Menu
2020-05-13T10:32:05-03:00
Estadão Conteúdo
o pós-crise

Reino Unido poderá precisar de 2 anos para recuperação plena

PIB britânico sofreu queda de 2% ante os três meses anteriores, a maior desde a crise financeira mundial de 2008

13 de maio de 2020
10:31 - atualizado às 10:32
Boris Johnson
Boris Johnson - Imagem: Shutterstock

É improvável que a economia do Reino Unido se recupere plenamente do impacto do coronavírus antes de 2022, segundo avaliação da ING Economics. No primeiro trimestre, o Produto Interno Bruto (PIB) britânico sofreu queda de 2% ante os três meses anteriores, a maior desde a crise financeira mundial de 2008.

"O segundo trimestre deverá ver um declínio no PIB de mais de 10%, e como a grande maioria das medidas de lockdown deverá continuar em vigor até junho, o risco é que o estrago seja ainda maior", comentou James Smith, economista da ING.

Para Smith, s economia britânica não deverá retornar a níveis anteriores ao da pandemia antes de 2022, uma vez que as medidas de distanciamento social "chegaram para ficar" até o surgimento de uma vacina.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Novos tempos

Alvo de Bolsonaro, home office avança no setor público

Bolsonaro usou trabalho remoto para atacar presidente da Petrobras

Mais uma na área

FDA autoriza uso emergencial de vacina de dose única nos EUA

Imunizante é produzido pela Johnson & Johnson

Contra a pandemia

Matéria-prima para produção de 12 milhões de doses de vacina chega ao Rio

Total de efetivamente imunizados não chega a 1% da população brasileira

Acordo confirmado

Notre Dame Intermédica e Hapvida chegam a acordo para combinação de negócios

Ações da Notre Dame serão incorporadas pela Hapvida; acordo resultará em uma das maiores empresas de saúde do mundo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies