Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-07-02T14:11:57-03:00
Estadão Conteúdo
debate esquenta

Irlanda pode atrapalhar planos de alíquota mínima para imposto corporativo global

Negociações em Bruxelas devem ser acirradas, já que a aprovação de uma nova legislação tributária depende de unanimidade por todos os membros da União Europeia

2 de julho de 2021
14:11
Dividendos, imposto de renda, tributação, reforma, paulo guedes
Imagem: Shutterstock

Após anúncio de um acordo entre 130 países para revisar regras fiscais para companhias globais, a resistência da Irlanda pode atrapalhar os planos.

Entre as medidas anunciadas pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), que coordena as negociações, estaria a determinação de uma alíquota mínima de 15%.

A posição de Dublin, portanto, não surpreende, uma vez que defende vigorosamente, há anos, seu regime de impostos corporativos de 12,5%.

As negociações em Bruxelas devem ser acirradas, já que a aprovação de uma nova legislação tributária depende de unanimidade por todos os membros da União Europeia.

Além de poder impedir a mudança, a Irlanda ainda conta com Hungria e Estônia como companheiras resistentes. Nos Estados Unidos, o debate também não deve ser fácil.

A decisão de Dublin é de extrema importância porque o país conta com a base estrangeira da maior parte das grandes empresas de tecnologia americanas. Apple, Alphabet (dona da Google), Facebook e Microsoft são taxadas no país, enquanto a Amazon fica em Luxemburgo.

A ira internacional sobre evasão fiscal agressiva se concentrou nessas gigantes. Com o acordo da OCDE, espera-se que as empresas paguem cerca de US$ 100 bilhões a mais por ano.

O trato certamente é um passo significativo em um longo caminho, mas ainda existem muitos obstáculos. Apesar da última demonstração de unidade transatlântica, as empresas e os investidores podem esperar por mais alguns anos de incerteza.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

RAIO-X NA CRIPTO

Solana (SOL): De queridinha do mercado à queda de quase 50%; o que está por trás do ‘apagão’ da blockchain da criptomoeda?

A rede vem sofrendo diversos ataques hackers, o que fez as transações ficarem tão lentas a ponto dos investidores acharem que a blockchain estava fora do ar

ACORDO BILIONÁRIO

Embraer (EMBR3) recebe encomenda de aeronaves de mais de R$ 21 bilhões da norte-americana Azorra

Com a entrega dos modelos em 2023, o portfólio da Azorra passará a ter 41 aeronaves da Embraer

PREPARE O BOLSO

O IPTU 2022 ficou mais caro em SP — veja até quando é possível pagar com desconto os boletos que chegam a partir de hoje

O prazo máximo para quitar o imposto varia de acordo com a data limite de recebimento dos boletos, que chegarão entre hoje e 18/02

Novo flerte?

Acionista da Aliansce vai ao “shopping” da bolsa e compra 5,76% da BR Malls após empresa rejeitar fusão

Fundo canadense CPPIB, que integra o bloco de controle da Aliansce Sonae, agora também é acionista relevante da brMalls

BLINK!

Vender Nubank (NUB33)? O que esperar do IPO da Creditas? Eleições 2022? Bitcoin (BTC) ou Microcoins? Saiba sobre esses assuntos e muito mais no BLINK!

Felipe Miranda, estrategista-chefe e CIO da Empiricus, responde às perguntas dos seus seguidores, acompanhe

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies