Menu
2020-04-24T07:59:56-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
dinheiro ao acionista

Pão de Açúcar paga R$ 155 milhões em dividendos

Segundo a GPA, o valor se refere ao período entre 1º de abril a 31 de dezembro de 2019. A cifra corresponde a R$ 0,582024107 por ação

24 de abril de 2020
7:52 - atualizado às 7:59
Grupo Pão de Açúcar
Imagem: Jacques Lepine / Estadão Conteúdo

A Companhia Brasileira de Distribuição (GPA), dona da marca Pão de Açúcar, anunciou nesta quinta-feira (23) que a aprovou em assembleia a distribuição de R$ 155,8 milhões em dividendos.

Segundo a companhia, o valor se refere ao período entre 1º de abril a 31 de dezembro de 2019. A cifra corresponde a R$ 0,582024107 por ação ordinária e foi imputado ao dividendo mínimo obrigatório relativo ao exercício de 2019.

Em relação às ações negociadas na B3 e às demais ações escrituradas pelo Itaú, o pagamento será realizado em 15 de junho, com base na posição acionária de 30 de abril deste ano. As ações de emissão do GPA passam a ser negociadas ex-dividendos a partir de 4 de maio de 2020, diz a companhia.

Quanto aos American Depositary Receipts (“ADR”) representativos de ações ordinárias de emissão do GPA, negociados na Bolsa de Nova York, os titulares de ADR na data-base de 5 de maio de 2020 terão direito a esse dividendo.

O pagamento aos titulares de ADR acontece por meio do JPMorgan, banco depositário dos ADRs, ainda segundo o GPA.

A aprovação do pagamento acontece em meio a um movimento do mercado de postergar ou diminuir o valor de dividendos, para preservar o caixa. Os bancos, que costumavam distribuir mais de 60% dos seus lucros, terão que distribuir apenas 25%, por determinação do Banco Central.

Os bancos lucraram R$ 91 bilhões em 2019 e o mercado esperava cerca de R$ 74 bilhões em proventos, mas agora o esperado são R$ 18 bilhões.

Além do segmento bancário, pelo menos seis das 25 principais pagadoras de dividendos do país também já afirmaram que devem reduzir os desembolsos ao mínimo ou, na melhor das hipóteses, postergar os pagamentos para o fim do ano.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Fechamento

Dólar sobe, Eletrobras fecha em queda no exterior e ações de tecnologia sustentam alta de índices nos EUA

Renúncia de Ferreira Junior ao cargo de presidente da estatal brasileira afeta confiança dos investidores na privatização; S&P 500 e Nasdaq fecham em alta

SD PREMIUM

Segredos da bolsa: Ata do Copom é destaque em meio à preocupação com covid-19 e cenário fiscal

A queda do EWZ, o principal fundo de índice com ações brasileiras em Nova York, indica uma reabertura no vermelho para o Ibovespa na volta do feriado

Futuro da estatal

‘Temos dentro da Eletrobras profissionais capazes de me suceder’, diz Wilson Ferreira

Após deixar presidência, Wilson Ferreira responde se há conflito de interesse ao se manter no conselho da Eletrobras e, ao mesmo tempo, presidir a BR Distribuidora

Expectativas

Novo presidente da Eletrobras (ELET3) deve dar prioridade à privatização, diz Caio Megale

Após saída de Wilson Ferreira, analista afirma que ‘a privatização da Eletrobras tem sua importância pela sua situação atual e pelo seu grau de maturidade (para ser privatizada)’

Reformas

‘Vamos limpar a pauta, destravando o horizonte de investimentos’, diz Paulo Guedes

Ministro prometeu que o governo não irá aumentar impostos e reforçou que a atividade está se recuperando em ‘V’

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies