Menu
2021-01-04T15:50:49-03:00
Estadão Conteúdo
PREÇOS EM ALTA

IGP-M sobe 0,96% em dezembro e fecha 2020 com maior variação anual desde 2002

Tanto o resultado mensal quanto o anual ficaram abaixo das medianas das estimativas na pesquisa do Projeções Broadcast.

29 de dezembro de 2020
9:37 - atualizado às 15:50
inflação preços
Imagem: Shutterstock

O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) avançou 0,96% em dezembro, informou nesta terça-feira, 29, a Fundação Getulio Vargas (FGV). A variação do indicador desacelerou em relação aos 3,28% de novembro. Com o resultado, o IGP-M encerrou 2020 com alta acumulada de 23,14%, a maior variação anual desde 2002 (25,31%).

Tanto o resultado mensal quanto o anual ficaram abaixo das medianas das estimativas na pesquisa do Projeções Broadcast, de 1,20% (intervalo de 0,98% a 2,20%) e de 23,45% (23,16% a 24,70%), respectivamente.

O alívio na taxa foi puxado pela desaceleração do Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA-M) de 4,26% em novembro para 0,90% em dezembro. Apesar do alívio, o indicador de preços no atacado acumulou alta de 31,63% em 2020, também a maior desde o resultado de 2002 (33,64%).

Na outra ponta, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC-M) ganhou tração e avançou 1,21% em dezembro, após alta de 0,72% em novembro, informou a FGV. O indicador acumulou inflação de 4,81% em 2020, a maior desde os 6,25% de 2016.

O Índice Nacional de Custos da Construção (INCC-M) desacelerou de 1,29% em novembro para 0,88% em dezembro, conforme divulgado na última quarta-feira, 23. O indicador acumulou alta de 8,66% em 2020, a maior variação anual desde os 12,0% registrados em 2008.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Temos vacina!

Por unanimidade, Anvisa aprova uso emergencial da CoronaVac e da vacina de Oxford/AstraZeneca

Primeiros profissionais de saúde já foram vacinados em pronunciamento do governador de São Paulo, João Doria

Mais uma recomendação

Técnicos da Anvisa recomendam uso emergencial da vacina de Oxford/AstraZeneca

Mais cedo, área técnica havia defendido aprovação da CoronaVac

Ainda falta...

Anvisa devolve pedido de uso emergencial da Sputnik

Laboratório russo não apresentou os requisitos mínimos para que o pedido de uso emergencial pudesse ser analisado pela agência

Quase lá

Área técnica da Anvisa recomenda uso emergencial da CoronaVac

Diretores da agência analisam pedidos de uso de vacinas. No momento, a área técnica ainda faz a apresentação. Em seguida, a relatora do tema, diretora Meiruze Freitas lerá seu voto, com os outros quatro diretores da agência votando depois

coronavírus

Covid-19: Brasil tem 8,4 milhões de casos e 61 mil novos diagnósticos nas últimas 24h

Segundo ministério, 7.388.784 pacientes recuperaram-se da doença

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies