Menu
2020-07-28T18:37:06-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Telefonia

Virou euforia: Ações da Oi disparam mais de 40% com nova proposta de TIM, Vivo e Claro

Uma valorização tão abrupta não é natural, por mais que as notícias para a Oi sejam mesmo muito positivas. Mas para um gestor de fundos com quem eu conversei, as ações ainda têm potencial mesmo com a alta desta terça-feira

28 de julho de 2020
17:35 - atualizado às 18:37
Imagem do prédio da operadora Oi
Imagem do prédio da operadora Oi, no bairro de Botafogo, na zona sul do Rio de Janeiro. - Imagem: Estadão Conteúdo/Paulo Vitor

Quem dá mais pela Oi? A disputa pelos ativos de telefonia móvel e fibra da operadora levou a uma corrida dos investidores pelas ações da empresa, que está em recuperação judicial desde 2016.

No pregão de hoje, as ações ON (OIBR3) da companhia dispararam 15,82%, cotados a R$ 2,05 e com um impressionante volume negociado de R$ 1,36 bilhão. Com menor liquidez, os papéis PN (OIBR4) foram ainda mais longe e subiram nada menos que 44,27%, para R$ 2,77.

É bom ponderar que uma valorização tão abrupta não é natural, por mais que as notícias para a Oi sejam mesmo muito positivas.

Os investidores reagem à informação à nova oferta formalizada pelo trio TIM, Vivo e Claro pela rede móvel da operadora, no valor de R$ 16,5 bilhões. A oferta considera, adicionalmente, a possibilidade de assinar com a empresa contratos de longo prazo para uso de infraestrutura.

Na semana passada, a Oi anunciou um acordo de exclusividade com a Highline para a venda da área de telefonia celular. Mas o cheque mais gordo das operadoras estabelece um novo piso para o negócio, o que justifica o otimismo renovado com as ações.

Como se não bastasse, as ações da Oi também reagem à notícia de que o BTG Pactual fez uma proposta pela unidade que concentra as redes de telefonia e banda larga fixa.

A proposta do BTG prevê a compra de 25% do capital total e 51% do capital votante, segundo o jornal Valor Econômico. A InfraCo é avaliada pela Oi em R$ 25,5 bilhões.

É para tudo isso?

Não há dúvidas de que a disparada repentina tem um certo componente de euforia. Mas para um gestor de fundos com quem eu conversei, as ações da Oi ainda têm potencial de alta mesmo com a valorização desta terça-feira.

No fechamento de hoje, o valor de mercado da companhia era de pouco mais de R$ 12 bilhões. Mas nas contas do gestor, que tem posição nos papéis da operadora, a Oi pode ser avaliada por pelo menos R$ 50 bilhões, considerando a venda da unidade móvel e de fibra.

Por outro lado, a companhia tem uma dívida da ordem de R$ 20 bilhões mais contingências estimadas em R$ 5 bilhões.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Otimismo

Mercado reage bem a prévias da Cyrela, consideradas ‘impressionantes’ e ‘excepcionais’ por analistas

Ontem, após o fechamento, a incorporadora informou alta de 46% no número de lançamentos e de 58% nas vendas do terceiro trimestre, em comparação ao mesmo período do ano passado

Ações em queda

O alçapão no fundo do poço: Cielo tem preço-alvo reduzido pelo Goldman Sachs

Analistas do banco norte-americano mantiveram a recomendação de venda e reduziram o preço-alvo das ações da Cielo (CIEL3) de R$ 3,70 para R$ 3,30

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quarta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Saúde

Ações da Qualicorp disparam com interesse da Rede D’Or em elevar participação

Maior acionista da Qualicorp, com participação de 12,95%, Rede D’Or entrou com pedido de autorização no Cade para adquirir mais ações da companhia na bolsa

Exile on Wall Street

IPOs: O princípio da contraindução — voltamos a comprar powerpoints?

Podemos nos atrair por casos de crescimento. Não há o menor problema nisso. Mas que haja alguma substância. E, acima de tudo, que cometamos erros novos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies