🔴 DÓLAR A R$5,38 E PODE SUBIR MAIS – VEJA COMO PROTEGER O SEU PATRIMÔNIO

Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @Renan_SanSousa
Conheça sua cripto

Quem é Avalanche (AVAX), a criptomoeda que subiu mais de 40% em uma semana?

A AVAX pretende ser uma blockchain com gas fees mais baratas e que busca resolver o trilema das criptos: escalabilidade, segurança e descentralização

Renan Sousa
Renan Sousa
8 de novembro de 2021
16:02
logotipo da criptomoeda avalanche acax
Imagem: Divulgação

O bitcoin (BTC) volta a rondar as máximas históricas no rali do final de ano, o que torna o preço da maior criptomoeda do mundo em valor de mercado menos atrativo para os investidores em busca de valorizações exponenciais. Hoje, esse papel cabe às moedas alternativas, as chamadas altcoins.

Essas criptomoedas têm um potencial de alta maior, apesar de também carregarem riscos mais elevados por envolverem  projetos novos. Entretanto, com cautela e uma carteira equilibrada, os especialistas dizem que é possível surfar uma onda boa. 

E quem está na crista da onda desta vez é a Avalanche (AVAX), uma blockchain (rede) que nasceu para competir com o ethereum (ETH) como plataforma de desenvolvimento de projetos.

Por volta das 13h desta segunda-feira (08), a Avalanche avançava 5,99%, aos US$ 91,90 (R$ 511,11). Nos últimos sete dias, a criptomoeda “deslancha” com uma alta de  40,53%.

O que faz a Avalanche (AVAX)

Diferentemente de outras blockchains como a Polkadot (DOT) e a Solana (SOL), a Avalanche é o que se chama de resolução de primeira camada (layer one ou 1L, em inglês), ou seja, os projetos são desenvolvidos no ecossistema da Avalanche

DOT e SOL são protocolos criados dentro da blockchain do ethereum. Dessa forma, as taxas de transação (gas fees) e velocidade da rede estão atreladas ao ecossistema do ether.

A AVAX pretende ser uma blockchain com gas fees mais baratas e que busca resolver o trilema das criptomoedas: escalabilidade, segurança e descentralização

A rede da Avalanche é composta por três blockchains separadas: X-Chain, C-Chain e P-Chain. Cada uma delas busca resolver um dos três problemas. 

Por que ganhou destaque

Além da procura por moedas alternativas, os programadores estão em busca de redes fora da plataforma do ethereum. Protocolos como SushiSwap (SUSHI) e TrueUSD (TUSD) já se integraram à blockchain da avalanche em 2020, quando a criptomoeda foi lançada. 

O desenvolvimento de aplicativos descentralizados (Dapps) relacionados a finanças descentralizadas (DeFi) ganharam mercados neste ano.

De acordo com o portal DeFi Pulse, em 2021 o mercado de DeFis cresceu 271,29% e alcançou o valor de mercado de US$ 105,69 bilhões. 

Para Mayra Siqueira, gerente geral da Binance no Brasil, a forte alta não é de hoje. Para um projeto de apenas 14 meses, a Avalanche já briga para ganhar um espaço entre as dez maiores criptomoedas do mundo. 

“Analisando as notícias recentes, vemos que para além dos aspectos técnicos, como altíssima velocidade de transação, compatibilidade com mais de 200 projetos, a Avalanche conquistou escalabilidade fazendo importantes parcerias. Além disso, atraiu a atenção dos investidores institucionais, arrecadando US$ 230 milhões em uma rodada fechada de tokens", afirma.

Não deixe de conferir o nosso último Papo Cripto, onde eu converso sobre os principais temas que movimentam os mercados. No programa desta semana, nós conversamos sobre os ETFs dos Estados Unidos e da bolsa brasileira — e qual o melhor deles.

Compartilhe

NOITE CRIPTO

A poucas horas do The Merge, bitcoin reage e passa a subir; confira cotações do BTC e do ethereum

14 de setembro de 2022 - 20:42

Mais cedo, a maior criptomoeda do mundo não refletia o ânimo dos investidores com o The Merge, chegando a recuar mais de 9%

ANOTE AÍ

The Merge do Ethereum (ETH): confira lista de plataformas e exchanges que terão as atividades suspensas durante atualização

14 de setembro de 2022 - 15:51

Por motivo de segurança, alguns aplicativos devem suspender as atividades durante a principal atualização do sistema

CRIPTO TOMANDO ESPAÇOS

Sistema internacional de pagamentos Swift inicia projeto com tecnologia blockchain — mas isso é seguro?

14 de setembro de 2022 - 11:52

O corte parcial do Swift foi um dos mecanismos utilizados pelos Estados Unidos para impor sanções à Rússia pela invasão da Ucrânia

DIA AGITADO PARA O INVESTIDOR

‘Revolta’ de mineradores um dia antes do The Merge do ethereum (ETH), bitcoin (BTC) em queda de 9%: confira tudo que movimenta o dia das criptomoedas

14 de setembro de 2022 - 9:29

Do outro lado do mercado, o token que registra a maior alta do dia é o Celsius (CEL), da plataforma que segue fora do ar e “travou” o dinheiro dos investidores há meses

NOITE CRIPTO

Terça-feira 13: bitcoin é mais uma vítima da inflação dos EUA; confira como o BTC reagiu ao dado

13 de setembro de 2022 - 20:25

A perspectiva de aperto monetário mais agressivo nos EUA derrubou o bitcoin e outros ativos considerados mais arriscados com as ações em Wall Street

WEB 3.0

Navegador Opera dá mais um passo em direção à Web 3.0 e integra wallet de criptomoedas Metamask ao seu sistema; entenda o que significa

13 de setembro de 2022 - 15:53

Em janeiro deste ano, o Opera já havia anunciado que passaria a integrar as carteiras de criptomoedas ao seu navegador

HOJE NÃO!

Bitcoin (BTC) não sustenta sétimo dia seguido de alta e passa a cair com inflação dos EUA; Ravecoin (RNV) dispara 63% com proximidade do The Merge

13 de setembro de 2022 - 10:28

O ethereum (ETH) passa por um período de consolidação de preços, mas o otimismo é limitado pelo cenário macroeconômico

PREPARE A PIPOCA

Terra (LUNA), o retorno: por que você não deve investir na criptomoeda que disparou 120% em uma semana

12 de setembro de 2022 - 15:19

Nos últimos sete dias, a “família Terra” registrou ganhos substanciais e gerou um grande fluxo de pesquisa sobre essa que foi uma das maiores criptomoedas do mundo

JOGADA ARRISCADA

Você trocaria ações da sua empresa por bitcoin? Michael Saylor, ex-CEO da Microstrategy, pretende fazer isso com o valor de meio bilhão de dólares

12 de setembro de 2022 - 11:51

Desde o começo do ano, o bitcoin registra queda de mais de 50% e as ações da Microstrategy também recuam 52%

QUE FIM DE SEMANA!

Bitcoin (BTC) atinge os US$ 22 mil pela primeira vez em quase um mês; criptomoedas disparam até 20% no acumulado da semana

12 de setembro de 2022 - 9:21

A mesma semana em que acontece o The Merge também é marcada por um elevado apetite de risco

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar