Menu
2020-11-06T14:23:59-03:00
Estadão Conteúdo
Correção

IBGE revisa PIB de 2018; alta passa de 1,3% para 1,8%

A estimativa anterior tinha como base as Contas Nacionais Trimestrais, revisada em novembro de 2019, na divulgação do PIB do terceiro trimestre do ano passado.

6 de novembro de 2020
14:23
indústria dados ibge
Imagem: Shutterstock

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro de 2018 cresceu mais do que o estimado anteriormente: a alta passou de 1,3% para 1,8%, segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com base nas Contas Nacionais Anuais. A estimativa anterior tinha como base as Contas Nacionais Trimestrais, revisada em novembro de 2019, na divulgação do PIB do terceiro trimestre do ano passado.

Leia também:

Em 2018, o PIB somou R$ 7,004 trilhões.

O PIB per capita foi de R$ 33.594, uma alta de 1,0% em relação a 2017.

Nos dados definitivos calculados pelas Contas Nacionais Anuais, o crescimento do PIB de 2018 se deu com um avanço de 1,3% na agropecuária, uma alta de 0,7% na indústria e um crescimento de 2,1% nos serviços.

Segundo o IBGE, a revisão, com os dados anuais, "decorreu, principalmente, da incorporação de novos dados, advindos da Pesquisa Anual de Serviços (PAS) e de dados do Imposto de Renda, para o conjunto das atividades de Serviços".

Pela ótica da demanda, o consumo das famílias cresceu 2,3% em 2018 ante 2017. Já a despesa de consumo final do governo cresceu 4,9% em termos nominais.

A Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF, conta de todos os investimentos na economia) subiu 5,2%, depois de quatro anos seguidos de queda.

Com isso, informou o IBGE, a taxa de investimento ficou em 15,1% do PIB em 2018, 0,5 ponto acima do registrado em 2017, quando atingiu o menor nível desde 1995.

Ainda sob a ótica da demanda, em 2018, as exportações cresceram 4,1%, enquanto as importações, 7,7%, resultando em uma contribuição negativa do saldo externo para a variação do PIB.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Vilões da inflação

Preços dos combustíveis pressionam todas as faixas de renda em março, diz Ipea

Além da alta de 11,2% nos combustíveis, o reajuste nas passagens de ônibus e trens também pesou para as famílias mais pobres

RADIO CASH

‘O Banco Central não parece estar comprometido em atingir a meta de inflação’, diz Rogério Xavier, fundador da SPX Capital

Em entrevista ao podcast RadioCash, Rogério Xavier critica o ajuste parcial da Selic e comenta a estratégia por trás dos resultados expressivos que fundos da SPX obtiveram no primeiro trimestre do ano, confira:

destravando valor

Pão de Açúcar lidera altas do Ibovespa com mercado vendo ganhos em venda de participação em e-commerce

Casino, controlador da empresa, estuda fazer oferta de ações de unidade de e-commerce, em que Pão de Açúcar detém participação de 34,17%

Mercados hoje

Ibovespa sobe apoiado no setor de commodities e deixa político-fiscal de lado; dólar recua

Com o cenário político-fiscal pesado, o mercado brasileiro pega carona no bom desempenho das empresas do setor de varejo e commodities. No exterior, inflação dos Estados Unidos é destaque

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies