Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-02-09T17:29:51-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Agora é oficial

Gestora Hashdex e Nasdaq lançam o primeiro ETF de criptomoedas do mundo

Fundo que acompanha índice de criptomoedas criado pela gestora brasileira junto à bolsa americana começa a ser negociado na bolsa de valores de Bermudas

9 de fevereiro de 2021
12:01 - atualizado às 17:29
Criptomoedas bitcoin
Imagem: Shutterstock

Finalmente ele chegou. A gestora brasileira Hashdex acaba de lançar oficialmente, em parceria com a bolsa americana Nasdaq, o primeiro ETF de criptomoedas do mundo, o Hashdex Nasdaq Crypto Index.

O fundo de índice será negociado na Bolsa de Valores de Bermudas (Bermuda Stock Exchange - BSX), país que possui uma regulamentação avançada para o mercado de ativos digitais, segundo a Hashdex. A listagem do ETF já estava aprovada desde setembro de 2020.

Como todo ETF (sigla para Exchange Traded Fund), o Hashdex Nasdaq Crypto Index replica o retorno de um índice de mercado. No caso, do Nasdaq Crypto Index (NCI), indicador desenvolvido pela Nasdaq em parceria com a Hashdex.

Segundo a gestora de criptomoedas, o índice foi projetado para representar o mercado de criptoativos, selecionando moedas digitais por meio de "rígidos critérios de elegibilidade".

"O NCI passará por um processo de rebalanceamento a cada três meses, a fim de manter uma representação atual deste mercado", disse a Hashdex em nota à imprensa. O indicador será mantido pelo agente de cálculo da Nasdaq, CF Benchmarks.

Em nota, Stephen Koshansky, chefe de produtos e pesquisa de ativos digitais da Nasdaq, disse que a bolsa americana "trabalhou de perto com a Hashdex para criar critérios para o índice, que são objetivos na seleção de ativos para representar o mercado de criptomoedas. Eles serão filtrados e examinados por bolsas e provedores de custódia confiáveis".

Para a gestora brasileira, o ETF chega como uma solução segura e regulada para investidores institucionais ganharem exposição ao mercado de criptomoedas, o que deve acelerar a entrada desses investidores no segmento.

A entrada massiva de investidores institucionais no mercado de criptomoedas é vista como o principal fator que deve impulsionar esses ativos nos próximos anos.

Investidores brasileiros poderão investir no ETF por meio de três fundos que a Hashdex distribui no país. Eles oferecem 20%, 40% ou 100% de exposição ao ETF, podendo ser encontrados em plataformas de investimento como Ativa, BTG Pactual, Easynvest, Genial, Guide, Modalmais, Mycap, Necton, Órama, Rico, Terra, Warren, Vitreo e XP.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

de olho na inovação

Amazon sinaliza interesse por criptomoedas em anúncio de emprego

Empresa procura “um líder de produto experiente para desenvolver a estratégia e o roadmap de produtos e moedas digitais

balanço em foco

Lucro da Hypera Pharma aumenta 18% no segundo trimestre

Cifra chegou a R$ 470,6 milhões no período; companhia obteve alta de 43,5% na receita líquida, a R$ 1,5 bilhão

seu dinheiro na sua noite

Quebrando recordes na corrida dos ETFs

A pira foi acesa em Tóquio: os Jogos Olímpicos estão oficialmente abertos — e eu estou empolgadíssimo. Não sei vocês, mas eu adoro as Olimpíadas, principalmente os esportes não muito convencionais. Claro, é legal assistir futebol, vôlei e basquete, mas eu gosto mesmo é de ver as modalidades que nunca passam na TV. Duelo de […]

FECHAMENTO DA SEMANA

Inflação salgada pressiona juros, mas dados americanos amenizam alta do dólar — já a bolsa não escapou da queda

Em semana recheada de ruídos políticos e incertezas, o Ibovespa acumulou uma queda de 0,72%. Já o dólar à vista subiu 1,86%, a R$ 5,2105

de olho no ir

Alta da arrecadação não dá ‘total liberdade’ para reduzir impostos, diz secretário do Tesouro

Jeferson Bittencourt considerou também que a reforma do IR ainda está em aberto, com muito para se discutir

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies