Menu
2020-03-29T19:54:09-03:00
Kaype Abreu
Kaype Abreu
Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros.
efeito coronavírus

Com derretimento da bolsa, empresas correm para comprar as próprias ações

Desde quinta-feira, Banco Inter, Sinqia e Cyrela Commercial Properties anunciaram um programa de recompra; na prática, medida significa que companhias acreditam que os papéis estão muito baratos

13 de março de 2020
8:35 - atualizado às 19:54
Cartão do Banco Inter
Cartão do Banco Inter - Imagem: Julia Wiltgen/Seu Dinheiro

O derretimento da bolsa desde o início do ano, com queda de 37% do Ibovespa, tem feito as empresas optaram por recomprar as próprias ações em negociação na B3.

A prática é comum no mercado e acontece quando os membros do conselho das companhias acreditam que os papéis estão muito baratos. Mas o movimento se acentuou nesta semana.

Desde quinta-feira (12), Banco Inter, Sinqia e Cyrela Commercial Properties anunciaram programas de recompra de ações. Na terça-feira, a Renner também comunicou a medida.

Com desvalorização de 47% das units (BIDI11), o Banco Inter pode comprar até 13,3 milhões de papéis ordinários, e até 29 milhões de ações preferenciais — diretamente ou na forma de units. O número corresponde a 10% dos ativos em negociação.

A mesma proporção corresponde ao programa de recompra da provedora de tecnologia para o sistema financeiro Sinqia. O total de ações que podem ser compradas é de 5,8 milhões. Os papéis da companhia (SQIA3) têm desvalorização de 37% neste ano.

Com um recuo também de 37% na cotação dos papéis (CCPR3) desde o início de janeiro, a Cyrela Commercial Properties vai recomprar até 4,9 milhões — 6,89% dos papéis em negociação.

A proporção é menor no programa de recompra das Lojas Renner: apenas 1%. A varejista vai comprar até oito milhões das próprias ações ordinárias. A desvalorização dos papéis da empresa (LREN3) é da ordem de 23%.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

escolha da CEO

Criptomeme bilionário, $moda$ de Hering e Arezzo, aposta contra o BC… veja o que bombou na semana no Seu Dinheiro

Você apostaria contra o Banco Central do Brasil?  Não falo de apostas mequetrefes com a turma do escritório, do tipo “quem perder paga uma rodada”.  Estou falando de colocar o seu patrimônio em investimentos que podem dar retornos altos se o BC estiver errado. Pois é justamente o que defende Rogério Xavier, da SPX Capital, um […]

empresa de porto alegre

Startup Zenvia entra com pedido de IPO na Nasdaq

Empresa quer levantar até US$ 100 milhões; oferta terá seus recursos destinados para pagar o montante utilizado na aquisição da startup D1, entre outros

LDO

LDO de 2022 prevê ‘vacinas’ contra manobras do Orçamento

Proposta exclui a possibilidade de indicação das emendas de relator e proíbe o Congresso de subestimar despesas obrigatórias sem aval do Executivo

negociações no varejo

Negociação de venda da Hering à Arezzo envolve questões de negócio e familiares

Alta cúpula da Arezzo passou os últimos dias em reuniões e deverá formar um grupo de trabalho para tratar sobre a proposta para a Hering, afirmou uma fonte

fique de olho

Itaú anuncia pagamento de juros sobre capital próprio

Serão R$ 0,05648 por ação, com retenção de 15% de imposto de renda na fonte; pagamento é uma antecipação aos aos dividendos e JPC do resultado de 2021

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies