Menu
2020-04-24T16:37:30-03:00
ECONOMIA

Saída de Moro não muda visão de Guedes na economia, diz presidente da Caixa

“A posição sobre saída do Moro é do presidente Bolsonaro. Não vejo nenhuma mudança na direção da economia. O ministro da Economia, Paulo Guedes, meu chefe, tem plano claro”

24 de abril de 2020
16:37
32773553228_307c1bfeef_c
(Brasília - DF, 07/01/2019) Presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães. - Imagem: Alan Santos/PR

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, afirmou que a saída do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, não muda em nada a visão do ministro da Economia, Paulo Guedes, para a condução das agendas de reformas e da economia brasileira. Disse ainda que um posicionamento sobre o assunto está a cargo do presidente da República, Jair Bolsonaro.

"A posição sobre saída do Moro é do presidente Bolsonaro. Não vejo nenhuma mudança na direção da economia. O ministro da Economia, Paulo Guedes, meu chefe, tem plano claro", disse Guimarães, durante "live", ressaltando o nome do chefe repetidas vezes. O presidente da Caixa tem sido cotado nos bastidores nos últimos meses como um eventual substituto de Guedes caso o ministro deixe o governo.

De acordo com Guimarães, o momento é de enfrentamento de uma crise na área da saúde e redução potencial de uma crise econômica. "Após arrefecimento da questão da saúde, virão outras medidas na linha da agenda que Guedes tem defendido. Não vejo nenhum tipo de mudança na visão de Guedes (em meio à saída do Moro) e um posicionamento sobre é com o presidente Bolsonaro", frisou Guimarães.

Em discurso sobre interferências do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal, Moro anunciou nesta sexta-feira, 24, que deixará o cargo. Segundo ele, a substituição do diretor-geral da PF, Maurício Valeixo, foi uma sinalização de que Bolsonaro não o queria no cargo.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

ARMADILHAS FINANCEIRAS

Dois investimentos que parecem uma boa, mas são ‘cilada’

As armadilhas costumam travestir-se de “grandes retornos, com baixo risco”.

Coronavírus

Brasil atinge 100 mil mortos por covid-19; STF decreta luto de 3 dias

Enquanto isso, Bolsonaro destaca 2 milhões de recuperados

Balanço

Lucro da Berkshire Hathaway, de Warren Buffett, sobe 87% no 2º trimestre

Recuperação do mercado de ações teve bons reflexos no balanço da companhia do megainvestidor Warren Buffett, mas no ano a empresa ainda amarga prejuízo

Às vésperas do orçamento

Ministros pedem mais recursos a Guedes

Sob pressão interna para ampliar os gastos como forma de combater os efeitos econômicos da covid-19, o ministro da Economia, Paulo Guedes, precisa entregar o Orçamento do ano que vem até o dia 31 deste mês

Entrevista

Meirelles: ‘A raiz da pressão por aumento de gastos é sempre a mesma, eleição’

Em entrevista ao Estadão, Henrique Meirelles lembra que o País tem pouca memória e que quebrar o teto levaria a uma crise muito maior do que a de 2015

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements