Menu
2021-04-17T10:33:03-03:00
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo
Meme bilionário

O que está por trás da valorização de 500% do Dogecoin em uma semana?

O projeto levou várias pessoas a ficarem milionárias, mas pode fazer muita gente perder dinheiro daqui para frente

16 de abril de 2021
15:20 - atualizado às 10:33
dogecoin
Imagem: Shutterstock

Você deve se lembrar do Dogecoin (DOGE), a criptomoeda nascida a partir de um meme que era a queridinha do bilionário Elon Musk. Pois bem: ela disparou mais de 500% nos últimos sete dias, criando, instantaneamente, diversos milionários do Dogecoin. 

O valor da criptomoeda chegou a US$ 0,45, o que significa um valor de mercado de 48 bilhões de dólares. Para efeitos de comparação, a Petrobras vale cerca de US$ 53 bilhões.

O Dogecoin chegou a figurar entre as maiores criptomoedas do mercado, ultrapassando projetos considerados sólidos, como o Polkadot (DOT) e o Cardano (ADA). Mas o que está por trás dessa alta expressiva de um projeto que nasceu de uma brincadeira? É simples: um grupo mais ou menos organizado e a primavera das criptomoedas

Efeito GameStop

É possível fazer um paralelo com a GameStop, que praticamente saiu da falência em poucos dias e mais que dobrou seu valor de mercado no período. Os responsáveis foram participantes do fórum Reddit, que não queriam ver a tradicional loja de games falir. 

As “sardinhas”, como são chamados pequenos investidores, se juntaram para comprar as ações da GameStop e manter a loja viva. O movimento foi considerado uma manipulação de mercados e Keith Gill, um dos usuários da rede social Reddit que impulsionaram as ações da GameStop, teve que se explicar ao Tesouro americano

O mesmo aconteceu com o preço do Dogecoin que foi fortemente influenciado pelos comentários de famosos desta semana.

Foi o caso do famoso chef de cozinha e apresentador de TV dos Estados Unidos Guy Fieri, que tuitou “Lançamento para a LUA #Dogecoin”, ou Mark Cuban, bilionário e proprietário do time de basquete Dallas Mavericks da NBA, que também deu sua contribuição para a alta da moeda por meio de sua conta no Twitter.

Na mesma direção, o próprio bilionário Elon Musk tuitou a seguinte frase na última quinta-feira (15):

A comunidade se une para manter o preço da criptomoeda nas alturas. Pela lei da oferta e demanda, quanto mais pessoas procuram, mais o Dogecoin se valoriza e assim por diante.

Mas nem tudo é ouro digital

Especialistas do mercado alertam para os riscos de se envolver em projetos de cripto por diversão. Muitas pessoas acreditam em investimentos do tipo e acabam perdendo dinheiro quando o preço da moeda despenca. 

Assim como outros investimentos, é preciso avaliar se o projeto é sólido, tem futuro e é seguro. As criptomoedas não poderiam ser diferentes. Mesmo agora, em um momento chamado de altseason, esses investimentos devem ser vistos com cautela. 

Altseason e o bom momento das criptos

Em primeiro lugar, as altcoins são todas as moedas alternativas ao Bitcoin. São uma forma de investir em criptomoedas, tendo em vista que a principal delas está com o preço de mais de US$ 61 mil. 

E o momento de valorização do Bitcoin é como o fim do inverno para as demais criptomoedas do mercado, que crescem à sombra da maior. Esse momento é chamado de altseason, e influenciou no preço de diversos projetos, como Ethereum, que também bateu suas máximas históricas nos últimos dias. 

Mas outros projetos menores também aproveitam esse momento para crescer. De acordo com o site Messario, existem criptoativos que já valorizaram acima de 100.000%. Isso pode chamar a atenção aos olhos, mas quando olhamos alguns números, elas ficam menos atraentes. 

O que devo olhar antes de investir em um projeto?

Em vídeo, André Franco explica no que é preciso estar atento antes de começar a investir em criptomoedas. Mas aqui vai um pequeno resumo:

  • Ficar de olho em quem está dentro do projeto
  • Quem está gerindo o dinheiro e o que estão fazendo com ele
  • Qual é o problema que aquela criptomoeda resolve
  • Por que ela já subiu ou caiu tanto
  • Quais são as perspectivas para aquele projeto

Tendo em mãos essas questões, você pode decidir se a cripto vale realmente o seu dinheiro ou se é só um projeto que, lá na frente, pode te trazer um grande prejuízo.

*Contribuíram com esta matéria Andre Franco, especialista em criptomoedas da Empiricus, Bernardo Teixeira, CEO da BitcoinTrade, corretora brasileira de criptomoedas e Beibei Liu, CEO da NovaDAX

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

cardápio de balanços

Itaúsa e BTG: os balanços que mexem com o mercado nesta terça

Resultados são do primeiro trimestre de 2021, período ainda marcado pela incerteza por conta da pandemia de covid-19; veja os destaques

AGORA A SEMANA COMEÇA

Ata do Copom, IPCA e expectativa com balanços devem ditar o rumo do pregão

Aversão ao risco no exterior e cena política agitada recomendam cautela

Coronavírus no Brasil

Brasil tem 423,2 mil mortes e 15,2 milhões de casos de covid-19

Ainda há 3.744 óbitos em investigação. Isso ocorre porque há casos em que um paciente morre, mas a causa segue sendo apurada mesmo após a declaração do óbito

na b3

Leilão de aeroportos regionais de SP terá como destaque bloco de Ribeirão Preto

Segundo o governo, dos 22 aeroportos, seis já contam com serviços de aviação comercial regular e 13 têm potencial de desenvolvimento de novas rotas regulares durante a concessão

IR 2021

Imposto de renda: Posso declarar um plano de saúde internacional como gasto dedutível?

A repórter Julia Wiltgen conversou com o advogado tributarista Samir Choaib e respondeu às principais dúvidas dos leitores do Seu Dinheiro.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies