Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-11-17T16:39:47-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
Contradição?

‘Correção’ força queda das ações da Notre Dame Intermédica mesmo após balanço sólido

Com uma operação verticalizada, a Notredame teve um aumento de 97,8% no lucro líquido, que foi a R$ 197,2 milhões, se beneficiando da retomada dos procedimentos eletivos, queda de despesas e fusões importantes

17 de novembro de 2020
16:07 - atualizado às 16:39
Intermédica
Imagem: reprodução instagram

"Uma potência comercial", "Meta trimestral atingida com sólida gestão de custos".

Esses são apenas dois dos relatórios que analisam o desempenho do Grupo Notre Dame Intermédica (GNDI3) no terceiro trimestre e que foram divulgados nesta terça-feira (17). Mas você talvez não adivinhasse que a visão do mercado para a companhia é positiva se olhasse o desempenho das ações do grupo no pregão de hoje.

Após divulgar o seu balanço na noite de ontem (16), os papéis da Intermédica reagem negativamente desde o início da sessão, chegando a cair mais de 4%. O desempenho das ações está longe de refletir a visão do mercado sobre a operadora de saúde.

Vamos aos números: com uma operação verticalizada (ou seja, priorizando uma rede de hospitais, clínicas e centros de diagnóstico próprios) a Notredame teve um aumento de 97,8% no lucro líquido, que foi a R$ 197,2 milhões.

A crise do coronavírus deveria significar uma queda no número de beneficiários – já que o cancelamento de planos individuais e empresariais se acelerou. No entanto, a estratégia agressiva de expansão dos últimos anos, e que continuou durante a pandemia, fez com que a receita ganhasse impulso, subindo mais de 24%, a R$ 2,6 bilhões, e o desempenho operacional, medido pelo Ebitda, aumentasse mais de 50%.

O período foi de consolidações importantes de aquisições realizadas em 2020. Só neste ano foram 12 companhias adquiridas, somando mais de 1 milhão de vidas à carteira de clientes da operadora e adentrando novos cluesters importantes de atuação, como Minas Gerais e Paraná. No segundo semestre, as aquisições representam mais de 600 mil novos beneficiários.

A companhia também apresentou uma melhora em suas despesas financeiras líquidas, que diminuíram 37%. Mas então, o que justifica a queda das ações observada hoje?

Henrique Esteter, analista da Guide Investimentos, vê o movimento de queda hoje como um episódio do clássico 'sobe no boato e realiza no fato'. A economista Paloma Brum, da Toro Investimentos, também tem uma visão semelhante. O movimento de queda estaria mais ligado a uma correção das altas dos últimos dias do que um reflexo do desempenho da companhia no trimestre. Até ontem, a Notredame acumulava uma alta de mais de 12% no mês.

Motivos para sorrir

Em relatório assinado pelo analista Maurício Cepeda, do Credit Suisse, o banco suíço destacou o esforço comercial que fizeram a companhia crescer para além das aquisições, de forma orgânica e superando os desafios impostos pela crise do coronavírus e reforçou que a intensa verticalização da operação permite um crescimento acelerado no futuro.

Outra linha do balanço destacado pelos analistas foi a do crescimento do tíquete médio. O valor cresceu 3,8% do que no mesmo período do ano passado, mesmo após a aquisição da Clinipam, uma empresa com um tíquete médio mais baixo do que a média praticada pelo GNDI.

Com visão semelhante, o Bank of America classificou o balanço como 'sólido e acima das expectativas', também destacando a força da verticalização e da sinergia de suas aquisições, em relatório assinado por Roberto Otero. O processo de verticalização recebeu um empurrãozinho da retomada dos procedimentos eletivos, crescimento da telemedicina e na expansão do número de leitos hospitalares.

O analista do BofA também destacou a posição líquida de caixa da companhia, de R$ 104 milhões, o que deve ajudar a Intermédica a financiar futuras aquisições sem preocupações com alavancagem. Segundo a companhia, ainda há fusões e aquisições pendentes de aprovação regulatória.

O Bank of America mantém sua posição neutra para os papéis, com um preço alvo de R$ 74, já que os analistas do banco acreditam que os fundamentos de longo-prazo positivos já estão incorporados ao valor. O Credit Suisse também mantém uma recomendação neutra, com o preço alvo de R$ 76.

Outra ação de destaque do setor de saúde hoje é a da Qualicorp. Mas no sentido positivo. As ações da operadora avançam após os resultados do terceiro trimestre e o anúncio de duas aquisições. Você pode conferir os detalhes aqui.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

FECHAMENTO DO DIA

Investidores tentam equilibrar noticiário e Ibovespa emplaca mais um dia de alta; dólar tem queda firme com ômicron no radar

Com o avanço da PEC dos precatórios, a pandemia se torna um dos únicos gatilhos negativos a rondar o Ibovespa,

DOBRANDO A ESQUINA

Lucro das empresas com ações na bolsa deve cair 6,3% em 2022, diz BTG Pactual

Mesmo assim ainda é possível encontrar setores em que o cenário é positivo; saiba quem é quem

Bateu o martelo

IPO do Nubank sai no topo da faixa indicativa, a US$ 9; banco ultrapassa Itaú (ITUB4) e é a instituição financeira mais valiosa da América Latina

Com isso, os BDRs, que serão negociados por aqui a partir da próxima sexta-feira (10), saem valendo R$ 8,38

Juros nas alturas

Selic decola a 9,25%, maior patamar em quatro anos; BC assume tom duro e indica nova alta de 1,5 ponto em fevereiro

Com a nova alta de 1,5 ponto concretizada hoje, a Selic saiu do patamar de 2% em janeiro e fecha o ano em 9,25%

CRYPTO NEWS

Guia prático para ter sucesso investindo em bitcoin e outras criptomoedas

Veja dicas das quais sempre me lembro durante os momentos mais complexos. Sugestão: anote-os em um caderno e os releia antes de abrir o site da corretora e decidir fazer uma operação

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies