024, permaneceu em 6,50%, o mesmo patamar de um mês atrás.

Câmbio

Houve uma redução na projeção do mercado em relação ao câmbio. De acordo com as estimativas publicadas no relatório semanal, o câmbio deverá ficar em R$ 5,04 ante R$ 5,10 da semana anterior. Há um mês, a previsão era que o dólar ficaria em R$ 5,30.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Mais uma empreitada

Do espaço para as fazendas: Elon Musk consegue licença para oferecer internet via satélite no Reino Unido

A Starlink, segundo informações do jornal Telegraph, quer chegar a regiões onde a cobertura por fibra e 5G não alcançam, e tem planos mais ambiciosos

Leão faminto

Carga pesada: Impostômetro atinge a marca de R$ 1,5 trilhão

Monitoramento da Associação Comercial de São Paulo mostra que, no ano passado, marca foi atingida somente no dia 28 de setembro

Muita calma nessa hora

Tem Vale Gás? Petrobras diz que não há definição sobre participação em programas sociais

Manifestação vem depois que o presidente Jair Bolsonaro disse em entrevista que a estatal tem R$ 3 bilhões em reservas para custear ajuda

Clube do Livro

Batalhas sem arma: Em “Cripto Wars”, Jim Rickards explica guerras cambiais e agora, com criptomoedas

Autor, conhecido também por suas previsões certeiras sobre o bitcoin, fala de como a tecnologia mudou as estratégias financeiras dos países

RUMO AO MILHÃO

O primeiro e mais importante investimento para quem atingir o primeiro milhão (ou ir além)

Por mais que você busque o conforto e a segurança de uma promessa de retorno garantido, digo, com convicção, que o único investimento com retorno garantido em longo prazo é aquele feito em educação

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies