Menu
2020-07-23T08:24:57-03:00
Kaype Abreu
Kaype Abreu
Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros.
surpresa no mercado

Oi dá exclusividade à Highline em negociação por rede móvel

Controlada da americana Digital Colony apresentou uma proposta acima do preço mínimo estabelecido, de R$ 15 bilhões, deixando para trás Tim, Vivo e Claro

23 de julho de 2020
7:18 - atualizado às 8:24
Imagem do prédio da operadora Oi
Imagem do prédio da operadora Oi, no bairro de Botafogo, na zona sul do Rio de Janeiro. - Imagem: Estadão Conteúdo/Paulo Vitor

A Oi informou nesta quarta-feira (22) que fechou um acordo de exclusividade com a Highline do Brasil para a venda da rede móvel da companhia. Segundo a tele, a empresa apresentou uma proposta acima do preço mínimo estabelecido.

O anúncio deixa para trás os planos de Tim, Vivo e Claro. As três haviam apresentado uma proposta conjunta pela operação móvel da Oi, avaliada em no mínimo R$ 15 bilhões pela própria empresa. O projeto era fatiar as operações e evitar o aumento da concentração de mercado.

A mineira Algar Telecom também teria feito uma proposta, segundo o jornal Valor Econômico. De acordo com fato relevante, o acordo com a Highline tem validade até 3 de agosto, com possibilidade de prorrogação.

A Highline do Brasil fez ainda uma oferta pela unidade produtiva isolada (UPI) Torres da Oi no valor de R$ 1,076 bilhão, já revelada anteriormente. O ativo reúne atividades de sites de telecomunicação outdoor e indoor de transmissão de radiofrequência da companhia e suas subsidiárias.

Controlada da gestora americana Digital Colony, a Highline é uma desenvolvedora independente de soluções de infraestrutura para a indústria de telecomunicações. A companhia atua em prédios comerciais, shoppings, hospitais e hotéis.

Recuperação Judicial

Desde a segunda-feira (20), o mercado repercutia a proposta de Tim, Vivo e Claro pela rede móvel, premiando a ação das teles - em especial os papéis da Oi, que subiram 10% até ontem.

A venda do ativo é considerada essencial para a tele, em recuperação judicial desde 2016. Após a negociação, a Oi deve focar esforços no segmento de fibra ótica e infraestrutura.

A empresa tem mais de 350 mil quilômetros de cabos de fibra no país, além de cerca de 43 mil quilômetros de dutos para cabos de telecomunicação.

Em 2020, a Oi já vendeu a participação que detinha na angolana Unitel por US$ 1 bilhão. A tele brasileira teve prejuízo de R$ 6,2 bilhões no primeiro trimestre deste ano, com a alta do dólar impactando as dívidas da empresa.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Fernando Cirne

A importância das fusões e aquisições para a Locaweb

Já avaliamos mais de 1.900 empresas e, desde o IPO, concluímos 10 importantes aquisições, que se somaram às outras seis concretizadas antes da abertura de capital

seu dinheiro na sua noite

IPO da Smart Fit: vai sair da jaula o monstro!

Eu nunca fui muito de academia, confesso. Já tive meus tempos de malhar regularmente, mas nunca consegui tomar gosto pela coisa. Exercícios repetitivos não me cativam, meu negócio sempre foi dançar, de preferência em turma, com professor e horário, se não eu falto. Como você deve imaginar, entre meus colegas jornalistas não é muito diferente. […]

atenção, acionista

Vale eleva valor de dividendo a ser em pago em 30 de junho para R$ 2,189 por ação

No dia 17 de junho, a empresa tinha informado o pagamento de R$ 2,177 de dividendo por ação; demais condições da distribuição não serão alteradas

de olho na inovação

Moeda digital é nova forma de representação da moeda já emitida, diz Campos Neto

Segundo ele, ela não se confunde com os criptoativos, como o bitcoin, que não têm característica de moeda, mas sim de ativos

em audiência

Yellen diz esperar apoio do G-20 para proposta de imposto corporativo global

Grupo das 20 maiores economias do mundo se reúne em julho e deve debater o assunto

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies