Menu
2020-03-03T10:22:16-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Começou!

Por que vale a pena entregar a declaração de IR cedo este ano

Prazo de entrega da declaração de imposto de renda 2020 começou nesta segunda (2) e, mais do que nunca, vale a pena se apressar (só não vá errar!). Entenda por quê

3 de março de 2020
10:22
Selo Imposto de Renda 2020
Quanto antes você entregar a declaração, mais cedo vai receber a restituição. Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Passado o Carnaval, é hora de o brasileiro se haver com outra data importante. Começou na última segunda-feira (2) o prazo para a entrega da declaração de IR 2020. Os contribuintes já podem baixar o programa da declaração no site da Receita e têm até as 23h59 do dia 30 de abril para prestar contas ao Leão.

Eu bem sei que o brasileiro gosta de deixar tudo para a última hora e, com o imposto de renda, não é diferente. Os jornalistas que cobrem economia bem sabem: a audiência das matérias sobre imposto de renda só começa a bombar mesmo nas duas últimas semanas de abril.

Mas, neste ano, mais ainda do que no ano passado, vale a pena se apressar para entregar a declaração de IR o mais rápido possível. Pelo menos no caso de quem deve ter imposto a restituir.

É que as restituições são pagas na ordem de processamento das declarações. Este, por sua vez, segue a ordem de entrega do documento à Receita Federal. Quanto antes você entregar a sua declaração de IR, mais cedo você vai receber a sua restituição.

Receber a restituição cedo é mais vantajoso em 2020 do que foi em qualquer outro ano porque os valores vão sendo corrigidos pela Selic, a taxa básica de juros, até o contribuinte receber a sua parte. E como a Selic nunca esteve tão baixa - atualmente se encontra em 4,25% ao ano - vale a pena pôr as mãos nesse dinheiro o quanto antes.

Além de a Selic estar no seu menor patamar histórico, o mercado espera que a taxa se mantenha nesse patamar ou até caia mais até o fim do ano.

Se você deixar para entregar a declaração de IR na última hora, só vai receber a sua restituição lá para setembro, data de pagamento do último lote. Até lá, os recursos só serão corrigidos por essa Selic baixinha.

Mas se você correr para entregar a declaração cedo, vai receber a restituição logo nos primeiros lotes. Assim, você pelo menos tem a chance de tentar investir a quantia em alguma coisa que tenha o potencial de render mais do que a Selic, como um fundo multimercado ou mesmo um título de renda fixa que pague mais de 100% do CDI.

Cuidado com os erros na declaração de IR

Apenas tome cuidado para não ter pressa demais na hora de declarar e acabar errando. Certifique-se de que você tem em mãos todos os informes de rendimentos, recibos e notas fiscais necessários e siga-os com bastante atenção. Nesta outra matéria eu falo sobre quais informes de rendimentos você precisa ter recebido para declarar o imposto de renda.

Essa recomendação é importante porque, caso você precise corrigir alguma informação mais para frente, a declaração retificadora irá substituir integralmente a original.

Em outras palavras, ao entregar uma declaração retificadora você volta para o fim da fila, e a data que passa a valer para o processamento da declaração e consequente restituição é a data de entrega da retificadora.

Calendário das restituições de imposto de renda 2020

A Receita Federal já divulgou o calendário com as datas das restituições de imposto de renda 2020. Neste ano, as restituições serão pagas em cinco lotes de maio a setembro, em vez de sete lotes entre junho e dezembro, como era antes.

Lembre-se de que o primeiro lote é quase todo destinado às prioridades definidas por Lei, como idosos e pessoas com doenças graves. Se não for o seu caso e você declarar logo no início do prazo, sua restituição deve cair na conta já em junho.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

crise nos eua

EUA registram 6,648 milhões de pedidos de auxílio-desemprego, novo recorde

Leitura da semana anterior, que até então havia sido recorde, foi revisada de 3,283 milhões para 3,307 milhões de pedidos

Na contramão do exterior

Alta do petróleo impulsiona o Ibovespa, mas cautela com o coronavírus limita os ganhos

O Ibovespa destoa das bolsas externas e opera em alta, sustentado pelo bom desempenho das ações da Petrobras em meio ao salto nas cotações do petróleo. No entanto, a cautela por causa da Covid-19 pressiona os ativos globais e impede que os ganhos sejam maiores por aqui

diante da crise

Cortes de emprego nos EUA disparam em março com coronavírus

Número saltou de 56.660 em fevereiro para 222.288 em março

dinheiro no caixa

Petrobras fecha acordo com Sete Brasil e vai reverter provisão de R$ 634 milhões

Anúncio dá mais fôlego para a companhia, que deve ter uma redução de receitas por conta da crise do coronavírus e da disputa de preços

tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

12 notícias para você começar o dia bem informado

Se o coronavírus colocou a população sob isolamento domiciliar, também levou quem estava “isolado” a abrir as portas. Estou falando de diversos fundos de investimento que estavam fechados para novos investidores e agora estão reabrindo para captação. Uma das gestoras que entrou nessa onda foi a Truxt, que tem R$ 12 bilhões na carteira. Em […]

efeitos da crise

BCE adia revisão de estratégia política monetária para 2021

Eventos públicos do BCE e dos bancos centrais nacionais do Eurosistema que estavam planejados para o primeiro semestre deverão ocorrer apenas na segunda metade de 2020

Conteúdo Patrocinado

De volta ao jogo: Ivan Sant’Anna retorna para a bolsa

A volta do Ivan é algo como se o Michael Jordan voltasse hoje a jogar na NBA, ou se o Fenômeno retornasse ao futebol nesta semana.

esquenta dos mercados

Esperança com resolução para crise do petróleo anima mercados, mas covid-19 segue no radar

Mesmo com o alívio das bolsas do exterior, os investidores seguem monitorando os números de casos de covid-19 e as medidas do governo para suporte da população

expectativa

Acredito que Rússia e Arábia Saudita farão acordo sobre petróleo, diz Trump

Republicano confirmou que se encontrará com empresas petrolíferas nesta sexta-feira, 3

diante da crise

Câmara aprova projeto que permite adiar recolhimento de INSS de funcionários

Proposta prevê que as companhias deixem de recolher a contribuição previdenciária dos trabalhadores por 60 dias, prorrogáveis por mais 30

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements