2021-10-12T14:29:40-03:00
inflação pesou

FMI reduz estimativa para o PIB brasileiro; veja as apostas da instituição para o crescimento nos próximos anos

O FMI fez poucos comentários sobre a evolução da economia do Brasil, mas destacou que suas estimativas consideram a conformidade com o teto de gastos

12 de outubro de 2021
14:29
O IBC-Br, uma prévia do PIB, recuou 0,27% frente as projeções de queda de 0,30% - Imagem: Shutterstock

Na contramão das previsões para outros países exportadores de commodities, o Fundo Monetário Internacional (FMI) reduziu a projeção de crescimento do Brasil para 2021. A inflação pesou sobre a estimativa, que passou dos 5,3% divulgados em julho para 5,2%, de acordo com o relatório Perspectiva Econômica Mundial.

A organização prevê que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subirá 7,7% neste ano, acima dos 4,6% informados anteriormente. Já em 2022 a medida oficial da inflação no Brasil deverá ficar em 5,3%, projeção também superior aos 4% estimados há seis meses.

De volta ao Produto Interno Bruto (PIB), a revisão para baixo foi ainda maior na estimativa para 2022, que era de 1,9% e agora está em apenas 1,5%. Considerando o cenário além do curto prazo, para 2026 o FMI prevê uma alta de 2,1% do indicador.

De acordo com o teto

Além do crescimento econômico, o FMI também divulgou a projeção para a taxa de desemprego brasileira. As estimativas recuaram de 14,5% para 13,8% em 2021 e de 13,2% para 13,1% no próximo ano.

O FMI fez poucos comentários sobre a evolução da economia do Brasil, mas destacou que suas estimativas para as contas públicas refletem anúncios de políticas pelo governo realizados em maio deste ano e consideram também a "conformidade total com o teto constitucional de gastos".

A instituição apontou ainda que premissas para a política monetária no País "são consistentes com a convergência da inflação em direção ao centro da meta no final de 2022". O Fundo citou que as ações do Banco Central "mudaram para uma postura menos acomodatícia desde o final de 2021", o que também ocorreu no Chile, México e Rússia.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

ACIONISTAS FELIZES

‘Sextou’ com dividendos: Raia Drogasil (RADL3) e MRS Logística (MRSA3B) anunciam R$ 201 milhões em proventos

Ambas as companhias detalharam o valor por ação, a data de corte para receber os proventos e quando o dinheiro deverá cair na conta dos acionistas

FECHAMENTO DA SEMANA

Em semana de alta volatilidade, Ibovespa pega carona com PEC dos precatórios e sobe 2,78%; dólar também avança, mas juros passam por alívio

Variante ômicron, PEC dos precatórios e o futuro da política monetária americana dominaram a semana do Ibovespa

Evergrande vende parte de suas ações de empresa de tecnologia e obtém US$ 145 mi

O grupo chinês da Evergrande levantou cerca de US$ 145 milhões nos últimos dias com a venda de parte de suas ações em uma produtora de filmes e empresa de mídia na internet, a HengTen Networks. Assim, a gigante imobiliária vendeu cerca de 5,7% das ações da HengTen Networks e junta mais dinheiro à medida […]

Aperto monetário

Copom deve elevar Selic para 9,25% ao ano na próxima semana, aposta JP Morgan

Para o banco, a queda de 0,1% do PIB do terceiro trimestre e o avanço da PEC dos precatórios no Congresso fizeram com que as estimativas convergissem para a manutenção do ritmo de alta de 1,5 ponto

Intervenção estatal

Sob risco de novo calote, governo chinês envia ‘socorro administrativo’ para Evergrande

O movimento ocorre após a gigante imobiliária alertar que corria o risco de não cumprir mais uma grande obrigação financeira