Menu
2020-05-29T11:07:00-03:00
DADO ALARMANTE

Setor público tem déficit primário de R$ 94,303 bi, o pior resultado da série

O maior déficit mensal até agora havia sido registrado em dezembro de 2015, de R$ 71,728 bilhões.

29 de maio de 2020
11:06 - atualizado às 11:07
brasil-crise
Crise no Brasil - Imagem: Shutterstock

Sob os efeitos da pandemia do novo coronavírus na economia, o setor público consolidado (Governo Central, Estados, municípios e estatais, com exceção de Petrobras e Eletrobras) apresentou déficit primário de R$ 94,303 bilhões em abril, informou nesta sexta-feira, 29, o Banco Central. Em março, havia sido registrado déficit de R$ 23,655 bilhões.

Esse é o pior resultado para todos os meses da série histórica do Banco Central, que tem início em dezembro de 2001. O maior déficit mensal até agora havia sido registrado em dezembro de 2015, de R$ 71,728 bilhões.

O resultado primário reflete a diferença entre receitas e despesas do setor público, antes do pagamento da dívida pública. Em função da pandemia, cujos efeitos econômicos se intensificaram em abril, o governo federal e os governos regionais passaram a enfrentar um cenário de forte retração das receitas e aumento dos gastos públicos.

O déficit primário consolidado do mês passado foi menor do que todas as estimativas captadas no mercado financeiro pelo Projeções Broadcast. Os analistas ouvidos projetavam déficit de R$ 150,0 bilhões a R$ 94,9 bilhões. A partir deste intervalo, a mediana estava negativa em R$ 97,6 bilhões.

Composição

O resultado fiscal de abril foi composto por um déficit de R$ 92,165 bilhões do Governo Central (Tesouro, Banco Central e INSS). Já os governos regionais (Estados e municípios) influenciaram o resultado negativamente com R$ 1,943 bilhão no mês. Enquanto os Estados registraram um déficit de R$ 1,332 bilhão, os municípios tiveram resultado negativo de R$ 611 milhões. As empresas estatais registraram déficit primário de R$ 195 milhões.

Quadrimestre

As contas do setor público acumularam um déficit primário de R$ 82,583 bilhões no primeiro quadrimestre de 2020, o equivalente a 3,50% do PIB, informou o Banco Central. Este resultado foi consequência do desempenho registrado nos quatro primeiros meses do ano, com os efeitos da pandemia do novo coronavírus na economia sendo sentidos a partir de meados de março.

Com o aumento de despesas públicas em função da pandemia, o Tesouro Nacional vem afirmando que o déficit primário do setor público consolidado poderá superar os R$ 700 bilhões em 2020. A meta original para este ano era de déficit de R$ 124 bilhões (1,6%) do PIB, mas ela foi suspensa a pedido do Executivo, para que o governo possa aumentar os gastos e fazer frente ao avanço da covid-19.

O superávit fiscal no primeiro quadrimestre resulta de déficit de R$ 94,969 bilhões do Governo Central (4,03% do PIB). Os governos regionais (Estados e municípios) apresentaram um superávit de R$ 10,769 bilhões (0,46% do PIB) no período. Enquanto os Estados registraram um superávit de R$ 10,398 bilhões, os municípios tiveram um saldo positivo de R$ 371 milhões. As empresas estatais registraram um resultado positivo de R$ 1,617 bilhão no período.

12 meses

As contas do setor público acumulam um déficit primário de R$ 164,429 bilhões em 12 meses até abril, o equivalente a 2,25% do PIB, informou o Banco Central.

O déficit fiscal nos 12 meses encerrados em abril pode ser atribuído ao rombo de R$ 184,595 bilhões do Governo Central (2,53% do PIB). Os governos regionais (Estados e municípios) apresentaram um superávit de R$ 8,070 bilhões (0,11% do PIB) em 12 meses até abril.

Enquanto os Estados registraram um superávit de R$ 10,221 bilhões, os municípios tiveram um saldo negativo de R$ 2,151 bilhão. As empresas estatais registraram um resultado positivo de R$ 12,096 bilhões no período.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Novo nome no MEC

Bolsonaro anuncia pastor Milton Ribeiro como novo ministro da Educação

Decreto presidencial nomeou professor para o cargo nesta sexta-feira

Investimento para o cliente

Corretora Warren recebe aporte de R$ 120 milhões para investimento em plataformas digitais

Fintech visa multiplicar por cinco patrimônio sob gestão até o fim de 2021 e aumentar alcance da marca: ‘Nossa meta é seguir investindo em tecnologia’

Chegou lá

E o Ibovespa, quem diria, voltou aos 100 mil pontos. O que isso significa?

Depois de mais de quatro meses, o Ibovespa finalmente reconquistou o patamar dos três dígitos. Algumas boas notícias da economia doméstica ajudam a explicar o otimismo na semana, mas há mais fatores que influenciaram esse movimento

Crise se afastando?

Barômetros globais sinalizam retomada gradual da economia mundial, diz FGV

Melhoras ainda estão condicionadas a um ‘grau elevado’ de incerteza diante da pandemia, pondera pesquisador

desconfiança justa?

Amazon pede que funcionários excluam TikTok por questões de ‘segurança’

Segundo uma captura de tela obtida pelo The New York Times, a empresa de e-commerce enviou um e-mail solicitando a exclusão do app

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements