Menu
2020-09-06T08:34:21-03:00
Estadão Conteúdo
Mais subsídio

Congresso quer condições mais benéficas para novo Minha Casa Minha Vida

Oposição quer subsídio para famílias de renda de até R$ 5 mil; atualmente, teto é de R$ 4 mil.

6 de setembro de 2020
8:25 - atualizado às 8:34
Imóvel barato em carrinho de compras
Imagem: Shutterstock

Sem previsão de o governo contratar novas casas para famílias com renda até R$ 1,8 mil nos moldes do Minha Casa Minha Vida, já surgem iniciativas no Congresso que tentam retomar condições mais benéficas para esse conjunto de mutuários.

Ministro da Casa Civil no governo Dilma Rousseff, o senador Jaques Wagner (PT-BA) propôs incluir no texto da Medida Provisória do Casa Verde e Amarela a previsão de que os orçamentos de 2021 e 2022 contenham, no mínimo, R$ 5 bilhões anuais para financiar novas operações para famílias que ganham até R$ 1,8 mil. "O déficit habitacional é concentrado em famílias com renda mais baixa, que não são capazes de tomar financiamentos, sendo necessário garantir subsídios para os mais pobres terem acesso à moradia."

A oposição também tenta modificar trechos relativos ao subsídio que as famílias terão no programa. Na redação atual, esse benefício vai chegar para as famílias que ganham até R$ 4 mil. O senador Paulo Paim (PT-RS), por exemplo, sugeriu que o limite passe para R$ 5 mil.

A justificativa é que a contratação de casas para famílias de baixíssima renda vem caindo ao longo dos anos. Segundo Paim, até 2013, 80% dos contratos fechados foram para a parcela mais pobre, atendida pela faixa 1 do MCMV. "A partir de então, o MCMV ficou concentrado na faixa 2, de famílias com renda de até R$ 4 mil", disse.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

em busca de energia limpa

Criptomoedas: Elon Musk diz que Tesla vendeu 10% do que detinha em bitcoin

Segundo executivo, operação prova que a criptomoeda poder ser liquidada facilmente “sem mover o mercado”

imunização

Governo de São Paulo adianta em 30 dias vacinação contra a covid-19; veja novas datas

Plano é vacinar toda a população adulta do estado, ao menos com a primeira dose, até o dia 15 de setembro

luto

Ex-presidente do BC Carlos Langoni morre de covid-19 no Rio

Carlos Langoni trabalhou no governo na virada das décadas de 1970 e 1980, quando foi presidente do BC; ele colaborou com a equipe econômica do ministro Paulo Guedes, quase 40 anos depois

nos eua

Nova ‘ação meme’? Orphazyme dispara quase 1400% em um dia e mercado não sabe por quê

Investidores da empresa aguardam uma importante atualização sobre um tratamento experimental para a doença de Niemann-Pick; sem novidades, mercado não sabe a razão da alta

entrevista

Superávit primário pode voltar em 2024, diz secretário do Tesouro

Jeferson Bittencourt diz que a melhora no quadro fiscal do País não é “sorte”; confira a entrevista

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies