Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-12-15T19:21:01-03:00
Carolina Gama
BITCOIN LIVRE

Criptomoedas são uma ameaça? Veja o que o presidente do Fed fala sobre o assunto

Bancos centrais ao redor do mundo estão de olhos bem abertos para o segmento, avaliando a possibilidade de regular um mercado em expansão

15 de dezembro de 2021
19:20 - atualizado às 19:21
criptomoedas e bitcoin
Essa lista de criptomoedas já rendeu 2.504,8% e pode ir além com onda de valorização do bitcoin. Imagem: Shutterstock - Imagem: Shutterstock

Aos adeptos das criptomoedas, o presidente do Federal Reserve (Fed) - o banco central dos Estados Unidos -, Jerome Powell, manda um recado: elas não são uma preocupação e tão pouco comprometem a estabilidade financeira neste momento. 

Não é de hoje que os bancos centrais ao redor do mundo estão de olhos bem abertos para as criptomoedas, avaliando a possibilidade de regular um mercado que está se popularizando cada vez mais. 

Embora estejam, em sua maioria, ocupados em conter uma inflação galopante, os principais bancos centrais globais seguem torcendo um pouco o nariz para criptomoedas como o bitcoin (BTC)

Nesta quarta-feira (15), no entanto, Powell trouxe um respiro aos amantes das criptos. “Não vejo as criptomoedas como uma preocupação para a estabilidade financeira. Minha preocupação maior é entender se as pessoas sabem ou não o que estão adquirindo. Esse sim é um fator que demanda atenção”, afirmou. 

Stablecoins versus criptomoedas

O chefão do principal banco central do mundo também falou das stablecoins (“moedas estáveis”, em tradução livre), indicando que apoia a visão de que são mais eficientes quando propriamente reguladas. 

Diferentemente das criptomoedas, as stablecoins têm lastro em ativos já consolidados no mercado, como ouro e dólar. Elas foram criadas para conter a alta volatilidade das criptomoedas. 

“Podemos ter um sistema de pagamentos sistemicamente importante com as stablecoins caso não haja uma regulação adequada”, disse Powell. 

“O papel do Fed é garantir um sistema seguro e estável como fazemos com o dólar”, acrescentou. 

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Sinal amarelo

Marfrig (MRFG3) confirma participação em oferta da BRF (BRFS3), mas não poderá assumir o controle da empresa; entenda

Segundo um comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários hoje, as compras da Marfrig estarão limitadas a sua participação acionária atual

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa no azul apesar da volatilidade, bitcoin no vermelho e imbróglios com FII e Oi: o que marcou o mercado nesta sexta

Numa semana marcada pela escalada das tensões entre Rússia e Ucrânia, decisão de juros nos Estados Unidos e um discurso mais hawkish (duro contra a inflação) por parte do presidente do banco central americano, Jerome Powell, o Ibovespa conseguiu, mais uma vez, acumular alta. E as bolsas americanas – pasme – também. A sexta-feira (28) […]

DESINVESTIMENTOS

Em negócio bilionário, Petrobras (PETR4) vende ativos na Bacia Potiguar para subsidiária da 3R Petroleum (RRRP3); saiba quanto entrou nos cofres da estatal

A bola da vez é um conjunto de 22 concessões de campos de produção terrestre e de águas rasas, juntamente à sua infraestrutura de processamento, refino, logística, armazenamento, transporte e escoamento

SACO DE PANCADAS PRESIDENCIAL

Petrobras (PETR4) recua quase 4% após críticas de Lula; petista condenou pagamento de dividendos e política de preços da estatal

Embalados pela alta do petróleo, os papéis operavam em alta mais cedo, mas, após a nova rajada de críticas, passaram a registrar uma queda brusca

Fechamento da semana

Ibovespa tem dia de realização de lucros e fecha em queda, mas acumula alta de 2,72% na semana; dólar fecha em R$ 5,39

Semana foi marcada pela volatilidade nas bolsas internacionais, mas estrangeiro continuou buscando ações brasileiras

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies