Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-11-29T10:23:53-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Ibope e Datafolha

Eleições municipais: quem são os favoritos no 2º turno das principais capitais, segundo as pesquisas

No Rio, Eduardo Paes lidera; favorito em São Paulo é o atual prefeito Bruno Covas. Confira pesquisas também para Recife, Fortaleza, Porto Alegre e Goiânia

29 de novembro de 2020
10:23
urna eletrônica brasileira
Urna eletrônica - Imagem: Shutterstock

Eleitores de 57 cidades brasileiras voltarão às urnas neste domingo (29) para escolher quem governará seus municípios pelos próximos quatro anos. Entre as capitais, 18 cidades terão segundo turno das eleições municipais, incluindo São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Fortaleza, Goiânia e Porto Alegre.

Na noite de ontem o Ibope o Instituto Datafolha divulgaram suas mais recentes pesquisas de intenção de voto. Confira a seguir os percentuais de votos válidos de cada candidato, segundo cada uma das pesquisas, nas principais capitais do país:

São Paulo

Bruno Covas (PSDB)Guilherme Boulos (PSOL)
Datafolha55%45%
Ibope57%43%

Rio de Janeiro

Marcelo Crivella (Republicanos)Eduardo Paes (DEM)
Datafolha32%68%
Ibope32%68%

Recife

João Campos (PSB)Marília Arraes (PT)
Datafolha50%50%
Ibope50%50%

Fortaleza

José Sarto (PDT)Capitão Wagner (Pros)
Datafolha57%43%
Ibope61%39%

Porto Alegre

A pesquisa Ibope aponta 51% dos votos válidos para Manuela D'Ávila (PCdoB) e 49% para Sebastião Melo (MDB). O Datafolha não realizou pesquisa eleitoral na cidade.

Goiânia

A pesquisa Ibope aponta 59% dos votos válidos para Maguito Vilela (MDB) e 41% para Vanderlan Cardoso (PSD). O Datafolha não realizou pesquisa eleitoral na cidade.

A margem de erro das pesquisas do Instituto Datafolha é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. A das pesquisas do Ibope é de três pontos percentuais. Em ambos os casos, o intervalo de confiança é de 95%.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Fusão cheia de travas

Na Omega Geração (OMGE3), um grupo importante de acionistas está descontente — e quer barrar os planos da empresa

Fundos detentores de 28,6% da Omega Geração (OMGE3) se uniram e dizem que não vão aprovar a fusão com a Omega Distribuição nos termos atuais

Potencial de 36% de alta

Como fica a XP após a separação do Itaú? Para o JP Morgan, é hora de comprar as ações da corretora

A equipe do JP Morgan vê as pressões vendedoras nas ações da XP após a separação com o Itaú se dissipando; assim, a recomendação é de compra

Digitalização

A hora e a vez do e-commerce: com pandemia, comércio online mais que dobra e já chega a 21% das vendas do varejo

O fechamento das lojas físicas promovido pela pandemia fez o setor de varejo acelerar a aposta no e-commerce e nas vendas digitais

A bolsa como ela é

Stone, Inter e Méliuz caem forte na bolsa. É o fim das fintechs como as conhecemos?

Muito desse movimento tem a ver com a subida dos juros. Mas alguns fatores específicos também pesaram sobre as ações. Em alguns casos, pesaram com razão; em outros, nem tanto

Ajuste seu relógio

Pregão terá uma hora a mais a partir de novembro; entenda a mudança e veja a nova agenda da bolsa

As alterações começam a valer a partir do dia 8 de novembro; a B3 vai ajustar a bolsa para refletir o fim do horário de verão nos EUA

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies