Menu
2020-05-05T09:11:41-03:00
Estadão Conteúdo

Inadimplência empresarial sobe 0,5% no 1º trimestre, diz Boa Vista

Dados refletem as adversidades provocadas pelo novo coronavírus na economia, cita a nota da Boa Vista

5 de maio de 2020
8:54 - atualizado às 9:11
Ratoeira da dívida
Imagem: Shutterstock

O índice que mede a taxa de inadimplência empresarial no País subiu 0,5% no primeiro trimestre em relação ao trimestre imediatamente anterior, informa a Boa Vista. Já na comparação acumulada em quatro trimestres, houve desaceleração no ritmo de queda, com o indicador saindo de declínio de 10,6% (quarto trimestre de 19) para queda de 8,3% no trimestre finalizado em março de 2020.

No confronto com o primeiro trimestre de 2019, o índice mostrou recuo de 0,1%.

Os dados refletem as adversidades provocadas pelo novo coronavírus na economia, cita a nota da Boa Vista.

A expectativa da Boa Vista é que haja inversão no fluxo de inadimplência das empresas. "A piora no desempenho econômico e o alto nível de incerteza entre os empresários durante a pandemia sugerem que o indicador apresente leve aumento no período mais agudo da crise", estima.

O indicador de inadimplência das empresas no Brasil é um somatório dos principais mecanismos de apontamento dessa variável do setor: cheques devolvidos, títulos protestados e registros de débitos realizados na base do Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC).

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

NA MODA

Grupo Soma fecha acordo por marca de blogueira e ações sobem mais de 9%

Acordo prevê que montante a ser pago, parte em dinheiro e outra em ações, equivalerá a sete vezes o Ebitda da empresa de Nati Vozza

Novidade na B3

Com novo modelo, ações da Track&Field estreiam no pregão da B3 após IPO

Oferta da empresa de vestuário e calçados esportivos inaugura modelo em que as ações preferenciais terão direito econômico — incluindo os dividendos — 10 vezes maior que o das ordinárias

MAIS POLÊMICA

B3 critica multa no acordo da Stone pela Linx

Penalidade também valeria caso os acionistas da Linx não aprovem saída da empresa do Novo Mercado, como quer a Stone

Exile on Wall Street

Por que decidimos lançar um MBA?

O problema é geral. Não há cursos de MBA de qualidade dados por praticantes

BALANÇO

Dólar ajuda e atrapalha Klabin no terceiro trimestre

Moeda americana eleva vendas no período, mas pesa em suas despesas financeiras e no endividamento

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies