🔴 CHANCE DE MULTIPLICAR O INVESTIMENTO EM ATÉ 14,5X EM 8 DIAS? ENTENDA A PROPOSTA

Estadão Conteúdo
ELEIÇÕES MUNICIPAIS 2020

Barroso: Medida de segurança após ataque ao STJ gerou instabilidade no e-Título

Eleitores estão desde manhã relatando instabilidades no funcionamento do aplicativo

Luís Roberto Barroso em posse como ministro do Supremo Tribunal Federal
Luís Roberto Barroso em posse como ministro do Supremo Tribunal Federal. - Imagem: Fellipe Sampaio/SCO/STF (26/06/2013

Uma medida de segurança tomada após o ataque ao sistema do Superior Tribunal de Justiça (STJ) é uma das explicações para a instabilidade apresentada no aplicativo e-Título, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Segundo o presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, um dos principais servidores da Corte foi retirado da rede para servir como uma cópia de segurança de todas as informações relevantes da Justiça Eleitoral. Estando fora do sistema, uma eventual tentativa de ataque bem sucedida resguardaria o conteúdo.

Contudo, isso fez com que o outro servidor principal utilizado pelo tribunal ficasse sobrecarregado, explicou Barroso. "Desligamento de primeiro servidor afetou o desempenho ótimo do e-Título, essa é uma das explicações", afirmou o ministro.



Os eleitores estão desde manhã relatando instabilidades no funcionamento do aplicativo. Entre os relatos, os usuários afirmam não estar conseguindo consultar a zona eleitoral ou concluir a operação de justificativa do voto.

Barroso confirmou que há instabilidade para os dois problemas. Porém, o ministro ressaltou que a principal funcionalidade do e-Título atende normalmente aos eleitores, que é de identificação na seção eleitoral.

"Todas as pessoas que baixaram o e-Título no seu celular e o apresentaram para votar, ele teve funcionamento perfeito, sua principal funcionalidade operou de maneira totalmente adequada", disse.

O ministro disse que foram baixados cerca de 13 milhões de e-Títulos. Só nas últimas 24 horas, foram 3 milhões de downloads.



O presidente do TSE também destacou que a justificativa pelo aplicativo é uma novidade deste ano, e que as formas tradicionais para o eleitor explicar o motivo de não ter ido às urnas continuam funcionando normalmente.

Barroso lembrou que o cidadão pode, por exemplo, justificar hoje o voto pessoalmente ou, a partir de amanhã, preencher o formulário de justificativa. Mesmo com os problemas enfrentados, segundo ele, foram 560 mil justificativas até as 15h.

"Estamos em contato com empresa que produziu o aplicativo e o Google para regularização", disse ainda o ministro, que espera ter o problema totalmente resolvido no 2º turno das eleições.

Compartilhe

ELEIÇÕES 2022

Pique no lugar: Lula mantém vantagem sobre Bolsonaro no primeiro turno; confira os números da nova pesquisa Datafolha

28 de julho de 2022 - 18:56

O ex-presidente tem 47% das intenções de voto, o mesmo patamar anterior, enquanto o atual ocupante do Palácio do Planalto oscilou positivamente um ponto, com 29%

Eleições nos EUA

Trump diz que vai ‘reconquistar a Casa Branca em 2024’, mas não espera ser candidato

6 de dezembro de 2020 - 12:23

Fontes próximas do presidente dizem que ele pretende fazer um evento no dia da posse de Joe Biden

Análise

Como ficam as peças do xadrez da política após as eleições municipais

29 de novembro de 2020 - 22:44

A eleição marcou a conquista de peças importantes, vitórias que serviram apenas para demarcar território e derrotas claras. Mas houve também avanços importantes mesmo de quem perdeu nas urnas

Barroso cita Shakespeare ao falar sobre 2º turno: “vai bem quando tudo acaba bem”

29 de novembro de 2020 - 21:44

Barroso disse que o TSE conseguiu “neutralizar” as tentativas de cancelamento das eleições por causa da covid-19, o que, segundo o ministro, teria impactos negativos para a democracia

Eleições 2020

Doria comemora vitória de Bruno Covas com recado a Bolsonaro

29 de novembro de 2020 - 21:02

Na visão do governador, o PSDB foi o grande vencedor destas eleições no Estado de São Paulo, sabe conjugar união e não foi negacionista no combate à pandemia

Eleições 2020

Veja o resultado das eleições no 2º turno nas capitais

29 de novembro de 2020 - 17:50

Bruno Covas (PSDB) foi reeleito em São Paulo e Eduardo Paes (DEM) derrotou o atual prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) no Rio. O PT não conquistou nenhuma capital

Ibope e Datafolha

Eleições municipais: quem são os favoritos no 2º turno das principais capitais, segundo as pesquisas

29 de novembro de 2020 - 10:23

No Rio, Eduardo Paes lidera; favorito em São Paulo é o atual prefeito Bruno Covas. Confira pesquisas também para Recife, Fortaleza, Porto Alegre e Goiânia

Covas ou Boulos?

Como a eleição para prefeito mexe com o investimento em imóveis em São Paulo

28 de novembro de 2020 - 7:13

Com revisão do Plano Diretor em 2021, investidor de ações de construtoras, fundos imobiliários e imóveis deve ficar de olho no resultado eleitoral. Há risco se Guilherme Boulos ganhar? E se Covas levar, setor pode ser beneficiado?

Urgente

Guilherme Boulos é diagnosticado com Covid-19

27 de novembro de 2020 - 17:31

As agendas de campanha foram todas suspensas, e a coordenação da campanha vai propor à TV Globo que o último debate, previsto para hoje, seja feito de forma virtual.

Sextou com o Ruy

Por que você deveria investir na bolsa americana, seja qual for o presidente

20 de novembro de 2020 - 6:21

É impossível saber se Trump teria sido melhor para as bolsas do que Biden. Mas a verdade é que o mercado faz muito bem em não dar muita importância para isso

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar