Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-10-13T16:19:46-03:00
Larissa Vitória
Início do fim

Bolsas de NY tentam firmar ganhos após sinais que redução de estímulos pode começar no próximo mês; veja o ritmo proposto para o tapering

Apesar de não definir um dia no calendário para o acionamento do freio na compra de ativos, a ata do encontro mais recente do Fed deixa claro que o movimento deve começar em breve

13 de outubro de 2021
16:02 - atualizado às 16:19
federal reserve bola de cristal
Imagem: Montagem Andrei Morais/Shutterstock

Após as últimas reuniões do Comitê Federal de Mercado Aberto do Federal Reserve (Fomc, na sigla em inglês), o mercado financeiro tem ficado sempre com a mesma dúvida na cabeça: quando o processo de redução dos estímulos — o famoso “tapering” — irá começar?

Apesar de não definir um dia no calendário para o acionamento do freio na compra de ativos, a ata do encontro mais recente do Fed, divulgada nesta terça-feira (13), deixa claro que o movimento deve se iniciar em breve.

Com a sinalização, as bolsas norte-americanas tentam se firmar no campo positivo e o Ibovespa — que abriu o dia em alta firme — segue anotando ganhos hoje. Veja como se comportam, por volta das 16h, os principais índices acionários do Brasil e Estados Unidos:

  • Ibovespa: +1,29%;
  • Dow Jones: -0,07%;
  • S&P 500: +0,19%;
  • Nasdaq: +0,60%.

Já o dólar à vista, que abriu o dia em alta, inverteu o sinal e agora recua 0,33%, a R$ 5,5191. Confira a nossa cobertura completa de mercados.

Na coletiva após a decisão sobre os juros de setembro, o presidente da instituição, Jerome Powell, já havia indicado que o anúncio do tampering pode vir na próxima reunião, em novembro. Para os dirigentes, caso isso ocorra, o processo pode começar em meados do próximo mês ou dezembro.

O documento mostra ainda que, de acordo uma pesquisa com participantes do mercado, cerca de metade dos entrevistados vê dezembro como a data mais provável para o início da redução do ritmo de compras.

Ritmo do tapering

Apesar de não assinalar uma data exata, os participantes do comitê iniciaram na última reunião as discussões sobre como deverá ser o ritmo da redução de compra de ativos.

Uma trajetória ilustrativa do processo foi apresentada. Segundo a ata, se esse caminho for seguido e o tapering iniciado no final deste ano, o Fed encerraria os estímulos em meados de 2022.

A proposta prevê reduções mensais de US$ 10 bilhões na compra de títulos do Tesouro norte-americano e US$ 5 bilhões em títulos lastreados em hipotecas. Atualmente, o Fed compra US$ 120 em títulos por mês.

Ainda de acordo com o documento, no geral, os dirigentes apontaram que o plano “forneceu um caminho direto e modelo que os formuladores de políticas podem seguir”. Apesar disso, vários participantes ressaltaram que preferem seguir com um ritmo mais rápido de “tapering”.

Decisão importante

Vale destacar que a política de compra de ativos é considerada uma ferramenta importante contra os efeitos econômicos da pandemia, auxiliando no funcionamento dos mercados e apoiando o fluxo de crédito para famílias e negócios.

Por isso, o banco central dos EUA condicionou o fim dos estímulos ao “progresso substancial” rumo às metas de inflação e emprego da instituição.

No quesito de estabilidade dos preços, a maioria dos participantes do comitê assinala que o objetivo foi concluído. Mesmo com a inflação ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) acima das expectativas do mercado em setembro, com alta de 0,4%, o Fed reforça que segue com a expectativa de que a alta dos preços será transitória.

Já em relação às metas de emprego, parte dos dirigentes avalia que elas ainda não foram alcançadas, mas, se a economia continuar progredindo como o antecipado, serão atingidas em breve.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Ora, pois

Bradesco deve abrir base em Portugal para ‘seguir’ milionários brasileiros

Movimento de migração de famílias clientes do segmento private do banco após a pandemia levou à retomada dos estudos para entrar no mercado lusitano

De volta aos dois dígitos

Mercado já vê juros de até 11% em 2022

Drible no teto de gastos gerou movimento generalizado nas instituições financeiras para revisar para cima suas projeções para a taxa de juros

Óleo e gás

3R Petroleum (RRRP3) certifica reservas provadas de 185,1 milhões de barris

Companhia divulgou resultado da certificação de reservas do Campo de Papa-Terra, na Bacia de Campos, cuja participação foi adquirida da Petrobras

Valor intangível

As 10 marcas mais valiosas do mundo em 2021 – a líder vale US$ 408,2 bilhões

Apple lidera ranking da Interbrand, seguida de outras big techs; com alta de 184%, Tesla foi a marca com maior salto no seu valor no último ano

Contrata-se

Fintechs fazem mercado de vagas crescer 466%, com foco em tecnologia

Startups de tecnologia para o mercado financeiro procuram talentos sobretudo na área de TI, e alguns processos seletivos são exclusivos para mulheres

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies