Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-11-10T10:52:21-03:00
Estadão Conteúdo
Disparada no ano

IGP-M sobe 2,67% na primeira prévia de novembro

Com o resultado, o índice – que serve como fator de reajuste para aluguéis – acumula elevação de 21,25% no ano e de 23,79% em 12 meses

10 de novembro de 2020
10:52
Plantação de algodão na SLC Agrícola
As altas nos preços das matérias-primas brutas, como milho e algodão, contribuíram para o avanço do índice. - Imagem: Divulgação/SLC

O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) voltou a subir na primeira prévia de novembro, atingindo 2,67%, após ter aumentado 1,97% em igual leitura de outubro, informou nesta terça-feira, 10, a Fundação Getulio Vargas (FGV). Com o resultado, o índice acumula elevação de 21,25% no ano e de 23,79% em 12 meses.

A FGV informou ainda os resultados dos três indicadores que compõem a primeira prévia do IGP-M de outubro. O IPA-M, que representa os preços no atacado, aumentou 3,48% na primeira medição deste mês, ante avanço de 2,45% na primeira prévia de outubro. O IPC-M, que corresponde à inflação no varejo, desacelerou a 0,41% na primeira leitura de novembro, depois da elevação de 0,64% em igual período de outubro. Já o INCC-M, que mensura o custo da construção, teve avanço de 1,31% na primeira prévia de novembro, após expansão de 1,26% na primeira prévia do décimo mês do ano.

Nesta primeira leitura de novembro, a taxa do IPA segue influenciada pelos aumentos dos preços das matérias-primas brutas (2,31% para 4,19%) e dos bens intermediários (2,66% para 3,88%). No primeiro grupo destacam-se milho (5,08% para 17,05%) e algodão (2,42% para 18,26%). No segundo, óleo diesel (-10,09% para 2,15%) e farelo de soja (9,01% para 21,13%), informou André Braz, coordenador dos Índices de Preços.

Já a taxa de variação do IPC apresentou desaceleração com arrefecimento nas taxas dos grupos Alimentação (1,30% para 0,82%) e Vestuário (0,67% para 0,34%).

No INCC, o grupo materiais, equipamentos e serviços subiu 2,45% e contribuiu para pressão na variação acumulada em 12 meses do indicador da construção, que avançou de 6,19% para 7,88%.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Crise dos chips

Sem carro zero no mercado, preço de usados sobe até 20% e vendas disparam – carro usado chega a custar mais que um novo

Mercado enfrenta escassez de semicondutores, demanda alta por veículos e prazos longos para a entrega

sem escassez

Fábrica da Tesla em Xangai deve terminar setembro com 300 mil carros produzidos em 2021

Marca será atingida mesmo em meio a uma escassez global de semicondutores, disseram duas fontes da montadora à Reuters

Fim da pandemia

CEO da Pfizer prevê que voltaremos à vida normal dentro de um ano, mesmo com novas variantes do coronavírus

Albert Bourla acredita que vacinação contra a covid-19 se tornarão anuais, para cobrir novas variantes, e que vacinas durarão um ano

ainda não acabou

Controladores da Alliar (AALR3) contratam XP para vender o negócio, diz jornal

Empresa de diagnósticos foi alvo, recentemente, de disputa pelo controle pela Rede D’Or e fundos ligados ao empresário Nelson Tanure

Mais recursos

Democratas aprovam pacote de US$ 3,5 tri no Comitê de Orçamento da Câmara dos EUA

Recursos serão destinados à rede de segurança social e programas relacionados a mudanças climáticas. Obtenção de quase unanimidade para aprovação no Congresso é desafio

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies