Menu
2020-02-14T18:49:52-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Dinheiro na mão!

Telefônica Brasil aprova JCP de R$ 0,1499 por ação ON e R$ 0,1649 por ação PN

Empresa de telefonia vai usar como referência a posição acionária do mercado no dia 28 de fevereiro

14 de fevereiro de 2020
18:49
Sede da Telefônica
Sede da Telefônica - Imagem: Divulgação

Atenção acionista! O Conselho de Administração da Telefônica Brasil aprovou nesta sexta-feira (14) o pagamento de juros sobre capital próprio (JCP) para seus acionistas a partir de 2 de março de 2020.

O valor bruto acordado foi de R$ 0,1499 por ação ON e R$ 0,1649 por ação PN. Para definir o pagamento, a Telefônica vai usar como referência a posição acionária do mercado no dia 28 de fevereiro. No total, a empresa vai desembolsar R$ 270 milhões.

De acordo com comunicado da empresa, os valores a serem pagos são referentes ao ano de 2020.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Seu Dinheiro na sua noite

O grande respiro do câmbio e mais…

“Ih, vai ser uma semana daquelas”, pensei eu na segunda-feira, ao olhar a agenda de eventos previstos para os dias seguintes. Teríamos decisão do Copom e relatório de empregos nos EUA — e isso sem contar os inúmeros balanços corporativos. Em semanas assim, eu gosto de traçar alguns cenários na minha cabeça: se o BC […]

Fechamento da semana

Real ganha do dólar na semana e bolsa sobe mais de 2% com economia americana nem tão aquecida e Copom incisivo

Os problemas domésticos foram para baixo do tapete e os fatores externos ajudaram o Real a se valorizar e a bolsa a romper resistências importantes. Confira um resumo da semana.

Mudou de ideia?

Elon Musk passa a recomendar cautela com o dogecoin às vésperas de sua participação no SNL

O bilionário, que já fez a moeda-meme disparar 60% com apenas um tweet, exibiu um alerta para as limitações do mercado de criptoativos

pandemia

Estudo aponta relação entre negacionismo de Bolsonaro e evolução da pandemia no Brasil

Segundo o levantamento, em cidades onde o presidente obteve mais de 50% dos votos no segundo turno das eleições de 2018, número de mortes foi 415% maior do que nos municípios onde ele perdeu o pleito

Insistência incomoda

Ex-presidente do BC Affonso Pastore acredita que ajuste parcial da Selic é insustentável

O economista defende o reconhecimento explícito de que a instituição perseguirá o ajuste integral da taxa básica de juros

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies