Menu
2020-03-03T10:22:16-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Começou!

Por que vale a pena entregar a declaração de IR cedo este ano

Prazo de entrega da declaração de imposto de renda 2020 começou nesta segunda (2) e, mais do que nunca, vale a pena se apressar (só não vá errar!). Entenda por quê

3 de março de 2020
10:22
Selo Imposto de Renda 2020
Quanto antes você entregar a declaração, mais cedo vai receber a restituição. Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Passado o Carnaval, é hora de o brasileiro se haver com outra data importante. Começou na última segunda-feira (2) o prazo para a entrega da declaração de IR 2020. Os contribuintes já podem baixar o programa da declaração no site da Receita e têm até as 23h59 do dia 30 de abril para prestar contas ao Leão.

Eu bem sei que o brasileiro gosta de deixar tudo para a última hora e, com o imposto de renda, não é diferente. Os jornalistas que cobrem economia bem sabem: a audiência das matérias sobre imposto de renda só começa a bombar mesmo nas duas últimas semanas de abril.

Mas, neste ano, mais ainda do que no ano passado, vale a pena se apressar para entregar a declaração de IR o mais rápido possível. Pelo menos no caso de quem deve ter imposto a restituir.

É que as restituições são pagas na ordem de processamento das declarações. Este, por sua vez, segue a ordem de entrega do documento à Receita Federal. Quanto antes você entregar a sua declaração de IR, mais cedo você vai receber a sua restituição.

Receber a restituição cedo é mais vantajoso em 2020 do que foi em qualquer outro ano porque os valores vão sendo corrigidos pela Selic, a taxa básica de juros, até o contribuinte receber a sua parte. E como a Selic nunca esteve tão baixa - atualmente se encontra em 4,25% ao ano - vale a pena pôr as mãos nesse dinheiro o quanto antes.

Além de a Selic estar no seu menor patamar histórico, o mercado espera que a taxa se mantenha nesse patamar ou até caia mais até o fim do ano.

Se você deixar para entregar a declaração de IR na última hora, só vai receber a sua restituição lá para setembro, data de pagamento do último lote. Até lá, os recursos só serão corrigidos por essa Selic baixinha.

Mas se você correr para entregar a declaração cedo, vai receber a restituição logo nos primeiros lotes. Assim, você pelo menos tem a chance de tentar investir a quantia em alguma coisa que tenha o potencial de render mais do que a Selic, como um fundo multimercado ou mesmo um título de renda fixa que pague mais de 100% do CDI.

Cuidado com os erros na declaração de IR

Apenas tome cuidado para não ter pressa demais na hora de declarar e acabar errando. Certifique-se de que você tem em mãos todos os informes de rendimentos, recibos e notas fiscais necessários e siga-os com bastante atenção. Nesta outra matéria eu falo sobre quais informes de rendimentos você precisa ter recebido para declarar o imposto de renda.

Essa recomendação é importante porque, caso você precise corrigir alguma informação mais para frente, a declaração retificadora irá substituir integralmente a original.

Em outras palavras, ao entregar uma declaração retificadora você volta para o fim da fila, e a data que passa a valer para o processamento da declaração e consequente restituição é a data de entrega da retificadora.

Calendário das restituições de imposto de renda 2020

A Receita Federal já divulgou o calendário com as datas das restituições de imposto de renda 2020. Neste ano, as restituições serão pagas em cinco lotes de maio a setembro, em vez de sete lotes entre junho e dezembro, como era antes.

Lembre-se de que o primeiro lote é quase todo destinado às prioridades definidas por Lei, como idosos e pessoas com doenças graves. Se não for o seu caso e você declarar logo no início do prazo, sua restituição deve cair na conta já em junho.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Agora vai?

MP da Eletrobras: relator mantém ‘jabutis’ e condiciona venda à compra de energia

No texto, Nascimento manteve a possibilidade de renovação antecipada da usina de Tucuruí, um dos maiores ativos da Eletronorte, e incluiu também a prorrogação da concessão da Hidrelétrica Mascarenhas de Moraes para Furnas.

Cresce a fila

CBA, da Votorantim, registra pedido de IPO na CVM

A empresa, que afirma ser a única companhia integrada de alumínio do Brasil, pretende financiar seu crescimento orgânico e inorgânico com os recursos levantados na oferta

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

O quebra-cabeças do mercado e outros destaques

Recentemente, eu fui presenteado com um quebra-cabeças de duas mil peças. “Ah, isso vai ser moleza; é só montar as bordas e depois ir preenchendo aos poucos”, pensei eu. Nem preciso dizer que eu estava redondamente enganado: a mesa da cozinha está tomada por pequenas partes de uma paisagem bucólica. De vez em quando eu […]

FECHAMENTO

Ibovespa tem mais um dia de ‘mais do mesmo’ e fecha em leve alta, contrariando NY

Setores pesos-pesados seguraram o índice no azul. O movimento garantiu uma leve alta de 0,03%, mais uma vez deixando o índice na trave dos 123 mil pontos

Vem oferta por aí

Rede D’Or confirma a avaliação para a realização de um follow on

O anúncio foi feito após o jornal Valor Econômico revelar que a companhia prepara uma oferta de ações que pode chegar a R$ 5 bilhões

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies