Menu
2020-09-19T23:47:12-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
em meio à alta

Maior acionista da Minerva aumenta para 33,8% participação na empresa

Operação não altera composição do controle ou estrutura administrativa da empresa; ações registraram forte alta ontem

16 de setembro de 2020
9:42 - atualizado às 23:47
Unidade de processamento de carne JBS BRF Marfrig Minerva
Imagem: Shutterstock

Maior acionista da Minerva Foods, a britânica Salic aumentou a participação na empresa brasileira, de 25,46% para 33,83%, segundo comunicado divulgado ao mercado.

Nesta terça-feira (15), a empresa converteu em ações todos os seus 61.593.622 bônus, adquiridos como vantagem adicional no aumento de capital da Minerva realizado em 15 de outubro. A Salic atingiu, assim, de forma agregada, uma participação de 185.536.600 ações.

A Salic lembra que aumentar a participação na companhia por meio da conversão de bônus de subscrição em ações ordinárias não resulta e nem tem o objetivo de alterar o controle ou a estrutura administrativa da Minerva.

Ontem, as ações da Minerva (BEEF3) subiram 4,30%, fechando o dia a R$ 13,84, depois de a empresa anunciar que recebeu uma proposta que avalia a subsidiária Athena em US$ 1,5 bilhão. Veja como foi o dia dos mercados.

O lucro da Minerva caiu mais de 6% no segundo trimestre ante o trimestre anterior, mas a companhia avaliou como favoráveis os atuais fundamentos do mercado bovino para os exportadores da América do Sul.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

1º TRI

Petrobras reverte prejuízo do ano anterior e lucra R$ 1,6 bilhão no 1º trimestre; Ebitda sobe mais de 30%

O resultado foi beneficiado pela alta do barril de petróleo no mercado internacional, mas sentiu o peso da valorização do dólar.

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

A inflação americana na Broadway e outros destaques

O dilema dos Bancos Centrais renderia um musical na Broadway. Um enredo cheio de intrigas e drama; personagens em conflito, cientes de que suas decisões impactam o mundo todo. Subir ou não subir os juros, eis a questão. A inflação americana, afinal, começa a aumentar num ritmo preocupante — e muito por causa da postura […]

Fechamento

Mercado modera reação à inflação americana e bolsa consegue recuperação parcial; dólar sobe a R$ 5,31

Os investidores respiraram fundo, pegaram um copo d’água e digeriram melhor o choque da pressão inflacionária nos Estados Unidos

Caça às pendências

BNDES quer viabilizar privatização da Eletrobras e refazer leilão de bloco da CEDAE ainda este ano

Além disso, o banco de fomento trabalha em outros 120 projetos de desestatização que podem chegar a um investimento total de R$ 243 bilhões em obras

Oferta secundária à vista?

BNDES vai esperar o ‘melhor momento’ para vender ações da Copel

A BNDESPar, empresa de participações do banco, pretende se desfazer da fatia de 24% que possui das ações Copel

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies