Menu
2020-03-26T12:21:17-03:00
Kaype Abreu
Kaype Abreu
Jornalista formado pela Universidade de Federal do Paraná (UFPR). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros veículos.
de olho na reestruturação

Via Varejo avança na operação online, mas endividamento preocupa

Analistas estimam alta nas ações da varejista, que passa por um processo de reestruturação; crise do coronavírus deve ser obstáculo para empresa

26 de março de 2020
12:12 - atualizado às 12:21
Fachada da loja Casas Bahia, rede pertencente à Via Varejo
Casas Bahia é uma das redes de lojas operadas pela Via Varejo - Imagem: Shutterstock

O quarto trimestre de 2019 da Via Varejo agradou parte dos analistas, que vêem progresso no processo de restruturação da empresa. Para a XP Investimentos e Credit Suisse, o momento é de compra da ação. BTG Pactual se mantém neutro e diz que é importante monitorar o endividamento da empresa, em especial por conta da crise do coronavírus.

Analistas da Credit Suisse estimam que os papéis da Via Varejo (VVAR3) podem chegar a R$ 21 em 12 meses - o que representaria uma valorização de 267,78% em relação a cotação de ontem, de R$ 5,71. Os especialistas do BTG veem potencial de 52,54%, a R$ 8,71. Nesta quinta-feira (26), as ações da varejista subiam 9%, a R$ 6,24, mas desde janeiro derretem 45%.

A alta das ações nesta quinta acontece no primeiro pregão após a empresa divulgar que teve um lucro de R$ 78 milhões no quarto trimestre, revertendo um prejuízo de R$ 282 milhões no mesmo período do ano anterior. Em 2019, a varejista teve prejuízo de R$ 479 milhões.

O resultado é o primeiro fechado do ano após a retomada do controle acionário por parte da família de Michel Klein, que em junho de 2019 comprou toda a participação do GPA no capital social da Via Varejo. A operação aconteceu dez anos após ele ter negociado a fusão da Casas Bahia com o Ponto Frio e cedido o controle do negócio ao GPA.

Lado bom

Para os analistas da XP, o destaque no balanço da Via Varejo foi o que eles vêem como forte aceleração da operação de e-commerce, com um crescimento de 34,9% na comparação anual das vendas online.

O Credit Suisse aponta para o GMV (Gross Merchandise Volume), principal métrica de valuation e desempenho do setor de e-commerce, que avançou 28,8%. "É uma ótima notícia para nós, pois indica que o sistema de vendas ficou estável pela primeira vez em muito tempo", dizem os analistas do banco.

A instituição norte-americana ainda cita a melhora em 58,4% no marketplace, devido expansão no número de sellers, maior oferta de produtos e melhoria do nível de serviço. Além de um aumento do número de usuários ativos nos aplicativos da Casas Bahia e Ponto Frio.

Os analistas da XP apontam "melhora substancial da rentabilidade", com expansão de 3,7 p.p da margem bruta na comparação anual, melhora na rentabilidade e relacionamento com fornecedores, e a capacidade de execução. Para a XP, são avanços que ajudarão no período de crise desencadeado pelo novo coronavírus.

Lado ruim

Segundo os analistas do Credit Suisse, é motivo de preocupação o recuo de 0,06% do "SSS" - same store sales, ou vendas em mesas lojas: indicador de produtividade de uma varejista.

Também segue monitorada dívida a empresa, que no final do ano passado chegou a R$ 1,6 bilhão. Os analistas do BTG, lembram que, como a Via Varejo tinha R$ 1,4 bilhão em caixa no final de 2019, o índice de liquidez chega a 0,8%.

Levando em conta a relação com os fornecedores, cujo aumento nas condições de pagamento tem sido um dos focos da empresa nos últimos meses, o índice de liquidez chega a 0,4%, dizem ainda os analistas.

"Considerando a grande turbulência na economia, será importante monitorar as iniciativas de contingência da empresa para economizar dinheiro durante esse período".

No último dia 23, os analisas do UBS disseram que a Via Varejo pode chegar ao final de 2020 com uma dívida líquida de R$ 6,9 bilhões. O banco assume que a varejista teria que liquidar seu estoque a toque de caixa e não realizaria vendas em lojas físicas no segundo trimestre, além de ter queda de 30% nas vendas online.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Recessão à vista

PIB do Brasil deve cair 0,7% em 2020 por coronavírus, diz S&P

S&P Global Ratings prevê que o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil deve sofrer contração de 0,7% neste ano, com risco de baixa, devido aos impactos econômicos da pandemia de coronavírus

Seu Dinheiro na sua noite

Balança mas não cai?

Caro leitor, Embora a pandemia global de coronavírus ainda esteja longe de ser debelada – pelo menos com os dados e tratamentos que temos até o momento – o mercado começou a semana menos pessimista. Itália, Espanha e o estado de Nova York – três localidades críticas de disseminação da doença – mostraram, no fim […]

Embraer cortada

S&P rebaixa rating da Embraer de BBB para BBB- e mantém nota em observação

S&P diz que, em resposta à pandemia de coronavírus, muitas companhias aéreas devem tentar atrasar novas entregas de aeronaves até pelo menos o fim do terceiro trimestre de 2020, o que deve pressionar o fluxo de caixa e as métricas de crédito da empresa.

Em meio à pandemia

Telefônica, dona da Vivo, parcela fatura de inadimplentes

A Telefônica Brasil, dona da marca Vivo, decidiu flexibilizar as condições de pagamento de seus clientes de telefonia fixa e móvel, banda larga e TV por assinatura devido à crise do coronavírus

Não rolou

Clientes do Bradesco relatam instabilidade no aplicativo de internet banking

O aplicativo do Bradesco para pessoa física apresentou problemas na manhã desta segunda-feira, 6. Com o isolamento social, muitos clientes tiveram de fazer as transações via celular

Recuperação intranquila

Ibovespa passa por instabilidade com possível demissão de Mandetta, mas ainda fecha em alta firme

O Ibovespa terminou a sessão com ganhos de mais de 6%, mas ainda assim ficou distante das máximas e aquém das bolsas americanas. Tudo por causa das incertezas relacionadas à permanência do ministro da Saúde no cargo

Números atualizados

Brasil tem 553 mortes e 12 mil casos confirmados do novo coronavírus

Brasil chegou a 553 mortes em razão da pandemia do coronavírus, segundo atualização do Ministério da Saúde. Número representa um aumento de 13%

Fundos

Comprada em bolsa nos EUA, Verde Asset diz que volta de preços ocorrerá ‘mais rápido do que muitos imaginam’

Mercado já colocou nos preços uma brutal queda de lucratividade das empresas, que será revertida ao longo dos próximos anos, segundo a gestora

Não tem pra todo mundo

‘Não há como ajudar todos os setores’, diz presidente do Santander

Presidente do Santander Brasil, Sergio Rial afirmou que deve-se evitar que mais setores venham buscar dinheiro no governo por conta da crise

Premiê com covid-19

Boris Johnson, primeiro-ministro do Reino Unido, dá entrada em UTI

Primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, deu entrada em uma unidade de terapia intensiva após a piora no seu quadro médico, disse a BBC

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements