Menu
2020-11-17T16:39:47-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
Cursando jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
Contradição?

‘Correção’ força queda das ações da Notre Dame Intermédica mesmo após balanço sólido

Com uma operação verticalizada, a Notredame teve um aumento de 97,8% no lucro líquido, que foi a R$ 197,2 milhões, se beneficiando da retomada dos procedimentos eletivos, queda de despesas e fusões importantes

17 de novembro de 2020
16:07 - atualizado às 16:39
Intermédica
Imagem: reprodução instagram

"Uma potência comercial", "Meta trimestral atingida com sólida gestão de custos".

Esses são apenas dois dos relatórios que analisam o desempenho do Grupo Notre Dame Intermédica (GNDI3) no terceiro trimestre e que foram divulgados nesta terça-feira (17). Mas você talvez não adivinhasse que a visão do mercado para a companhia é positiva se olhasse o desempenho das ações do grupo no pregão de hoje.

Após divulgar o seu balanço na noite de ontem (16), os papéis da Intermédica reagem negativamente desde o início da sessão, chegando a cair mais de 4%. O desempenho das ações está longe de refletir a visão do mercado sobre a operadora de saúde.

Vamos aos números: com uma operação verticalizada (ou seja, priorizando uma rede de hospitais, clínicas e centros de diagnóstico próprios) a Notredame teve um aumento de 97,8% no lucro líquido, que foi a R$ 197,2 milhões.

A crise do coronavírus deveria significar uma queda no número de beneficiários – já que o cancelamento de planos individuais e empresariais se acelerou. No entanto, a estratégia agressiva de expansão dos últimos anos, e que continuou durante a pandemia, fez com que a receita ganhasse impulso, subindo mais de 24%, a R$ 2,6 bilhões, e o desempenho operacional, medido pelo Ebitda, aumentasse mais de 50%.

O período foi de consolidações importantes de aquisições realizadas em 2020. Só neste ano foram 12 companhias adquiridas, somando mais de 1 milhão de vidas à carteira de clientes da operadora e adentrando novos cluesters importantes de atuação, como Minas Gerais e Paraná. No segundo semestre, as aquisições representam mais de 600 mil novos beneficiários.

A companhia também apresentou uma melhora em suas despesas financeiras líquidas, que diminuíram 37%. Mas então, o que justifica a queda das ações observada hoje?

Henrique Esteter, analista da Guide Investimentos, vê o movimento de queda hoje como um episódio do clássico 'sobe no boato e realiza no fato'. A economista Paloma Brum, da Toro Investimentos, também tem uma visão semelhante. O movimento de queda estaria mais ligado a uma correção das altas dos últimos dias do que um reflexo do desempenho da companhia no trimestre. Até ontem, a Notredame acumulava uma alta de mais de 12% no mês.

Motivos para sorrir

Em relatório assinado pelo analista Maurício Cepeda, do Credit Suisse, o banco suíço destacou o esforço comercial que fizeram a companhia crescer para além das aquisições, de forma orgânica e superando os desafios impostos pela crise do coronavírus e reforçou que a intensa verticalização da operação permite um crescimento acelerado no futuro.

Outra linha do balanço destacado pelos analistas foi a do crescimento do tíquete médio. O valor cresceu 3,8% do que no mesmo período do ano passado, mesmo após a aquisição da Clinipam, uma empresa com um tíquete médio mais baixo do que a média praticada pelo GNDI.

Com visão semelhante, o Bank of America classificou o balanço como 'sólido e acima das expectativas', também destacando a força da verticalização e da sinergia de suas aquisições, em relatório assinado por Roberto Otero. O processo de verticalização recebeu um empurrãozinho da retomada dos procedimentos eletivos, crescimento da telemedicina e na expansão do número de leitos hospitalares.

O analista do BofA também destacou a posição líquida de caixa da companhia, de R$ 104 milhões, o que deve ajudar a Intermédica a financiar futuras aquisições sem preocupações com alavancagem. Segundo a companhia, ainda há fusões e aquisições pendentes de aprovação regulatória.

O Bank of America mantém sua posição neutra para os papéis, com um preço alvo de R$ 74, já que os analistas do banco acreditam que os fundamentos de longo-prazo positivos já estão incorporados ao valor. O Credit Suisse também mantém uma recomendação neutra, com o preço alvo de R$ 76.

Outra ação de destaque do setor de saúde hoje é a da Qualicorp. Mas no sentido positivo. As ações da operadora avançam após os resultados do terceiro trimestre e o anúncio de duas aquisições. Você pode conferir os detalhes aqui.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

fim do dia

O rali continua: Ibovespa deixa Wall Street de lado e alcança alta de 17% em novembro

Ações de CVC e siderúrgicas lideram alta do índice. Dólar cai com fluxo e divulgação do dado das contas externas e juros recuam de olho em fiscal

Em pleno calendário eleitoral

Senado aprova mudanças na Lei de Falências

O projeto amplia o financiamento a empresas em recuperação judicial, permite o parcelamento e o desconto para pagamento de dívidas tributárias e possibilita aos credores apresentar plano de recuperação da empresa

Olha o Gol

Boeing 737-8 Max é autorizado a retornar operações no Brasil pela Anac

A informação é vista com bons olhos pela Gol, que é a única credenciada a operar o modelo no Brasil.

bc americano

Dirigentes do Fed esperam manter juros até que meta de emprego e inflação seja atingida, mostra ata

Grupo avaliou que a atual crise sanitária continuará impactando a atividade econômica, a inflação e o emprego no curto prazo

Posto Ipiranga

Guedes elogia Caged e cobra Congresso por reformas

O Ministério da Economia irá divulgar todos os dados na quinta-feira (26)

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies