Menu
2020-01-17T11:51:04-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
Há luz no fim do túnel?

Nova diretoria da Oi traz melhora de perspectivas para a empresa, diz BTG

Banco mantém recomendação de compra para ações ordinárias da companhia, com o preço-alvo para os próximos 12 meses em R$ 2 – uma margem de aumento de 124%

16 de janeiro de 2020
11:55 - atualizado às 11:51
oi
Imagem: Shutterstock

Não é de hoje que as coisas estão difíceis para a empresa de telefonia Oi. Em recuperação judicial desde 2016, as ações da empresa tiveram uma desvalorização de 31,2% em 2019. Mas o BTG Pactual acredita que as coisas podem mudar.

Em relatório divulgado nesta quinta-feira (16), o BTG demonstrou otimismo com as mudanças realizadas em outubro do ano passado na companhia. Em dezembro, a Oi informou que o atual presidente, Eurico Teles, irá deixar o cargo em janeiro.

Para o banco, a nova companhia tem um "renovado senso de urgência" para solucionar um dos mais importantes problemas da companhia: o caixa deficitário e sua necessidade de investimentos.

No fim do terceiro trimestre de 2019, a Oi tinha cerca de R$ 2,6 bilhões em caixa e estima-se que tenha terminado o ano com um valor entre R$ 2 bilhões e R$ 2,2 bilhões. Mas, há um desnivelamento entre o valor que a empresa hoje possui e a sua necessidade de investimento. A reversão do quadro deve ser a prioridade da empresa.

"Com o Ebitda baixo e necessidade acelerada de fazer investimentos, nós esperamos que ela vá consumir outros R$ 3,7 bilhões de caixa em 2020 e R$ 2,8 bilhões em 2021"

Mudança de postura

Caso o quadro atual prossiga, a empresa precisará de R$ 6,5 bilhões para cumprir o seu plano de negócios. Desde que assumiu, a nova diretoria tem trabalhado intensamente para aliviar o caixa da empresa, como a captação de R$ 2,5 bilhões em debêntures, a venda de imóveis em Santa Catarina e o recebimento (em 36 vezes) de R$ 669 milhões da Sistel por superávit do plano previdenciário.

A gestão ainda espera concluir a venda de torres no 1º trimestre de 2020, o que pode trazer mais R$ 500 milhões para o caixa. Em setembro, o banco já havia manifestado que uma das saídas para a companhia poderia ser a venda de ativos, que podem chegar ao valor de R$ 7 bilhões.

O BTG acredita que, se concluídas, as vendas de centros de dados e rede de fibra em São Paulo podem ser suficientes para cobrir o caixa em 2020. A expectativa na venda de imóveis de propriedade da Oi também seguem elevadas.

Falando em vendas...

Não são só os imóveis e centros que entram na lista de ativos a serem vendidos. Na sua apresentação de resultados do terceiro trimestre, a Oi disse esperar concluir a venda da sua fatia de 25% na operadora angolana Unitel. A transação deve movimentar R$ 4 bilhões.

Conseguir finalizar a venda tem se provado um grande desafio para a companhia. Mas, no ínicio do ano, o jornal português Expresso publicou uma matéria com o CEO da Sonangol, uma das acionistas da Unitel, confirmando o interesse da companhia em adquirir a operação.

A venda da operação de telefonia móvel da Oi, a quarta maior do país, também é uma das alternativas buscadas pela companhia. Com 37,5 milhões de usuários e 16,4% da participação de mercado, a aquisição da operação é de interesse estratégico para as outras gigantes do mercado. Mas, para negociar confortavelmente e sem pressão, o ideal é que a venda da Unitel seja concluída antes.

Segundo o relatório assinado por Carlos Sequeira e Osni Carfi, o segmento móvel da companhia hoje pode ser avaliado em mais de R$ 15 bilhões (7-8x EV/ EBITDA), já que se trata da eliminação de um concorrente forte no mercado e da oportunidade de consolidação.

Atualmente, o BTG possui recomendação de compra para as ações ordinárias da OI (OIBR3). O preço-alvo para os próximos 12 meses é de R$ 2. Na cotação desta quarta-feira (16), os papéis valiam R$ 0,89 - o que dá uma margem de valorização de 124% para os papéis.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Triste marca

Brasil registra mais de 500 mil mortos por covid-19

Em 24 horas foram 2.301 óbitos e 82.288 novos casos. Em nota, Conass ressalta que o Brasil tem 2,7% da população mundial, e é responsável por 12,8% das mortes

Here comes the sun

Energia solar ruma para liderança no País até 2050

O sol será responsável por 32% da geração, ao mesmo tempo em que a participação das hidrelétricas deve cair para cerca de 30%

ESTRADA DO FUTURO

Os três setores mais lucrativos em tecnologia, e por que você deve investir neles

Integração entre softwares e Inteligência Artificial são dois dos segmentos que devem fazer parte de qualquer portfólio de investimentos vencedor

Ano de eleição

Promessas de Bolsonaro estouram “folga” do Orçamento em 2022

A ampliação do Bolsa Família e um eventual aumento de 5% nos salários do funcionalismo público já superam o espaço adicional de R$ 25 bilhões para o próximo ano

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies