Menu
2020-09-14T07:45:57-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
Cursando jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
Negócio fechado

Ser Educacional anuncia aquisição do Grupo Laureate Brasil

A transação será paga com R$ 1,7 bilhão em dinheiro e 44% das ações ordinárias da Ser Educacional no fechamento da transação

14 de setembro de 2020
7:38 - atualizado às 7:45
ânima educação
Imagem: Shutterstock

A Ser Educacional (SEER3) anunciou neste domingo (13) um acordo vinculante para a aquisição dos ativos do Grupo Laureate no Brasil. Em julho, a companhia havia confirmado que estudava realizar uma oferta pelos ativos.

Com a transação, a Laureate se tornará acionista da Ser Educacional. A transação será paga com R$ 1,7 bilhão em dinheiro e 44% em ações ordinárias da Ser Educacional a serem no fechamento da transação (101.138.369). O acordo deverá ser submetido à deliberação dos acionistas em Assembleia Geral.

Atualmente, a Laureate Brasil tem cerca de 267 mil alunos, incluindo a Universidade Anhembi Morumbi e o Centro Universitário FMU e FIAM-FAAM. Segundo o comunicado emitido pela Ser Educacional, os ativos do grupo tiveram receita líquida de R$ 2,2 bilhões e Ebitda ajustado de R$ 413 milhões nos últimos 12 meses, com um endividamento líquido de R$ 623,3 milhões.

A transação tem grande caráter estratégico para a Ser Educacional, que hoje tem uma forte presença nas regiões Norte e Nordeste. Com a aquisição, a companhia se firmará entre os maiores grupos de ensino privado do Brasil, com 452 mil alunos.

"A consumação da Transação fortalecerá a capacidade da SER de realizar novos investimentos e permitirá aumentar a presença de seus serviços educacionais no Brasil, gerando valor aos seus acionistas e stakeholders em geral. "

O Grupo Laureate tem até o dia 13 de outubro para receber novas propostas de compra. Caso a Ser Educacional não cubra a proposta apresentada por terceiros, terá direito a uma multa rescisória de R$ 180 mil.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

mercado atento

Risco fiscal no Brasil ‘está em toda a parte’, diz José Júlio Senna

Chefe do Centro de Estudos Monetários do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV) diz que “a Bolsa de São Paulo, em dólar, é um vexame”

demandas em meio à crise

Concessões no crédito livre sobem 0,5% em agosto, revela BC

Em agosto, no crédito para pessoas físicas, as concessões subiram 2,1%, para R$ 153,3 bilhões. Em 12 meses até agosto, há alta de 3,0%.

análise

Duratex pode subir 22%, diz Goldman Sachs: ‘Melhor trimestre em 10 anos’

Analistas do banco veem alta demanda em todas as áreas de atuação da empresa, impulsionada pela retomada do mercado imobiliário no País; ação sobe 6% nesta segunda

EXILE ON WALL STREET

TINWO: carta a um jovem investidor

Investimento tem seu próprio momento de maturação; para amadurecê-lo, não há como apressar sua seiva

K-POP NA BOLSA

Agência de K-pop Big Hit faz oferta de ações na bolsa e deixa membros do BTS multimilionários

A companhia, que captou mais de US$ 820 milhões e fará a sua estreia no índice KOSPI em outubro, pretende pegar carona na popularidade crescente de suas estrelas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements