Menu
2020-05-21T07:43:28-03:00
veio pra ficar?

Home office é aprovado por 80% dos gestores de empresas no país

Das empresas que ainda não adotavam o home office, 65% são de controle familiares e de capital nacional. Os outros 35% são multinacionais, segundo pesquisa

21 de maio de 2020
7:43
home office
Imagem: Shutterstock

Desde que a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou situação de pandemia pelo novo coronavírus, em março, empresas de todos os setores precisaram adaptar suas dinâmicas de trabalho às medidas de isolamento social. Adotaram o trabalho remoto, que não era realidade para 51% das companhias brasileiras até então. Após o choque inicial, 80% dos gestores disserem gostar da nova maneira de trabalhar, de acordo com pesquisa da ISE Business School. "Mudanças que ocorreriam em cinco ou dez anos já estão acontecendo", disse Cesar Bullara, diretor e professor do departamento de gestão de pessoas do ISE.

Segundo ele, a nova realidade veio para ficar. Das empresas que ainda não adotavam o home office, 65% são de controle familiares e de capital nacional. Os outros 35% são multinacionais. Na visão de Amélia Caetano, consultora especializada em trabalho remoto no Instituto Trabalho Portátil, as multinacionais já estavam mais bem preparadas, principalmente do ponto de vista tecnológico, par essa realidade, enquanto as empresas nacionais tinham investido pouco nesse sentido. Para ela, eventos inesperados, como o coronavírus, têm essa capacidade de "antecipar" o futuro.

Para Adriana Santana, diretora de recursos humanos da empresa de nutrição nacional Elanco para Brasil e Cone Sul, o isolamento social tem exigido constante adaptação. "Já trabalhávamos de forma mais flexível na empresa, mas esse é um desafio, porque agora os quatro estão em casa", disse ela, que é casada e tem dois filhos, de 9 e 10 anos.

Para organizar a vida familiar e profissional no mesmo espaço, Adriana disse que foi necessário definir barreiras. "Foi difícil, mas bloqueei algumas horas do dia para momentos com eles. Para meus filhos, foi confuso de repente ter os pais em casa e, ao mesmo tempo, não ter nossa total atenção." Apesar desse tipo de dificuldade, a pesquisa apontou que quase 90% dos gestores consideraram que o trabalho remoto ajudou a melhorar as relações familiares.

Competências

Segundo os dados do ISE Business School, a flexibilidade foi apontada como uma das competências mais desenvolvidas neste período - foi citada por 81% dos entrevistados. A habilidade só fica atrás da resiliência, a capacidade de superar dificuldades, mencionada por 82%. Outras características citadas foram autodisciplina e confiança, além da construção de uma relação mais francas entre chefes e equipes.

Para a especialista em trabalho remoto Amélia Caetano, os gestores precisam se preparar para acompanhar as tarefas e entregas, e não a quantidade de horas trabalhadas. "Muitos líderes se viram nessa nova situação e estão vendo que funciona", ressalta.

Renato Camargo, líder da empresa de pagamentos Recarga Pay no País, vê algumas dificuldades no trabalho remoto. Para ele, não ter os colaborares por perto dificulta o trabalho. Na opinião do executivo, o momento sensível exige uma nova postura dos líderes. "É preciso cuidar mais da gestão do comportamento e da saúde mental dos colaboradores, reduzindo as preocupações com metas."

Produtividade

De acordo com a pesquisa, 60% dos entrevistados afirmaram que o home office ajudou a melhorar a eficiência e a produtividade. Apesar de os dados apontarem uma tendência positiva, Amélia ressalvou que as pessoas não estão em sua melhor fase de produtividade, pois a imprevisibilidade da pandemia traz angústia e dificuldade emocional. Esses fatores foram apontados como "altos" e "muito altos" das pessoas ouvidas pelo ISE.

Segundo a diretora de RH da Elanco, as empresas devem se preocupar em garantir que os funcionários encontrem um equilíbrio no home office. "Em casa, a tendência é ir ficando, trabalhando mais. As pessoas não podem fazer isso. E o exemplo vem da liderança", completou Camargo, da Recarga Pay.

Sobre a adesão ao trabalho remoto pelos gestores pós-pandemia, Natália de Castro, professora de gestão de pessoas do ISE, disse que a circunstância atual deve mudar o mercado de trabalho. "Ao interpretar os dados do levantamento, temos que ter em mente que é uma realidade ainda em urso. Não é algo que já passamos. Estamos vislumbrando um pouco do futuro", explicou.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

multicanalidade

Em busca de geração de caixa, Via Varejo aposta em drive thru

Clientes das Casas Bahia e Pontofrio fazem o pedido online e escolhem uma das lojas disponíveis para retirar o pedido sem sair do carro

o pior já passou?

Depois do fundo do poço, venda de veículos novos sobe 11,6% em maio

Na comparação com maio do ano passado as vendas ainda despencam, com retração de 74,6%

em meio à pandemia

Governo busca destravar crédito a pequenas e médias empresas

Além de ampliar o escopo do financiamento de salários, cuja oferta de recursos ficou bem abaixo do esperado, avança na regulamentação da linha que terá garantia do fundo de aval do BNDES

EM MEIO À PANDEMIA

Bolsonaro paga recorde de emendas parlamentares

O montante efetivamente pago também foi o maior para um único mês ao longo dos últimos anos, R$ 4 bilhões.

EFEITO CORONAVÍRUS

Alta do dólar pressiona dívida e derruba lucro das empresas em 70% no trimestre

A disparada do dólar, que ganhou força a partir do fim do carnaval, foi suficiente para azedar o resultado das operações.

ENERGIA

Aneel autoriza postergação de entrega de obras de transmissão por 4 meses

O órgão regulador também suspendeu processos de autorização de obras não urgentes.

exile on wall strett

A festa junina que podemos ter

O que você observa do mercado hoje? Querendo ou não, gostando ou não, é um mercado leve, comprador, sem vendedor marginal, migrando para ativos de risco.

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta terça-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Alívio intenso

Ibovespa sobe aos 90 mil pontos e dólar cai a R$ 5,23 com menor aversão ao risco

O Ibovespa continua recuperando o terreno perdido, impulsionado pelo clima de menor aversão ao risco no mundo. No câmbio, o dólar à vista cai forte e chega às mínimas desde 17 de abril

no twitter

Grupo divulga dados pessoais que seriam de Bolsonaro, família e aliados

Um perfil publicou imagens que alega retratarem a lista de bens declarados pelo presidente, com valor idêntico à declaração apresentada ao TSE

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements