Menu
2020-02-14T18:49:52-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Dinheiro na mão!

Telefônica Brasil aprova JCP de R$ 0,1499 por ação ON e R$ 0,1649 por ação PN

Empresa de telefonia vai usar como referência a posição acionária do mercado no dia 28 de fevereiro

14 de fevereiro de 2020
18:49
Sede da Telefônica
Sede da Telefônica - Imagem: Divulgação

Atenção acionista! O Conselho de Administração da Telefônica Brasil aprovou nesta sexta-feira (14) o pagamento de juros sobre capital próprio (JCP) para seus acionistas a partir de 2 de março de 2020.

O valor bruto acordado foi de R$ 0,1499 por ação ON e R$ 0,1649 por ação PN. Para definir o pagamento, a Telefônica vai usar como referência a posição acionária do mercado no dia 28 de fevereiro. No total, a empresa vai desembolsar R$ 270 milhões.

De acordo com comunicado da empresa, os valores a serem pagos são referentes ao ano de 2020.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

VÍDEO

É hora de investir em commodities? Saiba tudo sobre o novo ciclo de alta

Alta das commodities impacta diretamente as economias emergentes; saiba mais no vídeo do analista Matheus Spiess, da Empiricus

acompanhe

LIVE: Tudo sobre a melhor semana de cripto da história

Vitreo e Empiricus transmitem conversa sobre semana histórica para o investimento em criptomoedas

Recuperação à vista?

EUA pisam fundo na vacinação e economia responde entre fevereiro e abril

Confira os destaques do Livro Bege para o período de imunização acelerada e fortalecimento dos gastos dos consumidores

Crescimento gringo

BofA passa a recomendar compra de ação da MRV, otimista com atuação da empresa nos EUA

Banco incorporou avaliação da AHS à sua análise e considera que potencial de crescimento da empresa ainda não está precificado

Ninguém escapa

Cenário turbulento afeta até mesmo os IPOs da saúde, um dos setores preferidos dos investidores

Empresas com ofertas ambiciosas tiveram de reduzir suas estimativas de preços ou adiar datas para seguir com as operações

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies