Menu
2020-02-08T13:19:47-03:00
Estadão Conteúdo
Saneamento

Doria recorre a Guedes para liberar crédito para a Sabesp

Ministério barra empréstimo externo de US$ 300 milhões para governo de São Paulo investir na estatal de saneamento, que deve ser privatizada

8 de fevereiro de 2020
13:19
João Doria
Imagem: Shutterstock

Um impasse em torno de empréstimo externo de US$ 300 milhões (equivalente a R$ 1,274 bilhão) para investimentos na companhia de saneamento Sabesp quase colocou por terra a boa relação do governo de São Paulo com a equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes.

A Comissão de Financiamentos Externos (Cofiex), órgão do Ministério da Economia responsável pelo acompanhamento e aprovação de empréstimos externos de Estados e municípios, barrou o financiamento do Novo Banco de Desenvolvimento, o banco do Brics, ao Estado de São Paulo.

A alegação é que não faria sentido investimento numa estatal se o marco regulatório do setor de saneamento está mudando para abrir caminho para a privatização das companhias públicas. O empréstimo precisaria de aval da União.

O problema levou o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), ao ministério na última quarta-feira para reverter a recusa. Segundo apurou o Estado, o time de Guedes acertou que o projeto de empréstimo será reapresentado em reunião extraordinária nos próximos dias.

Para serem aprovados, os projetos precisam da votação unânime dos sete conselheiros, de diferentes órgãos do governo federal. Na última reunião, um dos conselheiros resolveu questionar alguns aspectos da modelagem do financiamento à Sabesp e sugeriu a reprovação. O conselheiro que votou contra era o representante do secretário especial de Produtividade, Carlos Alexandre da Costa.

O projeto de São Paulo, que estava em fase de elaboração havia muito tempo, recebeu pontuação alta. O critério de pontuação é definido por portaria com critérios objetivos. Os projetos são classificados e vão para reunião da Cofiex para sancionar a análise técnica.

São Paulo e o Ministério da Economia não comentaram o caso. No entanto, uma fonte a par da negociação disse que o problema já está resolvido.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

FECHAMENTO DA SEMANA

Ufa! Ibovespa avança quase 5% em semana de alta volatilidade, mas dólar vai a R$ 5,68

A PEC emergencial e a disparada dos títulos públicos norte-americanos monopolizaram o noticiário, pressionando o câmbio e a bolsa

Regime especial

STF forma maioria para manter sigilo das informações do programa de repatriação

A análise tem origem em uma ação proposta pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB) em 2017.

Algo não agradou

Guedes vê perda estrutural em PEC do auxílio

O sentimento na equipe de Guedes foi de perda da possibilidade de acionamento dos gatilhos em caso de calamidade por mais dois anos seguintes

DIÁRIO DE BORDO

À procura de um porto seguro para seu dinheiro em tempos turbulentos no Brasil? Veja onde investir

Se “mar calmo nunca fez bom marinheiro”, o que aprendi nesses meus 25 anos de mercado financeiro é que em momentos de ruídos e turbulências precisamos ser ainda mais persistentes e consistentes em nossos investimentos.

Suspeita de crime

CVM confirma processo para investigar suposto ‘insider trading’ na Petrobras

A suspeita de que alguém pode ter lucrado R$ 18 milhões com o vazamento de informações sobre o que ocorreria na estatal vieram à tona no início da semana e mexeram com os ânimos do mercado.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies