Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-07-16T10:18:27-03:00
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo
aceita bitcoin?

Jack Dorsey, CEO do Twitter, quer lançar plataforma de pagamentos focada em bitcoin

De acordo com sua conta no twitter, o modelo de negócios será focado em desenvolvimento compartilhado do projeto e serviços financeiros descentralizados

16 de julho de 2021
10:18
Jack Dorsey Bitcoin
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

As inovações tecnológicas têm aparecido com um espaço de tempo cada vez mais curto. Se pensarmos na internet, que surgiu entre os anos 1980 e 1990 até o atual momento da criptoeconomia, temos pouco mais de 40 anos. 

E Jack Dorsey, CEO da empresa de pagamentos Square e da rede social Twitter, pretende lançar uma nova plataforma de negociação focada em bitcoin. De acordo com sua conta no twitter, o modelo de negócios será focado em desenvolvimento compartilhado do projeto e serviços financeiros descentralizados. 

A nova iniciativa está sendo liderada por Mike Brock, que atualmente atua como Líder de Desenvolvimento Estratégico para Cash App, atualmente a principal plataforma de pagamentos da Square. Dorsey é um entusiasta do bitcoin e seu último projeto divulgado foi uma hardware que funciona como wallet de criptomoedas.

De acordo com o CEO da Square, maiores informações devem ser divulgadas em breve. Isso inclui uma conta oficial do projeto no Twitter e no GitHub, rede social colaborativa de programadores.

De acordo com o próprio Dorsey, a conta no twitter já foi feita:

A Square já havia comprado o equivalente a US$ 170 milhões em bitcoin para compôr o balanço da empresa. De acordo com o relatório do quarto trimestre, o bitcoin foi responsável por US$ 1,76 bilhão de receita através do Cash App. Em 2020, a receita foi de US$ 4,57 bilhões, nove vezes maior que em 2019, quando registrou US$ 97 milhões.

Pagamentos

E o futuro parece promissor para o setor de pagamentos em criptomoedas. A Visa lançou um relatório da última semana trazendo a visão da empresa sobre as moedas digitais.

Só no primeiro semestre deste ano, a Visa registrou uma movimentação de US$ 1 bilhão em criptomoedas. Os planos incluenc conectar mais de 70 milhões de clientes por meio de seus cartões, maquininhas e plataformas de pagamentos.

A maior empresa de pagamentos do mundo já está em contato com mais de 50 corretoras de criptomoedas, as exchanges, para lançar um cartão conectado à conta dos usuários. Entre os nomes, estão a Coinbase, BlockFi e Fold, algumas das principais exchanges do mundo.

De acordo com o relatório da Visa, a empresa deve focar em segurança digital, privacidade, migração para o modelo online de pagamento e escalabilidade do negócio envolvendo blockchains. Interoperabilidade global e auditabilidade das transações também estão no radar da empresa.

Também existe um otimismo generalizado em torno das Moedas Digitais de Bancos Centrais (CBDC, na sigla em inglês). A empresa está de olho principalmente nos setor de privacidade e capacidade de operação offline das CBDCs para que possam atingir o maior público possível, de acordo com o relatório. 

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Mais uma empreitada

Do espaço para as fazendas: Elon Musk consegue licença para oferecer internet via satélite no Reino Unido

A Starlink, segundo informações do jornal Telegraph, quer chegar a regiões onde a cobertura por fibra e 5G não alcançam, e tem planos mais ambiciosos

Leão faminto

Carga pesada: Impostômetro atinge a marca de R$ 1,5 trilhão

Monitoramento da Associação Comercial de São Paulo mostra que, no ano passado, marca foi atingida somente no dia 28 de setembro

Muita calma nessa hora

Tem Vale Gás? Petrobras diz que não há definição sobre participação em programas sociais

Manifestação vem depois que o presidente Jair Bolsonaro disse em entrevista que a estatal tem R$ 3 bilhões em reservas para custear ajuda

Clube do Livro

Batalhas sem arma: Em “Cripto Wars”, Jim Rickards explica guerras cambiais e agora, com criptomoedas

Autor, conhecido também por suas previsões certeiras sobre o bitcoin, fala de como a tecnologia mudou as estratégias financeiras dos países

RUMO AO MILHÃO

O primeiro e mais importante investimento para quem atingir o primeiro milhão (ou ir além)

Por mais que você busque o conforto e a segurança de uma promessa de retorno garantido, digo, com convicção, que o único investimento com retorno garantido em longo prazo é aquele feito em educação

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies