Menu
2021-05-24T15:11:27-03:00
Estadão Conteúdo
Mudança no topo

Bernard Arnault, dono da Louis Vuitton, ultrapassa Jeff Bezos e Elon Musk e se torna a pessoa mais rica do mundo

Segundo a revista Forbes, o patrimônio do francês cresceu mais de US$ 110 bilhões em um pouco mais de um ano

24 de maio de 2021
15:11
Bernard Arnault
Imagem: Divulgação

O bilionário francês da moda Bernard Arnault se tornou a pessoa mais rica do mundo, com patrimônio líquido estimado em US$ 186,3 bilhões - o que o coloca US$ 300 milhões acima de Jeff Bezos, fundador da Amazon, que tem cerca de US$ 186 bilhões, e de Elon Musk, da Tesla, com US$ 147,3 bilhões.

Segundo o levantamento da revista Forbes, divulgado nesta segunda-feira (24), o patrimônio de Arnault, que era de US$ 76 bilhões em março de 2020, teve um aumento de mais de US$ 110 bilhões em um pouco mais de um ano, graças ao aumento no preço das ações do grupo LVMH (Louis Vuitton Moët Hennessy), que também inclui marcas como Fendi, Christian Dior e Givenchy.

É a primeira vez que um europeu está no topo da lista da Forbes desde outubro de 2015, quando o espanhol Amancio Ortega, cujo grupo Inditex é mais conhecido por sua rede Zara, ultrapassou Bill Gates e liderou o ranking.

Fim da era tecnológica?

De acordo com a Forbes, nos últimos anos, a lista dos bilionários foi dominada pelos norte-americanos da tecnologia - o primeiro lugar foi ocupado Bezos, Musk, Gates e Buffett por quase duas décadas, com apenas Carlos Slim, do México, interrompendo esse domínio por um período.

O levantamento da revista mostra que Arnault se tornou a terceira pessoa mais rica em 2019, com fortuna de US$ 76 bilhões.

Elon Musk se tornou brevemente o empresário mais rico do mundo em janeiro de 2021, quando seu patrimônio líquido atingiu US$ 189,7 bilhões.

Naquele mês, a Forbes relatou que o CEO bilionário da Tesla havia adicionado US$ 165 bilhões à sua fortuna desde março de 2020, quando detinha US$ 24,6 bilhões.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Fome para crescer

Em mais uma aquisição, Magazine Luiza se fortalece em food services com a Plus Delivery

Segundo a varejista, plataforma de entrega de comida tem cerca de 1.500 restaurantes parceiros e atende mais de 250 mil clientes por mês

mercados hoje

Bolsa opera com alta volatilidade, à espera de fala de Powell; dólar avança

Mesmo com uma queda acentuada do petróleo nesta manhã, o setor vê a commodity nos maiores níveis desde o início da pandemia, com a retomada das atividades

O melhor do Seu Dinheiro

A rima das commodities, último capítulo da novela da MP da Eletrobras e outros destaques

A história não se repete, mas rima. Se Mark Twain fosse um analista do mercado financeiro, provavelmente seria um grande especialista em ciclos econômicos. Logo no começo da crise da covid-19, quem ousasse falar em investir em commodities ou ações de empresas produtoras de matérias-primas seria taxado de louco. As cotações de todas elas — […]

SINAIS DO BC

COMPARATIVO: Veja o que mudou na ata da reunião do Copom

Veja o que mudou e o que permanece igual na ata da última reunião do Copom — o BC elevou a Selic em 0,75 ponto percentual, para 4,25% ao ano

Outro escorregão

Bitcoin perde os US$ 30 mil, menor patamar desde janeiro; Confira como anda o mercado cripto

Isso motivou a queda das dez principais criptomoedas do mercado, em especial do Dogecoin, que cai quase 25%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies