Menu
2020-05-18T13:14:14-03:00
Estadão Conteúdo
ACUSAÇÕES GRAVES

Sindicatos denunciam McDonald’s por assédio sexual sistêmico na OCDE

A denúncia abrange sete países e reúne sindicatos da Austrália, Brasil, Chile, Colômbia, França, Reino Unido e Estados Unidos.

18 de maio de 2020
13:14
Mcdonalds’s
Imagem: shutterstock

Sindicatos de vários países uniram-se para apresentar na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) denúncias por assédio sexual sistêmico no McDonald's. Em relação ao Brasil, o documento encaminhado ao Dutch National Contact Point (NCP), responsável por observar as diretrizes da OCDE para multinacionais, mostra que o Ministério Público do Trabalho recebeu 23 queixas com sérias indicações de assédio moral, assédio sexual e discriminação racial nas dependências da rede de fast-food. A denúncia abrange sete países e reúne sindicatos da Austrália, Brasil, Chile, Colômbia, França, Reino Unido e Estados Unidos.

A denúncia também envolve dois grandes bancos de investimento, que, juntos, detêm participação de US$ 1,7 bilhão no McDonald's: APG Asset Management, na Holanda, e Norges Bank, na Noruega.

A denúncia diz que os sistemas de monitoramento interno e externo do APG Asset Management e do Norges Bank deveriam alertá-los para o crescente problema de assédio sexual na rede.

Essa é a primeira queixa do gênero já apresentada à OCDE para tratar do fim de assédio sexual sistemático em uma empresa multinacional.

A União Internacional de Trabalhadores da Alimentação (International Union of Foodworkers), a Federação Europeia de Sindicatos da Alimentação, Agricultura e Turismo (European Federation of Food, Agriculture and Tourism Trade Unions), a brasileira União Geral dos Trabalhadores (UGT) e o Sindicato Internacional de Trabalhadores em Serviços (SEIU, dos Estados Unidos e Canadá) assinam a denúncia, com base nas diretrizes da OCDE para Empresas Multinacionais.

Segundo Sue Longley, secretária geral da União Internacional de Trabalhadores de Alimentação (International Union of Foodworkers, em inglês) em release enviado à imprensa, o McDonald's deixou de agir para criar um local de trabalho seguro.

A denúncia diz existir um padrão de assédio sexual e violência de gênero no McDonald's, variando de comentários obscenos à agressão física. O documento traz relatos de "dezenas de casos nos Estados Unidos nos quais trabalhadores de 16 anos acusaram supervisores de conduta imprópria, incluindo tentativa de estupro, exposição indecente, toques indesejados e ofertas sexuais. As mulheres disseram ter sido ignoradas, ridicularizadas ou punidas quando denunciaram os casos à empresa".

No Brasil, foi relatado que, "em dezembro de 2019, um promotor público encontrou 'sérias indicações de prática de assédio moral, assédio sexual e discriminação' em 23 queixas de trabalhadores do McDonald's em todo o País. As queixas incluíam toques indesejados, provocações verbais e outras más condutas dos supervisores".

Na França, "um gerente do McDonald's na França instalou uma câmera de celular no vestiário feminino e filmou secretamente jovens mulheres trocando de roupa", segundo release enviado à imprensa.

A denúncia também alega que a empresa ignorou as diretrizes da OCDE ao se recusar a envolver os trabalhadores e seus representantes para abordar o assédio sexual e o assédio de gênero em suas lojas.

Procurada, a empresa Arcos Dorados, que controla o McDonald's no Brasil, não respondeu até a publicação deste texto.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

BOA NOTÍCIA

Acionistas vão se beneficiar da nova política de dividendos da Copel

Novos parâmetros definidos pela empresa podem resultar em pagamentos significativos no curto prazo, segundo Goldman Sachs

Mercados hoje

Ibovespa recua com o peso das incertezas domésticas; dólar também cai

Os investidores repercutem hoje a decisão do Copom de manter a taxa básica de juros em 2% ao ano e a derrubada do forward guidance. Lá fora, bolsas seguem no embalo da posse do novo presidente dos EUA

Exile on Wall Street

Como planejar sua aposentadoria rápida?

Não sei exatamente onde está a melhor resposta para esse tipo de indagação, mas desconfio que não esteja nos livros de economia e finanças.

o melhor do seu dinheiro

O BBB dos fundos imobiliários

Vai começar mais uma edição do Big Brother Brasil, aquele programa da TV que ninguém admite que assiste, mas acompanha e sabe de tudo o que acontece. Confesso que fiquei até surpreso no dia em que ouvi o secretário de política econômica, Adolfo Sachsida, usar o participante do BBB Kleber Bambam como metáfora para explicar a […]

segunda onda

Hapvida vê aumento de atendimentos de urgência e internações por covid-19

Apesar da alta, empresa informa que está conseguindo realizar normalmente procedimentos cirúrgicos eletivos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies