Menu
2020-01-22T21:58:46-03:00
Kaype Abreu
Kaype Abreu
Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros.
vale a pena?

O potencial das ações de Tim, Vivo e Oi, segundo este banco suíço

Em relatório, analistas do Credit Suisse comentam suas perspectivas para as empresas, que passam por situações distintas

21 de janeiro de 2020
13:21 - atualizado às 21:58
Oi Telefônica Vivo Tim

As ações das teles Tim, Vivo e Oi devem ter um desempenho diferente entre si, na avaliação dos analistas do Credit Suisse - banco suíço de investimento. Os papéis da primeira seriam os melhores do setor, enquanto os da última configurariam os piores, segundo a instituição.

O banco, que anteriormente se mantinha neutro quanto às ações da Tim, recomenda a compra dos papéis em novo relatório, projetando um potencial de valorização de 21%, a R$ 20.

"Como uma empresa predominantemente de telefonia móvel e com uma exposição relevante no segmento de baixa renda, vemos a Tim melhor posicionada para oferecer resultados operacionais fortes", dizem os analistas do banco.

Para o Credit Suisse, o lucro da Tim em 2020 deve ser 16% maior em relação ao ano passado. O banco diz acreditar que a aquisição da parte móvel da Oi pela empresa não levaria a uma concentração excessiva de assinantes, como eles dizem que seria o caso de outras companhias.

Vivo: o pior já passou

Os papéis da Vivo deixaram de não ser recomendados pelos especialistas do banco suíço, que agora se mantêm neutros. Para eles, as ações podem subir 11%, a R$ 66.

Na avaliação do banco, "o pior ficou para trás" uma vez que a dinâmica dos preços no segmento de alta tecnologia já não é tão prejudicial para os resultados da empresa como foi em 2018 e no início de 2019.

Os analistas ainda dizem que os negócios de telefonia fixa, que hoje representam cerca de 35% da receita da Vivo, devem continuar a pesar no crescimento geral. "Com isso, as receitas ainda não mostraram sinais de estabilização e é provável que a concorrência nos negócios de FTTH (serviços por fibra óptica) se intensifique gradualmente".

Eles ainda dizem que o aumento da concorrência na telefonia fixa representa um risco para a Vivo.

Há cenário em que Oi vale a pena?

Para o Credit Suisse, nem mesmo considerando a venda da unidade móvel da Oi, seria recomendável comprar as ações da tele. O banco ainda projeta uma queda de 22% dos papéis da companhia, a R$ 0,70.

Eles também elaboraram projeções para o pior e para o melhor cenário da companhia. Caso a Oi venda a unidade móvel a R$ 19 bilhões, o valor justo das ações OIBR3 seria R$ 1,20, dizem - caso contrário, o valor justo seria R$ 0,20.

Segundo os especialistas da instituição, houve uma deterioração maior do que esperada da parte operacional e lucratividade em geral da empresa. "Na venda de outros ativos não essenciais (Unitel, imóveis e créditos tributários), lutamos para encontrar vantagens nos preços atuais das ações", escrevem.

Eles dizem não esperar que a Oi tenha caixa líquido mesmo com a venda de todos os ativos mencionados porque atualmente a dívida líquida da empresa está em R$ 26 bilhões. Os analistas ainda acrescentam que o restante do negócio de telefonia fixa deve continuar reportando queda nas receitas.

A Oi está em recuperação judicial desde 2016. A companhia trocou a diretoria em outubro de 2019 - ano que as ações desvalorizaram cerca de 30%. O movimento foi bem visto pelo BTG Pactual, que estimou um preço-alvo para as ações de R$ 2 nos próximo 12 meses.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Fenômeno da internet

O ataque dos memes: Conheça 5 ações de empresas “quebradas” que mexem com Wall Street

O caso mais famoso foi o da GameStop, mas outras empresas que não contam com fundamentos sólidos vêm passando por movimentos de valorização estimulados por fóruns de internet

seu dinheiro na sua noite

No mundo corporativo, quem não diversifica, se trumbica

De uns tempos para cá, uma antiga fala de Warren Buffett tem pipocado nas minhas redes. Nela, o megainvestidor diz que “diversificação não faz sentido para quem sabe o que está fazendo” — e ele, naturalmente, se coloca como um sábio. Longe de mim querer contrariar o oráculo do mercado financeiro, mas é preciso tomar […]

nos ares

Boeing realiza 1º voo do maior avião da família 737 MAX e inicia fase de testes

Empresa vem trabalhando para superar acidentes aéreos envolvendo a família de aviões 737 MAX. No Brasil, a Gol tem um pedido firme do 737-10

pix questionado

Procon-SP notifica bancos por brechas exploradas por ladrões de celulares

São requisitados esclarecimentos sobre dispositivos de segurança, bloqueio, exclusão de dados de forma remota e rastreamento de operações financeiras disponibilizados aos clientes vítimas de furto ou roubo

FECHAMENTO DA SEMANA

Juros futuros são grandes protagonistas da semana e ainda prometem mais emoção; dólar recua 1% e bolsa fica no vermelho

Com Copom duro e a sinalização de uma possível elevação nas taxas de juros nos EUA, os principais contratos de DI dispararam. Na semana, o dólar recuou com o forte fluxo estrangeiro e a bolsa seguiu o ritmo das commodities (mais uma vez)

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies