Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-12-18T11:35:07-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
expansão

Banco Inter compra participação em plataforma de cobrança, reativação e retenção de clientes

Aquisição da Meu Acerto abre nova frente de atuação da instituição financeira da família Menin, dona da construtora MRV

18 de dezembro de 2020
11:35
Banco Inter - Cartão - Celular
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

O Banco Inter (BIDI11) continua no mercado em busca de ativos para expandir suas operações.

Depois de anunciar, em novembro, a compra da empresa de adquirência BMG Granito, a empresa divulgou nesta sexta-feira (18) a aquisição de participação na Meu Acerto. O valor da transação não foi divulgado.

Parceiro comercial da Meu Acerto desde 2017, ano em que ela iniciou suas operações, o Inter justificou a operação afirmando que ela vai acelerar a evolução de seu modelo de Winback, que compreende os pilares de Cobrança, Reativação e Retenção de bases de clientes.

“Como resultado desta aquisição, pretendemos desenvolver as sinergias entre os serviços oferecidos pelo Inter e as atividades exercidas pela Meu Acerto, para que a operação proporcione a aceleração do desenvolvimento de competências de reativação de bases de clientes, além de atividades de cobrança e recuperação de crédito mais eficientes, modernas e mais integradas ao perfil tecnológico e inovador do Inter”, afirma, em nota, o CEO do Inter, João Vitor Menin.

Após o fechamento do acordo, que depende do cumprimento de condições precedentes, incluindo a aprovação do Banco Central, o Inter deterá 60% do capital social da Meu Acerto. Os sócios fundadores da empresa seguem como executivos à frente da gestão, mantendo os 40% restantes.

Esta é uma das aquisições que ocorreram depois de o Inter levantar R$ 1,1 bilhão em uma oferta subsequente de ações (follow on), no começo de setembro. Na ocasião, o banco informou que os recursos seriam destinados a investimentos no lançamento de novos produtos e expansão dos negócios por meio de aquisições estratégicas.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Tendências da bolsa

AGORA: Ibovespa futuro sobe após a abertura com boas perspectivas para os balanços e dólar avança hoje

No panorama doméstico, o risco fiscal permanece no radar, enquanto a semana conta com importantes balanços

O melhor do Seu Dinheiro

O Tesouro Direto virou tesouro de tolo? O que mexe com os mercados na semana e outros destaques

O investidor devia estar contente no começo deste ano com o que parecia uma grande oportunidade: investir no Tesouro Direto com um retorno garantido de quase 3,5% ao ano mais a variação da inflação. Naquele momento, as aplicações mais conservadoras de renda fixa estavam com rentabilidade real negativa e o Banco Central indicava que os […]

SEGREDOS DA BOLSA

Esquenta dos mercados: risco fiscal é pano de fundo para semana de Copom, IPCA-15 e balanços domésticos e no exterior

Os próximos dias serão tensos para os investidores, que devem ficar de olho na votação da PEC dos precatórios e medidas do Banco Central contra a inflação

REFORÇANDO O CAIXA

Depois de anunciar emissão de debêntures, 3R Petroleum lança oferta de ações. Entenda o que a empresa pretende fazer com quase R$ 4 bilhões a mais em seu caixa

Empresa de óleo e gás fará ofertas primária e secundária; a previsão é de que o processo de prospecção de investidores interessados se encerre em 4 de novembro

Renda fixa também varia

Terra arrasada no Tesouro Direto: sinônimo de renda fixa, títulos públicos têm perda de até 30% no ano; hora de vender ou de comprar mais?

Tensão nos mercados na última semana jogou juros para cima e preços dos títulos para baixo, mas não é de hoje que o Tesouro Direto sofre com a deterioração fiscal. Entenda o que está acontecendo e o que fazer

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies